RNPOLITICAEMDIA2012.BLOGSPOT.COM

RNPOLITICAEMDIA2012.BLOGSPOT.COM
RIO GRANDE DO NORTE

segunda-feira, 8 de maio de 2017

SEMIOSE POÉTICA: SINCRONICIDADE SINGULAR.

Dez mãos: Ângela Gurgel, Clauder Arcanjo, Jane Menezes, Raimundo Lopes e Welma Menezes, criaram Semione Poética. Onde cada qual tem sua ótica literária.
O lançamento do livro, pela editora Sarau das Letras, ocorreu no último dia 26, na Biblioteca Municipal Ney Pontes Duarte, em Mossoró. Uma obra que, apesar de escrita por diversas cabeças, tem uma sincronicidade ímpar. Uma coletânea de prosas e poesias, que mais parece de um único autor. É uma obra para quem viveu, sentiu e/ou admira os bastidores desta parte do nosso Brasil. Os costumes e tradições que variam de estado para estado, mas que não perde o argumento principal, que é a naturalidade do povo do Nordeste. A pluralidade cultural, que tem elementos diversificados, cirurgicamente abordados neste livro, da mesma forma com que a maestria de Antônio Gonçalves da Silva, "Patativa do Assaré", o fez no improviso.
Algo que merece sim, total atenção para aqueles que vislumbram na poesia das coisas do Nordeste, o mais puro significado das alegrias e dificuldades desse povo.
Em uma das poesias, a bela Balé Sertanejo, que faz referência clara a nossa quadrilha junina. Chama-se "Balé Sertanejo". Um primor que nos remete aos festivos juninos de passado, que hoje são repaginados.
O título Semione Poética, vem exatamente da miscigenação de pensamentos sobre o cenário nordestino
Como poucos, estes cinco autores traduziram em letras o cenário que vivenciamos e que povoará o imaginário de quem "degustar" Semione Poética, mesmo que nunca tenha vindo a estas bandas do país, diante da precisão literária, do rigor narrativo que aplicou-se ao livro.
E a essência desta "coleção de folhas", foram inspiradas em fotos do sertão nordestino, inspiradas pelo artista oestano Marcão Melo. Os autores fizeram delas, fonte para suas poesias e prosas, conforme seu imaginário. Fruto de projeto pioneiro da escritora e jurista Jane Menezes e Raimundo Lopes, que já atravessou a fronteira e chegou em ares hispânicos. Tanto é, que o escritor peruano-espanhol Alfredo Pérez Alencart, publicou artigo no tabloide de Salamanca, El Norte de Castella, sobre a obra, enaltecendo o teor das poesias e prosas.



Um comentário:

  1. Boa tarde. Felizes com a divulgação de nosso trabalho. Uma observação, depois de compartilhar com os amigos, um me chamou a atenção para a troca de letras no título SEMIOSE foi escrito SEMIONE. Abraços

    ResponderExcluir

COMENTÁRIO SUJEITO A APROVAÇÃO DO MEDIADOR.