RNPOLITICAEMDIA2012.BLOGSPOT.COM

RNPOLITICAEMDIA2012.BLOGSPOT.COM
RIO GRANDE DO NORTE

sexta-feira, 26 de maio de 2017

PF APREENDEU EM ENDEREÇOS DE AÉCIO ANOTAÇÕES, DOCUMENTOS E OBRAS DE ARTE.

Um dos quadros apreendido pela PF tem a inscrição "Portinari".

No relatório sobre o material apreendido no gabinete e nas residências do senador afastado Aécio Neves (PSDB-DF) durante a Operação Patmos, deflagrada no dia 18, a Polícia Federal diz ter encontrado "diversos comprovantes de depósitos e anotações manuscritas, dentre elas a inscrição 'CX 2". A lista completa de materiais apreendidos inclui telefones celulares, obras de arte, documentos e anotações sobre a Construtora Norberto Odebrecht e Joesley Batista.
No apartamento que o senador tem no na Avenida Vieira Souto, no Rio, os agentes encontraram "diversos documentos acondicionados em saco plástico transparente, dentre eles um papel azul com senhas" e "diversos comprovantes de depósitos e anotações manuscritas, dentre elas a inscrição caixa 2".
Um aparelho bloqueador de sinal telefônico também foi apreendido, além de 15 quadros 1 uma escultura e um dos quadros tem a inscrição "Portinari".
Já no gabinete do tucano no Senado, foram apreendidos "planilhas com indicações para cargos federais", além de cópias de uma agenda de 2016 com os nome do empresário Joesley Batista e a irmã de Aécio, Andrea Neves, presa durante a operação. E também "folha manuscrita contendo dados do CNO (Construtora Norberto Odebrecht)".
Há ainda o registro de um "papel manuscrito contendo anotações citando o ministro Marcelo Dantas", em uma possível indicação ao ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Marcelo Navarro Ribeiro Dantas, investigado em um dos inquéritos da Lava Jato.
RELATÓRIO INCLUÍ DOLEIROS INVESTIGADOS
O relatório do material apreendido no gabinete do senador inclui ainda "folhas impressas no idioma aparentemente alemão, relative a Nobert Muller". Norbert Muller e a esposa Christine Puchmann são doleiros que já foram investigados na Justiça Federal do Rio de Janeiro, na Operação Norbert. O casal, segundo as investigações no Rio de Janeiro, seria responsável por criar e manter contas bancárias em Liechtenstein, paraíso fiscal na Europa. Na investigação havia uma referência a Inês Maria Neves Faria, mãe do senador Aécio Neves. Os doleiros foram denunciados mas o inquérito foi arquivado.
O senador cassado Delcídio do Amaral, quando fez acordo de colaboração premiada, relatou ter ouvido de José Janene — ex-líder do PP, morto em 2010 — que Aécio Neves era beneficiário “de uma fundação sediada em um paraíso fiscal, da qual ele seria dono ou controlador de fato; que essa fundação seria sediada em Liechtenstein; que o declarante não sabe precisar, mas ao que parece, a fundação estaria em nome da mãe ou do próprio Aécio Neves”.

Fonte: Isadora Peron e Breno Pires/O Estado de São Paulo

Um comentário:

  1. Aqui se faz, aqui se paga. O feitiço se volta contra o feiticeiro.

    Aécio Neves, o playboy do Leblon, o "bon vivant" que nunca trabalhou na vida, que sempre viveu às custas do pai e do avô, ostentando uma vida de vícios, luxúria e boemia, começa agora a provar do próprio veneno, do veneno que ele destilou contra a Dilma na campanha suja e difamatória que fez contra a ex-presidente durante o processo do impeachment.

    Aécio que, até bem pouco tempo, posava de arauto da moralidade no plenário do Senado atacando o PT, agora flagrado com a mão na botija, começa a viver o seu merecido inferno astral; merecido sim por todo mal que causou ao Brasil a partir de sua derrota nas urnas em 2014 (a quarta derrota tucana consecutiva).

    De todos os comentários que li nas redes sociais sobre a queda do império político de Aécio, uma mensagem me chamou a atenção: a mensagem de desabafo escrita pelo sr. Lauro Pacheco de Medeiros, pai de fred (primo do Aécio), transcrita a seguir.

    "Aécio: Meu filho Frederico está preso por causa de sua lealdade a você, seu primo. Ele tem um ótimo caráter, ao contrário de você, que acaba de demonstrar não ter [...] o 'mínimo de cerimônia com os escrúpulos'. Vejo agora, Aécio, que você não faz jus à memória de seu saudoso pai, o deputado Aécio Cunha. Falta-lhe, Aécio, qualidade moral e intelectual para o exercício do cargo que disputou de presidente da República. Para o bem do Brasil, sua carreira política está encerrada."

    Assim, para Aécio Neves, a máscara caiu, a farsa terminou, o império ruiu, o golpe acabou... Para o bem do Brasil !!!!!

    ResponderExcluir

COMENTÁRIO SUJEITO A APROVAÇÃO DO MEDIADOR.