RNPOLITICAEMDIA2012.BLOGSPOT.COM

RNPOLITICAEMDIA2012.BLOGSPOT.COM
RIO GRANDE DO NORTE

segunda-feira, 30 de junho de 2014

PT QUEBRA OVOS, MAS MALUF ROUBA OMELETE.

Termina nesta segunda-feira (30) a temporada das alianças partidárias. A plateia já não suportava tanta surpresa, espanto, admiração, choque, assombro e, sim senhor, quem diria?!?! Mas o PP de Paulo Maluf entendeu que era necessário arrematar o antiespetáculo com um grand finale.
Candidato do PT ao governo de São Paulo, Alexandre Padilha rendera-se à máxima segundo a qual não se pode fazer omelete sem quebrar os ovos —uma espécie de versão culinária de os fins justiticam os meios. Em troca do tempo de propaganda do PP, Padilha posou para fotos ao lado de Paulo Maluf. Crec-crec…
Quando Padilha imaginava que o PP estivesse no papo, Maluf roubou (epa!) a cena. Duas semanas depois de dizer que se considerava muito bem tratado pelo PT, ele permitiu que seu partido servisse a omelete publicitária para Paulo Skaf, do PMDB. Crec-crec…
Em certas articulações é visível que os os articuladores esqueceram de tirar a etiqueta com o código de barras. Se a galinha soubesse o que os partidos brasileiros andam fazendo, não poria nenhum ovo por menos de vários milhões de reais.


BANCADA DO RN NA CÂMARA DOS DEPUTADOS PODERÁ TER RENOVAÇÃO DE MAIS DE 50%.

Três deputados federais não vão concorrer à reeleição e novos nomes aparecem com destaque para a disputa.

O pleito de 2014 no Rio Grande do Norte terá como um dos destaques a renovação da bancada do estado na Câmara dos Deputados. Com a realização das convenções partidárias, três parlamentares já confirmaram que não vão disputar a reeleição, deixando espaços, antes vistos quase como cativos, abertos para a ascensão de novos parlamentares.
O presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB), abriu mão de concorrer à renovação do mandato para disputar o governo do estado. O deputado federal João Maia (PR) não será candidato ao cargo para ser vice de Henrique na sucessão estadual. Já a deputada Fátima Bezerra (PT), desistiu de ser candidata à reeleição para tentar chegar ao Senado.
Além dos três, o deputado federal Paulo Wagner (PV), que se elegeu em 2010 com uma votação pequena, por causa da coligação, dificilmente conseguirá renovar o mandato. Com bases eleitorais defasadas e numa coligação de competitiva, composta por 18 partidos, o parlamentar terá uma campanha difícil.
Os candidatos à reeleição que disputam a renovação do mandato com boas chances de vitória são os deputados federais Felipe Maia (DEM), Fábio Faria (PSD), Sandra Rosado (PSB) e Betinho Rosado (PP). No entanto, terão fortes adversários pela frente. As coligações serão essenciais para a definição do quadro final.
Felipe Maia conta com o apoio do DEM, que, apesar de fragilizado, possui bases suficientes para elegê-lo. Sandra Rosado tem bases sólidas em Mossoró e na região Oeste. No entanto, terá como concorrente direta a ex-prefeita da capital do Oeste Fafá Rosado (PMDB), candidata na mesma coligação. As duas travarão forte batalha pelos votos dos oestanos. Felipe, Sandra e Fafá apoiam a chapa Henrique governador e Wilma de Faria (PSB) senadora.
Fábio e Betinho são os protagonistas da coligação que apoia Robinson Faria (PSD) para o governo e Fátima para o Senado. Ambos possuem grandes estruturas. Fábio tem o apoio do pai e Betinho conta com o grupo da governadora Rosalba Ciarlini (DEM), que não conseguiu a legenda para ser candidata à reeleição. Eles ainda contam com o reforço do PT na coligação proporcional, que vai ajudá-los com os votos de legenda.
Contra Betinho Rosado pesa o processo que ele responde na Justiça Eleitoral por infidelidade partidária. Ele deixou o DEM para integrar o PP em setembro do ano passado, sem conseguir a justa causa. Isso deixa sua candidatura frágil juridicamente. O caso ainda será julgado.
Sangue Novo
O cenário propício abriu espaço para novos nomes entrarem na campanha por uma cadeira na Câmara Federal. Com a saída de Henrique, o deputado estadual Walter Alves (PMDB) decidiu disputar o cargo. Ele ganhou boa parte das bases do candidato a governador. Walter fará dobradinha com os candidatos a deputado estadual do PMDB em todas as regiões do estado. É um dos candidatos favoritos nessa eleição.
Representante da juventude, o vereador natalense Rafael Motta, presidente estadual do PROS, é mais um nome que disputará o cargo de deputado federal pela primeira vez. Ele fará dobradinha com os candidatos a deputado estadual do PROS e de outros partidos que apoiam Henrique em todo o estado. Motta também é visto como um forte candidato.
O deputado estadual Antônio Jácome (PMN) também tentará uma cadeira na Câmara dos Deputados. Ele fará dobradinha com seu filho, vereador natalense Jacó Jácome (PMN), que disputará uma vaga na Assembleia Legislativa. Antônio Jácome foi o deputado estadual mais votado nas eleições de 2010. Conta com o segmento evangélico para ser o primeiro representante do setor a conquistar uma cadeira em Brasília pelo Rio Grande do Norte.
Ainda foram homologados candidatos para as oito vagas a ex-prefeita Fafá Rosado (PMDB), a médica Zenaide Maia (PR) e o presidente estadual do PRB, Abraão Lincoln. Fafá conta com o apoio do PMDB do Oeste e a liderança em Mossoró. Zenaide terá o apoio das bases de João Maia. Já Lincoln, tem bases focadas nas associações de pesca e evangélicos da Igreja Universal.
Pelo PT, os dois nomes com maior destaque para buscar a vaga abdicada por Fátima são Adriano Gadelha, assessor da deputada que conta com seu apoio, e o vereador natalense Hugo Manso.

Fonte: Allan Darlyson/http://portalnoar.com/

ROSALBA FAZ FAXINA NOS INDICADOS DE ROGÉRIO MARINHO DA EMPROTURN.

Por falar em Rosalba, a faxina em seu no Governo continua…
Nesta segunda-feira (30), foram exonerados sete cargos de confiança indicados pelo ex-deputado Rogério Marinho (PSDB) na Emproturn.
Entre os exonerados, uma irmã de Rogério, chamada Cláudia Simonneti.
O chororô foi grande.

Fonte: http://heitorgregorio.com.br/

TCE CONDENA EX-GESTORES POTIGUARES AO RESSARCIMENTO DE MAIS DE R$ 500 MIL.

A Primeira Câmara do Tribunal de Contas considerou irregulares as prestações de contas bimestrais da prefeitura de Governador Dix-Sept Rosado, relativas ao exercício de 2006, gestão do ex-prefeito Francisco Adail Carlos do Vale Costa. O relatório apresentado pelo auditor Claudio José Freire Emerenciano, foi acatado pela conselheira Adélia Sales que submeteu aos demais conselheiros, sendo o voto pela restituição aos cofres públicos da quantia de R$ 228.360,00, pertinentes às despesas não comprovadas, além da aplicação de multa e envio das principais peças processuais para análise de ilícitos penais por parte do ministério Público Estadual.
O Auditor ainda relatou processo da prefeitura de Brejinho, referente à prestação de contas bimestrais do exercício de 2004, gestão da ex-prefeita Ivanilde Matias Xavier de Medeiros, com voto pelo ressarcimento de R$ 16.830,00, e processo da Câmara Municipal de Rafael Fernandes, referente à prestação de contas bimestrais do exercício de 2007, gestão do presidente da Câmara, vereador José Fernandes de Oliveira, com voto pela restituição de R$ 28.860,00, ambos em decorrência da realização de despesas não comprovadas.
Também relatou processo da prefeitura de Rafael Fernandes, apuração de responsabilidade de 2006 a 2008, sob a responsabilidade do ex-prefeito Mario Costa de Oliveira. O voto foi pela aplicação de multas no total de R$ 39.550,00, decorrente do atraso no envio das prestações de contas, dos relatórios de gestão fiscal e relatórios resumidos de execução orçamentária. Também foi acatado o envio das principais peças processuais para análise por parte do Ministério Público do Estado.
O conselheiro Carlos Thompson relatou processo referente a Documentação comprobatória de despesas da prefeitura de São José do Mipibu, exercício de 2006, sob a responsabilidade da sra. Norma Ferreira Caldas. O voto foi pela irregularidade, em decorrência da omissão no dever constitucional de prestar contas, com a condenação da ex-gestora de ressarcir aos cofres do município da quantia de R$ 130.698,80, além da aplicação de multa.
A conselheira Adélia Sales relatou processo de Gestão fiscal do exercício de 2012 do município de Angicos, a cargos do sr. Manoel Agnelo Bandeira de Lima e Suely Fonseca Bezerra de Lima, O voto foi pela irregularidade, em decorrência do atraso na entrega das prestações de contas e dos relatórios de gestão fiscal, com imputação de multas no valor de R$ 30.520,00 ao primeiro gestor e R$ 26.264,00 ao segundo.
Com relação à Câmara Municipal de Jardim de Angicos, relatou o processo referente à gestão fiscal do exercício de 2008, a cargo do ex-prefeito Francisco nobre Neto. O voto foi pela aplicação de multa de R$ 14.042,04, pelo atraso na remessa dos relatórios de gestão fiscal. Por fim, votou pela aplicação de multa no valor de R$ 22.752,94 à ex-prefeita de Patu, Evilásia Gildênia de Oliveira, por ausência de divulgação dos REEO´s dos seis semestres de 2009. Vale ressaltar que os ordenadores de despesas ainda podem recorrer da decisão.


"EU ESTAVA LÁ POR QUE QUEM PODE, PODE..." DIZ VEREADOR QUE FALTOU EM SESSÃO PARA ASSISTIR JOGO DA COPA.

O vereador Adalberto Rêgo faltou à sessão ordinária da Câmara de Portalegre para assistir jogo da Copa do Mundo em Natal.
Em seu perfil em uma rede social, o parlamentar publicou uma foto antes do jogo. Diante de sua ausência o primeiro secretário da Mesa Diretora, cobrou do colega parlamentar a devolução do dinheiro do dia da sessão que ele faltou por está em Natal assistindo jogo.
Ao invés de "reconhecer" o Regimento, ou mesmo a sua falta, Adalberto Rêgo, segundo o vereador Afrânio Lucena, preferiu enveredar pelo caminho do "estava lá porque quem pode, pode”. Uma colocação considerada de uma pobreza extrema, já que poder aquisitivo não exime nenhum Parlamentar de cumprir regras e normas regimentais.
Entenda todo caso no blog Dito Bendito....

PARA LER A MATÉRIA NA ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI
Fonte: http://muralderiachodacruz.blogspot.com.br/

BRASIL TERÁ 11 CANDIDATOS A PRESIDENTE DA REPÚBLICA.

A eleição para Presidência da República envolverá 11 candidatos. A presidente Dilma Rousseff e o senador Aécio Neves são os que têm o maior número de partidos coligados.

Acompanhe:

DILMA ROUSSEFF (PT)
PT (Partido dos Trabalhadores)
PMDB (Partido do Movimento Democrático Brasileiro)
PDT (Partido Democrático Trabalhista)
PCdoB (Partido Comunista do Brasil)
PP (Partido Popular)
PR (Partido da República)
PSD (Partido Social Democrático)
PROS (Partido Republicano da Ordem Social)

AÉCIO NEVES (PSDB)
PSDB (Partido da Social Democracia Brasileira)
DEM (Democratas)
PTB (Partido Trabalhista Brasileiro)
SDD (Solidariedade)
PMN (Partido da Mobilização Nacional)
PTC (Partido Trabalhista Cristão)
PTdoB (Partido Trabalhista do Brasil)
PTN (Partido Trabalhista Nacional)

EDUARDO CAMPOS (PSB)
PSB (Partido Socialista Brasileiro)
PRP (Partido Republicano Progressista)
PPS (Partido Popular Socialista)
PSL (Partido Social Liberal)
PPL (Partido Pátria Livre)

PASTOR EVERALDO (PSC)
PSC (Partido Social Cristão)

EDUARDO JORGE (PV)
PV (Partido Verde)

LUCIANA GENRO (PSOL)
PSOL (Partido Socialismo e Liberdade)

ZÉ MARIA (PSTU)
PSTU (Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado)

MAURO IASI (PCB)
PCB (Partido Comunista Brasileiro)

LEVY FIDELIX (PRTB)
PRTB (Partido Renovador Trabalhista Brasileiro)

JOSÉ MARIA EYMAEL (PSDC)
PSDC (Partido Social Democrata Cristão)

RUI COSTA PIMENTA (PCO)
PCO (Partido da Causa Operária)


PELA 1ª VEZ DESDE CRISE DE 2008, PAÍS NÃO ECONOMIZA VERBA PARA PAGAR JUROS.

O país não conseguiu economizar dinheiro para pagar os juros da dívida pública em maio, de acordo com informações do Banco Central divulgadas nesta segunda-feira (30). As contas do setor público apresentaram resultado negativo total de R$ 11,046 bilhões em maio.
Foi o primeiro resultado negativo desde dezembro de 2008, no auge da crise econômica internacional, quando o deficit havia sido de R$ 20,952 bilhões. Para meses de maio, foi o primeiro deficit desde o início da série histórica do BC, em dezembro de 2001.
Esse resultado se refere a todo o setor público brasileiro (que inclui governo federal, empresas estatais, Estados e municípios). A economia para pagar os juros é conhecida como superavit primário. Como o país não economizou, foi registrado deficit primário.
Só o governo central (composto por Tesouro Nacional, BC e Previdência) teve deficit de R$ 11,1 bilhões. Este dado foi divulgado pelo Tesouro Nacional na última sexta-feira.
Na conta de todo o setor público, são somados ainda os resultados dos governos regionais, que fizeram resultado postivo de R$ 12 milhões, e das empresas estatais, que economizaram R$ 15 milhões.
O resultado foi pior do que o esperado por analistas consultados pela agência de notícias Reuters, que esperavam uma conta negativa em R$ 9,25 bilhões.
Em abril, o país tinha conseguido economizar R$ 16,9 bilhões para pagar os juros da dívida.
No ano, o superavit acumulado alcançou R$ 31,5 bilhões, em comparação com R$ 46,7 bilhões no mesmo período do ano anterior. A meta do governo é de R$ 99 bilhões, equivalente a 1,9% do PIB (Produto Interno Bruto).
Entenda o que é o superavit primário
Superavit primário é o quanto de receita os governos conseguem economizar. Esse dinheiro é usado para pagar os juros da dívida pública. Um exemplo desses juros é o lucro que os investidores ganham quando compram títulos do governo.
Obter o superavit primário é importante para conter o aumento da dívida pública e evitar a moratória (calote) no futuro.
A dívida pública é contraída, entre outras situações, quando o governo vende títulos para os aplicadores. Ele promete aos investidores pagar juros a mais no futuro, como acontece com qualquer outro investimento financeiro.
Se o governo não economizar, a dívida pode crescer muito e ele não tem como pagar. Isso caracterizaria o calote.
Fazer muito superavit primário não tem só esse lado bom de guardar dinheiro para pagar as dívidas. O governo realiza essa economia aumentando impostos e deixando de gastar, por exemplo, em investimentos em obras e serviços.
Isso prejudica o crescimento da economia: as empresas investem menos, contratam poucos trabalhadores ou chegam a demiti-los. Tudo isso enfraquece o desenvolvimento econômico.

Fonte: http://economia.uol.com.br/ , com Reuters

LUCIANO HUCK É ALVO DE INQUÉRITO POR DIFUNDIR PROSTITUIÇÃO EM COMPUTADORES DA GLOBO.

A aparente tentativa do apresentador Luciano Huck de faturar no mercado da prostituição, frustrada após a reação popular ao seu convite às mulheres que quisessem ‘um gringo’ durante a Copa do Mundo, conforme publicado no microblog que mantém em uma rede social, ainda vai render à Rede Globo de Televisão – onde ele produz um programa aos sábados – uma dor de cabeça a mais. Como o convite foi apagado, os computadores da produção correm risco de ser vasculhados pela Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro, a pedido do Ministério Público, onde se prevê uma ação contra a possível tentativa de aliciamento de jovens e proxenetismo, segundo as denúncias veiculadas em blogs da imprensa alternativa. Um investigador especializado que assessora os denunciantes previu, nesta segunda-feira, que a ação policial poderá ocorrer nas próximas horas, uma vez que meninas, menores de idade, teriam respondido ao convite, antes de ele ser apagado.
– Trata-se de uma medida necessária para a captação de provas – disse o detetive à reportagem do Correio do Brasil, em condição de anonimato.
“Ta no Rio? Solteira? Quer 1 principe encantado entre os ‘gringos’ q estão na cidade. Mande fotos e o pq; namoradaparagringo@globomail.com”, escreveu Luciano Huck no Twitter, nesta última terça-feira. A produção do programa tentou desconversar ao dizer a jornalistas que tudo não passava de mais um quadro para a atração de mais audiência ao horário que, durante a exibição dos jogos da Copa, tem sido reduzida.
“A se confirmarem os dados preliminares, Brasil x Chile terá sido a menor audiência da Globo até agora na Copa. A rede marcou 37,5 na abertura do Mundial, contra a Croácia, e 36,5 na última segunda, contra Camarões. Contra o México, a Globo teve 34,9 pontos. Mas os dados preliminares costumam oscilar até dois pontos para cima quando consolidam. Portanto, é possível que o jogo deste sábado consolide acima de 35 pontos e não seja a menor audiência. Na Band foi o inverso, a classificação do Brasil bateu recorde. Até então, a maior audiência da emissora tinha sido 9,5 pontos em Brasil x Camarões. A audiência da Band vem crescendo jogo a jogo”, afirma o jornalista Paulo Henrique Amorim, em seu blog. O programa de Huck situa-se no intervalo entre os jogos.
Ex-ministra dos Direitos Humanos, a deputada Maria do Rosário (PT-RS) foi mais incisiva e cobrou da parte do apresentador da Globo uma retratação por difundir que mulheres brasileiras estão disponíveis para estrangeiros. Para o jornalista, escritor e produtor cultural Alex Antunes, porém, trata-se de mais um lance de oportunismo do empresário.
“Não podia faltar um ponto (ainda mais) baixo de Luciano Huck, aquele mesmo oportunista do Somos Todos Macacos. Luciano postou um chamamento, no Facebook e no Twitter, às mulheres cariocas, para conseguir o seu “gringo do sonho” com sua ajuda caridosa. O post foi retirado do ar – parece que alguém se tocou da inconveniência. Mas está gerando indignação, por suas implicações com o turismo sexual e o clichê da mulher brasileira ‘pegável’, como bem analisa a jornalista Gabriela Loureiro neste artigo cheio de dados: ’Perdemos’ apenas para as nigerianas e para as chinesas, segundo o primeiro levantamento publicado pela União Européia sobre o tráfico de seres humanos em todo o continente, este ano (…) Muitas vezes o tráfico é realizado através da prostituição, outro ‘produto de exportação’ famoso do Brasil (…) Dois terços das vítimas de tráfico para fins de exploração sexual do mundo são mulheres, e a maioria dessas mulheres vêm de classes populares e vão parar na escravidão com a ilusão de que um namorado gringo vai tirá-las da miséria e tratá-las bem como em ‘Uma linda mulher’, diz Gabriela”, no texto de Antunes.
Para o jornalista MIguel do Rosário, no blog O Cafezinho, no entanto, “está claro que a Globo cometeu um crime grave”.
“A campanha teria que ser feita para homem, mulher e homossexuais. Se se trata de ‘amor’, por que só mulheres com ‘gringos’? Por que não homens com ‘gringas’? É muito estranho!”, concluiu.


SAIBA AS REGRAS DAS ELEIÇÕES 2014.

PARA TER ACESSO, BASTA CLICAR AQUI

Fonte: pgr.mpf.gov.br

PSDB CONFIRMA SENADOR ALOYSIO NUNES COMO VICE DE AÉCIO NEVES.

Aécio Neves tem figurado em segundo lugar nas pesquisas de intenção de voto. Aloysio Nunes foi ministro no governo de FHC.

O senador Aloysio Nunes (PSDB-SP) vai ser o candidato a vice-presidente da República na chapa do presidenciável tucano, o também senador Aécio Neves (MG). O anúncio foi feito nesta segunda-feira (30). Aloysio foi o senador eleito mais bem votado em São Paulo nas eleições de 2010.
O PSDB confirmou a candidatura de Aécio Neves ao Palácio do Planalto no último dia 14. Ele aparece em segundo lugar nas pesquisas de intenção de voto, atrás da presidenta Dilma Rousseff (PT), candidata à reeleição.
Tanto Dilma quando o presidenciável do PSB, o ex-governador pernambucano Eduardo Campos, confirmaram com antecedência os candidatos a vice em suas chapas. A petista manteve a parceria com Michel Temer (PMDB), atual vice-presidente da República. A ex-ministra e ex-senadora Marina Silva é a candidata a vice na chapa pessebista.
As principais bandeiras defendidas pelo PSDB têm sido o controle da inflação e o combate à corrupção. Aécio declarou que a escolha de Aloysio foi motivada pela coerência do parlamentar. “A trajetória exemplar de Aloysio na vida pública fazem com que, a partir de agora, a nossa caminhada se fortaleça”.
Líder do PSDB no Senado desde o ano passado, Aloysio ficou exilado na França durante quase dez anos no período da ditadura militar no Brasil. É formado em direito. Exerceu mandatos de deputado estadual e federal pelo PMDB. Foi ministro da secretaria-geral da presidência da República e ministro da Justiça na gestão de Fernando Henrique Cardoso.
O senador José Agripino Maia, líder do DEM, vai coordenar a campanha da chapa. O prazo para confirmação das candidaturas para as eleições de outubro termina hoje. Os partidos e coligações têm até o dia 5 de julho para registrar as candidaturas na Justiça eleitoral.


LEONARDO GADELHA ACEITA CONVITE PARA DISPUTAR A VICE-PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA.

Deputado vai compor a vice ao lado do pastor Everaldo Pereira.

O deputado federal Leonardo Gadelha não vai mais concorrer à reeleição. Ele aceitou o convite do pastor Everaldo Pereira, para compor a chapa de vice- presidente da República pelo PSC. O convite foi feito durante um café da manhã entre a cúpula partidária e o pastor.
O pastor que é vice-presidente nacional do partido fará o anúncio oficial das candidaturas à Presidência da República na Convenção do Partido, que será realizada na Câmara Municipal de João Pessoa, na manhã desta segunda-feira (30).
O PSC também vai definir aliança do seu partido aos candidatos a governo de Estado. “Há a possibilidade de aliança com PSDB de Cássio Cunha ou PMDB de Vital do Rêgo”, afirmou Acir de Albuquerque, secretário do PSC/PB. Para o presidenciável, a definição seguirá uma lógica positiva ao partido "será o que for melhor para os nossos candidatos no Estado", afirmou Everaldo.
O pai do deputado Leonardo Gadelha, Marcondes Gadelha, presidente da executiva estadual do PSC na Paraíba vai substituir o filho na disputa por uma vaga na Câmara Federal.

Fonte: http://portalcorreio.uol.com.br/

A POSTURA DE FÁBIO FARIA.

O destempero do deputado federal Fábio Faria, para com o jornalista Heitor Gregório, ontem, na convenção do PSD, mostra que amadurecimento político se faz necessário.

Aguardem.

CANINDÉ SOARES LANÇA MAIS UMA GRANDE OBRA FOTOJORNALÍSTICA.



PARA JUSTIÇA ELEITORAL, PAI DO PREFEITO DE MOSSORÓ CONTINUA SEM FILIAÇÃO PARTIDÁRIA.

Até o início da manhã desta segunda-feira (30), o pai do prefeito Francisco José Júnior (PSD), o ex-deputado Francisco José não consta na relação de filiação partidária de nenhuma sigla.
Francisco José vem questionando esse dado e argumenta que é filiado ao PROS. Mas, uma certidão emitida pelo FiliaWeb comprova que ele ainda não convenceu a Justiça Eleitoral. No sábado (07) é o último dia para apresenta ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE), até as 19h, o requerimento de registro de candidatos, de acordo com a Lei n° 9.504/97, art. 11, caput. Clique na imagem para amplia-la.


EMPREITEIRA ENVOLVIDA COM PAULO ROBERTO COSTA JOGA A TOALHA.

Acusada de ter pago propina ao ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa, a empreiteira Jaraguá jogou a toalha. A empresa pediu recuperação judicial, alegando dívida de 500 milhões de reais.
Curiosamente, a culpa seria da estatal Petrobras, que, como se sabe, não vem pagando em dia vários de seus fornecedores. O pedido foi feito à Justiça no dia 24.

Fonte: Lauro Jardim/http://veja.abril.com.br/

GOVERNO DO RN SERÁ DISPUTADO POR DOIS CANDIDATOS SEM POPULARIDADE.

O jogo da sucessão estadual está com os seus times escalados e oficializados pelas convenções partidárias. Cinco candidatos a governador: Simone Dutra (PSTU), Araken Farias (PSL), Robério Paulino (Psol), Henrique Alves (PMDB) e Robinson Faria (PSD). Três na faixa de coadjuvantes, a disputa, como todos sabem, será centralizada por Henrique x Robinson. O primeiro, com uma leva de quase duas dezenas de partidos, o que comprova a sua capacidade de articulação; o segundo, com a força de quem se colocou candidato há quase quatro anos, sobreviveu ao tempo e chega inteiro para a corrida sucessória.
Tem favorito? – pergunta o eleitor. Não. Entre Henrique e Robinson não tem muita diferença, sob o ponto de vista da popularidade. Ambos, candidatos “pesados”, sem a empatia do eleitor. Daí, pela falta de opção, o voto vai ter que ir para um ou outro. Eles iniciam a campanha pelo voto praticamente do marco zero. A pesquisa Ibope, contratada e divulgada pela FM 96 de Natal, mostra isso com muita clareza, quando pede ao eleitor para sugerir um nome ao Governo do Estado: na espontânea, Henrique aparece com 5% e Robinson com 2%. E 75% dos potiguares responderam que não sabem em quem votar.
Quem entende o mínimo de uma sondagem eleitoral, percebe na avaliação do Ibope que o Rio Grande do Norte não quer votar em Henrique ou Robinson. Mais do que isso, não entrou no clima da disputa eleitoral, mesmo beirando a porta da campanha.O fato, porém, é que o eleitor vai ter que escolher o nome, mesmo a contragosto. Daí, a missão de os candidatos buscar o melhor caminho. O primeiro passo, com certeza, é tentar se livrar das botas de concreto que não deixam os dois principais nomes saírem do lugar. E como isso é possível? Aí, a incógnita.
O discurso fácil de oposição, certamente, terá pouco ou quase nenhum valor, isso porque a governadora Rosalba Ciarlini (DEM) não será candidata; logo, bater na sua administração, não atrairá votos.
Por isso, atacar a governadora parece não ser um bom negócio. Pois bem… Não é possível, aqui e agora, afirmar que esse ou aquele é favorito a vencer as eleições de outubro. Henrique e Robinson estão no mesmo patamar. Porém, é certo afirmar que o eleitor vai para as urnas se sentindo órfão de um nome em quem eles gostariam de votar.Essa, sem dúvida, será uma disputa eleitoral atípica. Sem qualquer previsão.

Fonte: César Santos - Jornal de Fato/http://glaucialima.com/

UMA MOSSORÓ PARA CHAMAR DE SUA.

Os baixos índices de popularidade da governadora Rosalba Ciarlini tem levado os desencantados com o Governo Rosa a fazerem uma comparação: "Rosalba está igual a Micarla".
Relembram a ex-prefeita de Natal que amargou minúsculos índices de aceitação popular e sequer conseguiu terminar o mandato, tendo sido afastada do cargo.
A comparação é inevitável, até porque muitas coisas se repetiram nas duas gestões.
Micarla era deputada, Rosalba senadora.
Micarla teve um palanque sem o recheio federal. Rosalba também.
Micarla foi apoiada pelo DEM. Rosalba é o DEM.
Micarla foi eleita no primeiro turno. Rosalba também.
Micarla tentou administrar sem os padrinhos mágicos da campanha. Rosalba também.
Micarla foi abandonada (ou abandonou?) os padrinhos mágicos. Rosalba também.
Micarla adotou adversários de campanha como novos aliados e foi abandonada por eles aos 45 do segundo tempo. Rosalba também.
Micarla não tem sobrenomes tradicionais da política no Rio Grande do Norte. Rosalba também não, até porque Rosado pode ser forte, mas ainda está no segundo escalão da política potiguar.
A Borboleta e a Rosa ouviam muito os primeiros-damos. Uma mais silenciosa, outra com cargo oficial no Governo.
Mas uma coisa Micarla nunca teve, daí não ter conseguido sobreviver: uma Mossoró para chamar de sua.
Isso Rosalba tem.

Fonte: http://www.thaisagalvao.com.br/

ELEIÇÕES: O NOVO DATAFOLHA, DILMA E O SUCESSO DA COPA.

O Datafolha entra em campo amanhã e, até quarta-feira, vai medir o humor do brasileiro em relação ao governo e a corrida presidencial. A pesquisa será divulgada entre a noite de quarta-feira e a manhã de quinta-feira.
Servirá para saber se o inegável sucesso da Copa fez melhorar os índices de Dilma Rousseff tanto em relação às urnas de outubro quanto a aprovação do seu governo. É um momento perfeito para essa mensuração, mais ainda por que a seleção classificou-se para as quartas-de-final.
Se não Dilma não melhorar agora, os governistas podem esquecer a Copa como fator de impulso à sua candidatura. Se, ao contrário, a Copa empurrá-la para o alto, é a oposição que ficará tensa.

Fonte: Lauro Jardim

domingo, 29 de junho de 2014

PMRN PRENDE DELANO DIÓGENES.

A PM prendeu no West Shopping, em Mossoró, um dos pistoleiros mais temidos do Nordeste: Delano Diógenes (foto no momento da prisão).
Entre os crimes que Delano Diógenes praticou, a está a execução de Jogo, presidente da Câmara de Alexandria, há 15 anos.
Delano tem outros mandatos de prisão em aberto. É fugitivo do Complexo Penal Mário Negócio em Mossoró.


GORDINHO DA MERCATTO É CANDIDATO A DEPUTADO FEDERAL.

O Gordinho da Mercatto, aquele que brigou com o desembargador Dilermando Motta na Padaria Mercatto, é candidato a deputado federal por um dos partidos coligados com o candidato Robinson Faria (PSD).
O Gordinho defendeu um garçom, que segundo foi noticiado na época, foi agredido verbalmente pelo desembargador.


ROBINSON FARIA FAZ DISCURSO DURO EM CONVENÇÃO.

Candidato do PSD diz que teve coragem de romper com Rosalba e que Henrique não é oposição.

O vice-governador Robinson Faria (PSD) pegou pesado em seu discurso na convenção que homologou seu nome como candidato ao Governo do Estado.
Sobre o rompimento com a governadora do Estado Rosalba Ciarlini (DEM) afirmou que foi o único que teve coragem de descer as escadas do Palácio.
Lembrou que apostou em Rosalba por mais saúde, educação e segurança mas, depois de se decepcionar, deixou o Governo.
Robinson Faria também acionou sua metralhadora verbal na direção do adversário, candidato ao Governo, Henrique Eduardo Alves do PMDB.
- Enquanto eu descia as escadas do governo ele subia -, disse.
Robinson acrescentou que Henrique aderiu as todos os governos, mesmo aos que não apoiou em campanha.

Fonte: Carlos Skarlack/http://martinsempauta.blogspot.com.br/

10 PARTIDOS VÃO INTEGRAR A COLIGAÇÃO QUE APOIA ROBINSON E FÁTIMA BEZERRA.

No Centro Cultural da Zona Norte de Natal a definição nesta manhã: 10 siglas vão apoiar a candidatura de Robinson Faria a governador e Fátima Bezerra ao Senado. PSD, PT, PC do B, PT do B, PP, PEN, PRTB, PTN, PTC e PPL formam a aliança.
Para a coligação de deputado federal todos os 10 partidos estarão juntos numa mesma aliança. Já para deputado estadual também haverá divisões, assim como a coligação de Henrique Alves, que tem três chapas. A coligação para a Assembleia Legislativa está assim definida: Estadual I – PT, PC do B, PT do B e Estadual II – PSD, PP, PEN, PRTB, PTN, PTC e PPL.

Fonte: http://marcosdantas.sisrn.com/
Foto: Márlio Forte

IRMÃ DO GOVERNADOR MANDA ASSESSORES DEMITIDOS (DE RÔMULO) "MAMAR DEBAIXO DE BURRO".


O clima ficou realmente muito carregado entre o governador Ricardo Coutinho (e sua família) e o vice-governador Rômulo Gouveia. De quebra, ao anunciar seu apoio ao senador Cássio Cunha Lima, Rômulo foi acusado de traição pelo presidente do PSB, Edivaldo Rosas. Logo depois, o governador mandou exonerar todos os assessores do gabinete da Vice-Governadoria.
A exoneração sai no Diário Oficial deste sábado (dia 28), e trouxe o afastamento de todos os assessores, o chefe de gabinete e até mesmo o motorista que atendia a Gouveia. Indignado, o chefe de gabinete Hermano Moura emitiu nota repudiando o desmonte da Vice-Governador. De imediato, Sandra (irmão do governador Ricardo) Coutinho postou em seu face uma declaração pra lá de pesada contra Rômulo…
Ela postou: “Vão mamar debaixo do burro…Chega do nosso Governador alimentar essa cambada de traíras. Vão fazer concurso, carrapatos do Oportunismo.” O vice-governador Rômulo Gouveia não quis responder ao que chamou de provocação, apenas comentou que “este é o nível dessa gente”.


NA PRIMEIRA PESQUISA IBOPE, VEJA COMO É O DESEMPENHO DOS CANDIDATOS AO SENADO POR REGIÃO.

Ana Célia 2%
Agreste 1%
Centro Potiguar 4%
Leste 2 %
Oeste 1%

Fátima Bezerra 29%
Agreste 27%
Centro Potiguar 35%
Leste 25%
Oeste 33%

Roberto Ronconi – 3%
Agreste 1%
Centro Potiguar 2%
Leste 4%
Oeste 2%

Wilma de Faria – 39%
Agreste 51%
Centro Potiguar 34%
Leste 35%
Oeste 39%

Branco/Nulo – 20%
Agreste 10%
Centro Potiguar 21%
Leste 26%
Oeste 16%

Não sabe/não respondeu – 8%
Agreste 9%
Centro Potiguar 4%
Leste 8%
Oeste 9%

A pesquisa do Ibope entrevistou 812 pessoas, dos dias 22 a 25 de junho. O estudo está registrado no Tribunal Regional Eleitoral com o número 005/2014 e no Tribunal Superior Eleitoral com o protocolo 0185/2014.
A margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos.


A PRIMEIRA-DAMA MAIS POLÊMICA DO BRASIL.

Jovem, bonita e sem papas na língua, Pâmela Bório – mulher do governador da Paraíba, Ricardo Coutinho – fala o que pensa, coleciona admiradores e críticos e não foge de uma boa briga.

O comportamento dela na internet não é muito diferente do que se vê por aí. A moça de 30 anos abastece constantemente seus perfis nas redes sociais – com frequência, mais de uma vez no dia. Ultimamente, seu tema principal é o trabalho. De vez em quando, comenta as notícias, fala de política, desabafa sobre o machismo, divulga mensagens religiosas. Compartilha o novo corte de cabelo, a roupa do dia, a arrumação da mesa para uma refeição especial, o beijo na boca do marido, a fofura do filho de três anos.
Nada fora do padrão do que se publica nas mídias sociais nesta era de exibição da intimidade. São muitas, muitas fotos. E público não lhe falta: mais de 7,7 mil seguidores no Instagram e mais de 13 mil no Twitter. A exposição não é problema para ela, jornalista e apresentadora de um programa de variedades na televisão paraibana. Nunca foi. Na adolescência, trabalhou como modelo e fez comerciais. Em 2005, conquistou o título de Miss Senhor do Bonfim, município do interior da Bahia onde nasceu.
Alguns posts chamam mais a atenção do que outros. O mais comentado é de setembro de 2012. Depois de ganhar camisolas e conjuntos de calcinha e sutiã de presente de uma marca, ela publicou no Instagram imagens das peças sobre a cama com a seguinte frase na legenda: “Presente para mim, mas quem mais curte é o maridão”. Poderia ter passado despercebido, não fosse o “maridão” o governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB).
“Ela é polêmica, jovem e sensual. Não se espera esse tipo de performance de uma primeira-dama, ela tenta romper paradigmas”, diz a mestre em Políticas Públicas e Sociedade Moíza Siberia Silva de Medeiros, que estuda o papel social das primeiras-damas. Para ela, Pâmela incomoda porque é uma figura pública de quem se espera comportamento mais contido, num papel de coadjuvante, acompanhante do marido. “Expondo-se na internet, ela pode até angariar jovens, mas moralistas veem incompatibilidade nisso. Parece que mulher de político não pode ser bela e jovem.”
O “maridão”, o farmacêutico Ricardo Coutinho, tem 53 anos, nasceu em João Pessoa, começou sua trajetória no movimento sindical e elegeu-se vereador pela primeira vez em 1992, pelo PT. Não deixou mais a vida pública. Foi reeleito vereador, elegeu-se deputado estadual por dois mandatos e, já filiado ao PSB, comandou a capital paraibana duas vezes. No começo da primeira gestão como prefeito, se separou da primeira mulher, Aglaé Fernandes, com quem tem um filho.
“Ele não tem carisma, charme e simpatia. Precisava de uma primeira-dama dessas. Ela é belíssima”, diz um experiente jornalista paraibano. Ainda prefeito, em 2009, Coutinho conheceu a jornalista Pâmela Bório durante uma entrevista. Em outubro do ano seguinte, o ex-prefeito comemorava a eleição para governador e o nascimento do filho do casal, Henri Lorenzo. O casamento foi no mês seguinte à posse, numa cerimônia reservada na capela da Granja Santana.
Para a doutora em História Ivana Guilherme Simili, professora da Universidade Estadual de Maringá, Pâmela representa um paradoxo entre o tradicional e o moderno. “Ela incorpora a cultura do ‘primeiro-damismo’, cuidando da área social, promovendo eventos e acompanhando o marido, e ao mesmo tempo é produto de uma geração conectada, que se expõe e que tem como lema dessa modernidade dar publicidade ao que faz”, resume a professora, autora de livro sobre a trajetória de Darcy Vargas.

Fonte: Anna Halley — especial para a Revista Congresso em Foco. Colaborou Adriana Bezerra, de João Pessoa
Foto: Instagram/Pamela Borio

LISTAS DE GESTORES COM CONTAS JULGADAS IRREGULARES COMEÇAM A SER DIVULGADAS.

“Vamos procurar conhecer de perto os nomes que estão nessas listas”, recomenda Jorge Maranhão, em referência às listas de gestores e ex-gestores com contas julgadas irregulares.

Agora de julho em diante a atenção da sociedade vai finalmente começar a se voltar para um dos mais importantes eventos que teremos este ano, as eleições de outubro.
Aí será quando os cidadãos eleitores mais conscientes e atuantes devem começar a prestar a atenção no cenário político regional e nacional, já com vistas a escolher candidatos e partidos políticos que oferecem as melhores propostas de políticas públicas. Seja para seu município, seu estado ou o Brasil.
E uma notícia das mais importantes foi divulgada esta semana pelo Tribunal de Contas da União, o TCU. O tribunal acaba de entregar à Justiça eleitoral a lista de gestores públicos que tiveram suas contas julgadas irregulares e que não podem mais impetrar qualquer recurso. São mais de 6.500 nomes que, caso decidam se candidatar para outubro, podem ter seu registro negado pelo Tribunal Superior Eleitoral ou os Tribunais Regionais Eleitorais.
A lista divulgada esta semana se refere apenas aos casos julgados pelo TCU. Além dela, cada tribunal de contas estadual entrega aos TREs a sua própria lista de gestores. Por exemplo, o Tribunal de Contas do Paraná entregou duas semanas atrás a sua lista e ela contém nada menos que 1.200 nomes que podem ter seu registro negado. O estado de Pernambuco apresentou mais de 1.600 nomes. E o Rio de Janeiro, pouco mais de mil gestores públicos “enrolados” com o tribunal de contas do estado.
Nunca é demais lembrar a todos que, de acordo com a Lei da Ficha Limpa, um dos quesitos que podem impedir alguém de ter a sua candidatura aprovada pela Justiça eleitoral é justamente o julgamento de contas irregulares por tribunais de contas. Caso seja “pego” pela lei, o gestor pode ficar impedido de se candidatar a cargos públicos por oito anos.
Aliás, segundo o próprio Tribunal Superior Eleitoral, o julgamento das contas como irregulares pelos órgãos competentes é o dispositivo da Lei da Ficha Limpa que ocasiona o maior número de registros de candidatura negados. Só por aí já dá para ver o quanto essa lei está sendo importante para o aperfeiçoamento da nossa representação política.
Mas é bom ficar de olho, pois os tribunais de contas têm somente até o próximo sábado, 5 de julho, para entregar seus relatórios à Justiça eleitoral. Vamos procurar conhecer de perto os nomes que estão nessas listas. É importante conferir a lista do TCU antes de se decidir por este ou aquele candidato. Mas, para candidatos aí da sua cidade ou do seu estado, não deixem de checar as listas que os tribunais de contas estaduais ou municipais colocaram à disposição em seus sites.
Fica aí a dica para a gente começar a colocar em prática assim que a Copa acabar!

Fonte: Jorge Maranhão/http://congressoemfoco.uol.com.br/

PRAZO PARA CIDADES APRESENTAREM SEUS PLANOS VENCE EM ABRIL DE 2015.

As cidades com mais de 20 mil habitantes têm até abril de 2015 para apresentar seus planos de mobilidade urbana, condição fundamental estabelecida pela Lei 12.587, de 3 de janeiro de 2012, para que esses municípios tenham acesso a recursos da União após esse prazo. Prefeituras já se movimentam na elaboração desses projetos, mas o número das que estão com propostas prontas é muito baixo.
Nenhum dos 66 municípios do Rio de Janeiro que se enquadram nas regras da obrigatoriedade dos planos possuem documentos já prontos com as diretrizes exigidas pela lei, na análise da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan).
"No Estado, 66 municípios devem entregar os planos nos próximos meses, mas nem mesmo cidades metropolitanas estão avançando", destaca Riley Rodrigues, especialista em Competitividade Industrial e Investimentos do Sistema Firjan. Para ele, a lei não deveria se restringir apenas aos municípios de 20 mil habitantes. "No Rio de Janeiro, até o fim da década, outros sete municípios ultrapassarão essa barreira e, caso não se planejem a partir de agora, enfrentarão problemas que poderiam ter sido evitados".
O principal problema para a elaboração dos planos alegado pelas prefeituras é a falta de recursos financeiros. Para o especialista da Firjan, o principal entrave é a falta de pessoal qualificado para elaborar propostas básicas para obter recursos que existem, tanto na esfera federal quanto na estadual e, em alguns casos, internacional. Na esfera federal, exemplifica, existem os programas Pró-Transporte (com recursos do FGTS), Pró-Mob (com recursos do Fundo de Amparo ao Trabalhador) e Mobilidade Urbana (com recursos do Orçamento Geral da União), todos do Ministério das Cidades.
No interior de São Paulo e Minas Gerais, algumas cidades já se debruçam na elaboração dos planos. Um exemplo é o de Ouro Preto, interior de Minas Gerais, onde, no início do mês, foi realizada uma pesquisa com motoristas em diversos pontos da cidade para realizar uma pesquisa de origem e destino. Criado pela prefeitura, em parceria com o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), o plano visa à melhoria de calçadas, adaptação no transporte ferroviário, criação de espaço para ciclistas e até a possibilidade de adoção de teleféricos.
"Algumas cidades já se movimentam, mas a preocupação existente é que muitas prefeituras tenham foco sobre a moeda, o valor dos projetos, e não adotem um plano de mobilidade urbana integrado com a político de uso do solo urbano", afirma Paulo Resende, da Fundação Dom Cabral. Para ele, o desafio das cidades de porte médio é responder a uma questão: como Nova York e Londres cresceram de tal forma que o metrô passou a ser opção essencial na locomoção dos habitantes dessas duas capitais?
"Elas foram cidades médias, mas não integraram a mobilidade urbana com uma política ordenada de ocupação do solo, questão muito presente em diversas cidades do Brasil", ressalta. Para Marcus Vinicius Ignácio, professor da Faculdade de Engenharia da Fundação Armando Álvares Penteado (Faap), o grande desafio dos planos de mobilidade é fazer com que os gestores coloquem as melhores ideias em prática. "O gestor político ainda tem visão estreita, preocupado com o fato de que o plano é mais partidário do que estratégico, o que pode colocar a lógica do dinheiro em primeiro lugar".

Fonte: Roberto Rockmann - Valor Econômico/http://www.cidadessustentaveis.org.br/

LÁ VEM DE NOVO O MILHÃO CONTRA O TOSTÃO.

A convenção do PSD-PCdoB-PT, que começa daqui a pouco no Complexo Cultural da Zona Norte, pela foto abaixo, dá para mostrar a diferença financeira das duas principais campanhas majoritárias no Rio Grande do Norte este ano.
Enquanto a convenção que homologou a chapa Henrique-João-Wilma apresentou um esplendoroso material publicitário, a de hoje se apresenta assim…simples e sem modelo.
Já dá para sentir o que vem como discurso na propaganda eleitoral.
Vai ser a "campanha do milhão contra o tostão".
O mais do mesmo.
Repetindo todas as campanhas.

Fonte:http://www.thaisagalvao.com.br/

HAVERÁ VIDA DEPOIS DA COPA?

A minha gente sofrida despediu-se da dor, pra ver a banda passar cantando coisas de amor.
Mas para meu desencanto, o que era doce acabou. Tudo tomou seu lugar, depois que a banda passou.
E cada qual no seu canto. Em cada canto uma dor. Depois da banda passar, cantando coisas de amor. (A Banda, Chico Buarque)

Ainda não sabemos como a História do Rio Grande do Norte contará os dias transcorridos entre 13 e 24 de junho de 2014, nem tampouco o que restará depois que os acordes da banda que passou não mais soarem em nossos ouvidos. Mas, basta um pouco de sensatez para ver que algumas coisas estão tão fora de lugar quanto uma mordida em uma partida de futebol profissional.
Para alguns, entre eles o governo do RN, a Copa do Mundo tocou uma música tão doce que parecia não haver amanhã, tal a sofreguidão e o esforço para vê-la passar, com sacrifícios onde não mais havia o que sacrificar.
E como administrar o dia depois de amanhã? E as contas, os custos, a fatura de um delírio de carnaval? Vê-se depois!
Mas o depois é agora e acordamos da Copa do Mundo em terras potiguares, além de tudo, com uma decisão inusitada que se quer insistir que vale a pena tomar, representada pela alquimia de transformar um Hospital de Trauma em festa para inglês ver, como se dar assistência aos doentes e recepcionar os VIP’s do mundo fossem pesos iguais a serem colocados em uma balança de troca.
No momento em que este texto é escrito, ainda não há confirmação de que a governadora tenha aposto seu aval nesta desastrosa escolha, mas a decisão é iminente, pois se avizinha o prazo fatal para a sanção (ou veto, esperança até o apito final) da lei por ela proposta para mudar a destinação de R$ 50 milhões, os quais foram emprestados ao Estado com a finalidade específica de construir um Hospital de Trauma, haja vista a inegável carência gritada diariamente pelos corredores do Hospital Walfredo Gurgel.
Não por coincidência, porque falta de planejamento afasta invocações de azar, mal apagadas as luzes do palco no dia 24, o sobrecarregado Walfredo Gurgel clamou mais uma vez por socorro, agonizando por duas horas, até que se conseguisse reestabelecer a energia vital que lhe permite manter ligados aparelhos indispensáveis à vida de enfermos.
Infelizmente, a música que de lá sai é amarga para certos ouvidos seletivos, em contraste com a entoada pela banda da Copa do Mundo. Não é tão sedutor deixar como legado um Hospital de Trauma (?!). O canto da sereia ilude alguns a achar que o interesse público se contentaria com instalações temporárias para que um evento esportivo e comercial ocorra. Ainda que nada concreto, palpável, reste depois que a banda passar, nem se saiba o quanto de interesse privado há nestas instalações que serão desmontadas após serem usadas pela FIFA.
Embora o bom senso seja suficiente para perceber que esta não é uma escolha válida, jurídica e politicamente, lembremos que a destinação de um empréstimo vinculado não pode ser alterada por ato unilateral do tomador, pois calcado em um projeto que lhe fundamenta e embasa a aprovação pela instituição financeira - como bem sabe qualquer mutuário da Caixa Econômica Federal. Isto sem contar os entraves de direito financeiro para empréstimos do Poder Público que são direcionados a despesas de custeio, a começar pelo art. 167, inciso III, da Constituição Federal.
De maneira bem simples, o absurdo que está em vias de ocorrer é equivalente ao indivíduo com dificuldades financeiras, mas que conseguiu obter um empréstimo para construir sua casa própria, e no meio do caminho decidiu torrar este dinheiro “extra” em uma grande festa.
Esperemos que a racionalidade deste gasto público não chegue tarde demais, juntamente com a ressaca do pós-copa, pois se este megaevento não é feito com hospitais – na infeliz frase de um ex-futebolista, hoje supostamente arrependido -, a vida também não pode ficar em suspensão apenas para concentrar todas as nossas energias na sua fugaz passagem.

Fonte: Luciano Ramos - Procurador-Geral do Ministério Público de Contas do RN/http://tribunadonorte.com.br/

OAB RECEBE DOAÇÕES PARA DESABRIGADOS DE MÃE LUÍZA A PARTIR DESTA SEGUNDA.

Itens de maior necessidade: alimentos não perecíveis, material de limpeza, higiene e sacos para embalar donativos.

A Ordem dos Advogados do Brasil no Rio Grande do Norte começa a receber doações para os desabrigados de Mãe Luiza a partir desta segunda-feira (30).
A iniciativa foi decidida pelo Conselho Seccional durante reunião realizada na quarta-feira (25). “As fortes chuvas provocaram deslizamentos de terra em Natal no bairro de Mãe Luiza, deixando mais de 100 casas interditadas e mais de 30 destruídas, nas ruas Guanabara e Atalaia. Vamos convocar a Advocacia e todos que puderem contribuir para ajudar às famílias que tiveram que deixar suas casas”, ressaltou o presidente da OAB, Sérgio Freire.
Os itens de maior necessidade, atualmente, são alimentos não perecíveis, material de limpeza, higiene pessoal, sacos para embalar os kits de donativos, alimentação infantil (leite em pó, mingau), fraldas, roupas e água.
As doações poderão ser entregues das 8h às 18h, na sede da OAB, que fica na Avenida Câmara Cascudo, 478, Cidade Alta, Natal/RN. Informações: (84) 4008-9410.


DEPUTADO FEDERAL DA PARAÍBA CONTRATA PESQUISA COM ERROS E LACUNAS.

Apesar de ser possível usar a Cota para Exercício da Atividade Parlamentar, popularmente conhecida como “cotão”, para contratar levantamentos e consultorias, nem sempre os resultados dos estudos pagos com dinheiro público são satisfatórios. Exemplo disso é uma pesquisa de opinião contratada pelo deputado Wellington Roberto (PR-PB), supostamente destinada a saber se os moradores da região metropolitana de João Pessoa conheciam obras financiadas com emendas do parlamentar. Ao custo de R$ 80 mil à Câmara, o trabalho, elaborado pela empresa Quarenta Produtora e Editora Ltda. contém erros de aritmética básica, não informa o número de pessoas ouvidas, entre outros problemas.
Os erros e as lacunas do levantamento foram levantados pelo grupo Operação Política Supervisionada (OPS) e checados pelo Correio Braziliense. Além da “pesquisa” de R$ 80 mil, a empresa, sediada em Campina Grande (PB), emitiu outras duas notas para o parlamentar no valor de pouco mais de R$ 60 mil cada, informações corroboradas com dados do portal da Câmara. Ao todo, Wellington Roberto gastou cerca de R$ 446 mil em serviços da Quarenta Produtora, entre fevereiro de 2011 e outubro de 2012. Os erros apontados pela OPS nas 16 páginas do suposto levantamento são tantos que o relatório elaborado pelo grupo chega a questionar a veracidade do trabalho.
“Acredito haver fortíssimos indícios de que ele não foi realizado e que a empresa, ou o parlamentar, forjou um documento (se é que isso pode ser chamado de documento) para simular uma pesquisa de opinião”, escreveu o blogueiro Lúcio Duarte Batista, responsável pela investigação. A página 4 da pesquisa, por exemplo, traz duas datas diferentes para a realização das supostas entrevistas: no cabeçalho, informa que a coleta de dados teria ocorrido entre maio e setembro de 2012. Já no rodapé, consta o período de agosto a setembro do mesmo ano.


ROSALBA É VAIADA EM MOSSORÓ.

Carlos Skarlack informa em seu Blog que a governadora Rosalba Ciarlini (DEM) foi vaiada ao ter seu nome citado pelos cantores das bandas que animaram o Mossoró Cidade Junina, na noite deste sábado (28). O próprio Carlos testemunhou vaias à Rosalba no adro da Capela de São Vicente e na Estação das Artes, quando seu nome foi citado.