RNPOLITICAEMDIA2012.BLOGSPOT.COM

RNPOLITICAEMDIA2012.BLOGSPOT.COM
RIO GRANDE DO NORTE

sábado, 28 de fevereiro de 2015

"PERGUNTE AO JANOT", DIZ AÉCIO NEVES SOBRE POSSÍVEL ENVOLVIMENTO NA LAVA JATO.

Até o momento, dois tucanos foram citados por terem envolvimento com o esquema criminoso de Alberto Youssef: o senador Antônio Anastasia (PSDB-MG) e o ex-presidente da legenda Sérgio Guerra.

O presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves, classificou como “piada” informações de que seu nome deve estar na lista dos políticos envolvidos com o esquema de corrupção descoberto pelas investigações da Operação Lava Jato. Até a próxima quarta-feira (4), o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, deve pedir a abertura de inquérito no Supremo Tribunal Federal (STF) para investigar agentes políticos que estejam ligados aos desvios de recursos na Petrobras.
“Pergunte ao Janot”, afirmou Neves ao ser questionado na noite desta sexta-feira sobre um suposto envolvimento com o grupo de Alberto Youssef. A declaração ocorreu após encontro do PSDB em São Paulo, no qual foram discutidas as diretrizes do partido e o posicionamento da sigla diante das manifestações pró-impeachment da presidente Dilma Roussef (PT), marcadas para março.
Até o momento, dois tucanos foram citados como beneficiários do esquema de corrupção da Petrobras. O ex-governador de Minas Gerais e senador Antônio Anastasia (PSDB) e o ex-presidente do partido Sérgio Guerra, morto em março de 2014.
Durante os depoimentos da Lava Jato, o policial federal Jayme Alves de Oliveira Filho, conhecido como “Careca”, afirmou à Polícia Federal (PF) que entregou R$ 1 milhão na residência do ex-governador tucano. Anastasia negou qualquer envolvimento no esquema.
Já o ex-presidente do PSDB recebeu propina da Petrobras para ajudar a travar as investigações da primeira CPI da Petrobras, instituída ainda em 2009. A informação é do ex-diretor de abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa, prestada ano passado ao juiz Federal Sérgio Moro. “Nós estamos mais preocupados como homens públicos é com a fragilidade crescente do governo”, limitou-se a responder Neves sobre a citação de tucanos no escândalo de corrupção da Petrobras.
Janot deve pedir até a quarta da próxima semana a abertura de inquérito contra os políticos envolvidos no escândalo de desvios de recursos na Petrobras. Acredita-se que a lista de políticos com algum tipo de relação com o doleiro Alberto Youssef deve ter aproximadamente 40 nomes. Entre os políticos que devem ser investigados estão nomes como o do senador e ex-presidente Fernando Collor de Mello (PTB-AL), beneficiado depósitos bancários do grupo de Youssef que somam R$ 50 mil. Collor também teria recebido R$ 3 milhões de propina a partir de uma negociação entre a BR Distribuidora e uma rede de postos de combustíveis de São Paulo.

Fonte: http://congressoemfoco.uol.com.br/

VOLTANDO AO BATENTE.

Depois de dois dias ausente, voltamos a labuta do nosso http://rnpoliticaemdia2012.blogspot.com.br/

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

VEJA QUANTO DILMA, DEPUTADOS, SENADORES E MINISTROS DO STF GANHAM.

CLIQUE AQUI PARA TER ACESSO A TODAS ESTAS INFORMAÇÕES.

Fonte: http://noticias.uol.com.br/

RIACHO DA CRUZ: IRANILDA PLEITEIA CUMPRIMENTO DA LEI PARA SALÁRIOS DE AGENTES DE SAÚDE E DE ENDEMIAS.

O blog http://fotocertarcrn.blogspot.com.br/ veiculou matéria onde noticia que a vereadora Maria Irani de Oliveira, "Iranilda", protocolou requerimento solicitando ao poder executivo municipal, o cumprimento dos vencimentos dos agentes comunitários de saúde e de endemias do município, conforme determina a lei.
Com base na nota do referido blog, a edil respalda-se no artigo 9º-A, § 1º da Lei 12.994/2014, que assegura o salário de R$ 1.014,00 (Hum mil e quatorze reais) aos profissionais em tela.
Em contato telefônico com a vereadora, o http://rnpoliticaemdia2012.blogspot.com.br/ tomou conhecimento que um determinado profissional, recebe como salário, o valor de R$ 795,60 (setecentos e noventa e cinco reais e sessenta centavos), acrescido de 159,12 (cento e cinquenta e nove reais e doze centavos), à título de insalubridade. Também, o salário família referente a dois filhos, que totaliza R$ 49,32 (quarenta e nove reais e trinta e dois centavos), perfazendo um total de R$ 1.004,04 (Hum mil e quatro reais e quatro centavos). Ou seja, o salário anteriormente citado, acrescido de 20% por insalubridade, mais o salário família de dois filhos. 
Ressaltar vale, que as informações no tocante aos valores referidos, foram repassados pela vereadora Maria Irani de Oliveira, via telefone celular.
Iranilda faz parte do bloco oposicionista riachocruzense e tem tido uma ação destacada em prol da população local.



MPF COBRA NA JUSTIÇA A ELABORAÇÃO DO PLANO DE MANEJO DA FLORESTA NACIONAL DE ASSU.

O Ministério Público Federal (MPF) em Assu ingressou com uma Ação Civil Pública para obrigar o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade – ICMBio (autarquia federal vinculada ao Ministério do Meio Ambiente) a elaborar e implementar o plano de manejo da Floresta Nacional de Assu. De acordo com a legislação que instituiu o Sistema Nacional de Unidades de Conservação (SNUC), esse plano deveria estar pronto há nove anos.
O procurador da República Victor Queiroga, autor da ação, ressalta que a Lei 9985/2000, em seu artigo 27, determina que “as unidades de conservação devem dispor de um Plano de Manejo”, que “deve ser elaborado no prazo de cinco anos a partir da data de sua criação”. A área de preservação existe desde 1950, quando foi criado o Horto Florestal de Açu, mas foi transformada em floresta nacional somente em 2001. Portanto, o plano deveria ter sido concluído em 2006.
Para o MPF, é necessário urgência, pois a unidade se localiza em área urbanizada, próxima a vários empreendimentos que podem ocasionar impacto ao ecossistema local, incluindo um distrito industrial e um parque de exposições. Na floresta há espécies ameaçadas de extinção e a unidade é um importante refúgio da flora e da fauna típicas da caatinga, contando ainda com a Lagoa do Piató, uma das maiores do Rio Grande do Norte, atualmente seca em virtude da estiagem.
“Essa ação civil pública está inserida no contexto do ‘MPF em defesa das Unidades de Conservação’, um projeto nacional para fortalecer esse importante instrumento de defesa do meio ambiente. A elaboração do plano de manejo da Floresta Nacional de Açu, cuja elaboração está atrasada em mais de 13 anos, permitirá a compatibilização das atividades econômicas da região com a proteção ambiental indispensável à preservação da caatinga”, destacou Victor Queiroga.

Fonte: http://blog.tribunadonorte.com.br/politicaemfoco

AÇÃO JUDICIAL NO PIAUÍ DETERMINA SUSPENSÃO DO WHATSAPP NO BRASIL.

O Núcleo de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública do Piauí confirmou a existência de uma ordem judicial sigilosa que exige a suspensão do aplicativo WhatsApp em todo o território nacional.
Mesmo tendo caráter sigiloso, a decisão do juiz Luiz de Moura Correia, da Central de Inquéritos da Comarca de Teresina, tomada no dia 11 de fevereiro, vazou na internet nesta quarta-feira (25). O serviço não foi interrompido ainda porque os provedores teriam entrado com com recurso na Justiça contra a decisão de Correia.
A ação, segundo esclareceu o Núcleo de Inteligência, foi expedida em virtude de anterior descumprimento judicial do WhatsApp. Como as ações correm em segredo de justiça, não foram revelados os tipos de descumprimentos, mas, como aponta o órgão, estão baseadas em infrações referentes ao Marco Civil da Internet.
As referidas decisões tiveram início em 2013, mas até a presente data os responsáveis pelo Whatsapp não acataram as ordens judiciais.
Portanto, um mandado foi encaminhado aos provedores de infraestrutura (Backbones, ou seja, os serviços que conectam o Brasil à Internet) e aos provedores de conexão (operadoras de telefonia móvel, entre outras), para que suspendam temporariamente o aplicativo de mensagem instantânea, até que o WhatsApp cumpra a determinação judicial.
O prazo para a suspensão é de 24 horas e atinge os domínios whatsapp.net e whatsapp.com. Segundo a sentença, os provedores devem garantir a "suspensão do tráfego de informações de coleta, armazenamento, guarda e tratamento de registros de dados pessoais ou de comunicações entre usuários do serviço e servidores do aplicativo".


DECRETO PRESIDENCIAL DETERMINA BLOQUEIO DE RESTOS A PAGAR.


Avaliação de restos a pagar envolverá montante de R$ 142,6 bilhões.
Foram preservados PAC, Saúde, Educação e emendas obrigatórias.


O governo federal anunciou nesta quarta-feira (25) mais uma medida para conter gastos públicos e tentar, com isso, atingir a meta de superávit primário (economia para pagar juros e tentar manter sua trajetória de queda) de R$ 66,3 bilhões, ou 1,2% do Produto Interno Bruto (PIB), para todo o setor público neste ano.
Decreto presidencial publicado no "Diário Oficial da União" de hoje determina o "bloqueio e possível cancelamento" de despesas inscritas até 2014 em restos a pagar não processados dos órgãos e entidades do Poder Executivo Federal no valor de até R$ 142,6 bilhões. O total de restos a pagar inscritos até dezembro de 2014 soma R$ 227 bilhões e são majoritariamente referentes a despesas de investimentos (36%) e despesas obrigatórias (40%).
"O objetivo da medida é avaliar, em conjunto com os ministérios setoriais, a execução financeira e o planejamento fiscal das ações e projetos que ainda não foram liquidados", informou o Ministério do Planejamento em nota à imprensa.
De acordo com o governo, continuam preservados os saldos relativos a dotações orçamentárias do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) de 2014, do Ministério da Saúde, do Ministério da Educação que financiam a Manutenção e Desenvolvimento do Ensino, e aquelas decorrentes de emendas individuais obrigatórias instituídas na LDO 2014.
Desbloqueio
O Ministério do Planejamento também informou que os órgãos públicos poderão desbloquear os recursos inscritos em restos a pagar de despesas que iniciarem sua execução até 30 de junho de 2015.
"Nos casos em que não houver previsão de início da despesa até esta data, os ministérios deverão justificar a manutenção dos correspondentes empenhos à Secretaria de Orçamento Federal do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão e à Secretaria do Tesouro Nacional do Ministério da Fazenda até 30 de abril de 2015", acrescentou.
De acordo com o governo, os ministérios da Fazenda e Planejamento deverão se manifestar sobre a solicitação de desbloqueio até 30 de junho de 2015. "Após essa data, os saldos de empenhos de restos a pagar não processados que permanecerem bloqueados serão cancelados", informou o governo.
Segundo o Planejamento, os ministérios que possuem saldos dos restos a pagar não processados inscritos após 31 de dezembro de 2013 relativos a dotações orçamentárias do PAC cuja execução ainda não tenha sido iniciada, deverão justificar e informar, até 30 de abril de 2015, a data de previsão de início das despesas.
Restos a pagar
Toda despesa pública, segundo explicou o governo, passa pelas seguintes etapas: empenho (ato que cria ao Estado obrigação de pagamento), liquidação (verificação do direito de crédito ao credor) e pagamento (emissão de cheque ou ordem bancária em favor do credor).
Os restos a pagar, ainda de acordo com o Ministério do Planejamento, são as despesas empenhadas, mas não pagas dentro do exercício financeiro, ou seja, até 31 de dezembro, distinguindo-se as processadas das não processadas.
Os restos a pagar processados ocorrem quando a despesa é empenhada, liquidada e só falta ser paga, mas o ano termina antes do pagamento ou há algum impedimento para pagamento, e aqueles não processados acontecem quando a despesa é empenhada e o ano termina antes de ser liquidada e, consequentemente, paga.

Fonte: http://g1.globo.com/

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA OFICIALIZA CINCO LÍDERES PARTIDÁRIOS.

Os deputados estaduais Fernando Mineiro (PT), Souza Neto (PHS) e Cristiane Dantas (PC do B) compõem o terceiro bloco partidário da Assembleia Legislativa. A solicitação oficial foi protocolada na mesa diretora, com indicação de Mineiro como líder.
A formação do terceiro bloco altera composição anunciada anteriormente, na qual a deputada Cristiane Dantas participava de bloco com os deputados Jacó Jácome (PMN) e George Soares (PR). Agora, o deputado Carlos Augusto Maia (PT do B) é o novo integrante do bloco formado pelo PMN, PR e PT do B.
Os deputados Tomba Farias (PSB), Márcia Maia (PSB) e Agnelo Alves (PDT) integram o terceiro bloco parlamentar do Legislativo potiguar.
Somente as agremiações partidárias com bancadas a partir de três parlamentares podem participar das deliberações realizadas nas reuniões de lideranças. Na atual legislatura, somente PMDB (Ezequiel Ferreira, Álvaro Dias, Gustavo Fernandes, Hermano Morais e Nélter Queiroz), PROS (Ricardo Motta, Albert Dickson, Raimundo Fernandes e Gustavo Carvalho) e PSD (Dison Lisboa, Galeno Torquato e José Dias) possuem número suficiente para integrar o Colégio de Líderes.
As atribuições do Colégio de Líderes estão previstas no Regimento Interno do Poder Legislativo. Entre as competências do colegiado estão: opinar sobre a fixação do número de membros das comissões permanentes, bem como sobre a representação das bancadas nas diversas comissões; estabelecer entendimentos políticos entre as Bancadas, sem prejuízo da competência legislativa do plenário e das comissões; dispensar exigências e formalidades regimentais para agilizar a tramitação das proposições, segundo a Assessoria de Imprensa da Assembleia Legislativa.

Lideranças
- Fernando Mineiro (PT – PHS - PC do B)
- Jacó Jácome (PMN - PT do B - PR)
- Tomba Farias (PSB – PSB - PDT)
- Raimundo Fernandes (PROS)
- Gustavo Fernandes (PMDB)

Fonte: Regy Carte/http://omossoroense.uol.com.br/

PENDÊNCIAS: PGJ DENUNCIA PREFEITO POR FRAUDE EM LICITAÇÃO.

Fato ocorreu em 2011 e contou com a participação dos integrantes da então comissão permanente de licitação e particulares.

O Procurador-Geral de Justiça (PGJ) do Ministério Público Estadual (MPE), Rinaldo Reis Lima, ofereceu denúncia contra o prefeito de Pendências, Ivan de Souza Padilha, ao Tribunal de Justiça do Estado. O PGJ requer que o denunciado seja notificado para apresentar defesa no prazo de 15 dias e que o Pleno do TJ receba denúncia.
O MPE apurou que, em 2011, o denunciado juntamente com a então Comissão Permanente de Licitação fraudou o caráter competitivo do procedimento licitatório da modalidade Carta Convite nº013/2011. A fraude objetivou que a empresa RE Comércio e Serviços Representações LTDA, pertencentes a Renato Correia da Costa e Rosemary Palácio da Costa, ganhasse o certame. O ato implica em crime previsto no art. 90 da Lei nº 8.666/93.
A comissão era formada por Hildelice Silveira Bezerra dos Santos, Juliana Fernandes de Lima Moura, Anne Keilly Oliveira de Souza, com a participação dos particulares José Correia da Costa, Raimundo Fernandes de Oliveira, Sara Lylian dos Santos e Elizabethe Cristiane dos Santos.
Foi constatado que inexistiu concorrência entre os pretensos participantes para que fosse beneficiada a empresa citada — o que culminou no montante de R$ 77.200,00 retirado dos cofres públicos do Município de Pendências.
O objeto da contratação tratava-se de um aparelho médico-hospitalar – aparelho de Raio-X e processadora para Raio-X e, na época da aquisição, sequer contava o hospital municipal com condições adequadas para sua instalação, permanecendo o equipamento no almoxarifado da Secretaria Municipal de Saúde pelo período de um ano.
Vínculos
O MP esclarece na denúncia que o proprietário de uma das empresas participantes da suposta concorrência (JL Comércio e Serviços LTDA), José Correia da Costa, já havia constituído o quadro societário da vencedora do certame. A mesma empresa vencedora, RE Comércio e Serviços Representações LDA, inclusive também já pertenceu formalmente ao irmão de José Correia, Renato Correia da Costa.
Outro vínculo descoberto pelo MP é que Rosemary Palácio da Costa, além de esposa de Renato Correia da Costa, é junto com o cônjuge, sócia da Renascer Comércio e Serviços Representações LTDA, que também foi convidada para o certame fraudulento.
Já Sara Lylian dos Santos e Elizabethe Cristiane dos Santos, que são sobrinhas de Rosemary, faziam função de laranjas, já que formalmente são as proprietárias da RE Comércio e Serviços, embora os donos de fato sejam Rosemary e o marido, Renato Correia.
Ao final, o PGJ aponta que o certame licitatório não passou de simples formalidade para encobrir os estreitos vínculos que abarcavam os seus participantes, bem como o conluio que pairava entre eles e a municipalidade contratante, motivo pelo qual o chefe do MPE ofertou a denúncia contra o prefeito da localidade. Quanto às demais pessoas envolvidas na licitação fraudulenta o PGJ encaminhou representação para que o promotor de Justiça em exercício da Comarca de Pendências tome as providências cabíveis, haja vista não serem detentoras de foro por prerrogativa de função, segundo atual entendimento do TJRN.

Fonte: http://www.mprn.mp.br/

PMDB: "NÃO EXISTE CLIMA NEM RAZÃO PARA O IMPEACHMENT DE DILMA".

A onda virtual pró-impeachment da presidente Dilma Rousseff deixou em estado de alerta o PMDB, aliado mais importante do Planalto. Em conversa com os seus correligionários, o líder do PMDB na Câmara, Leonardo Picciani (RJ), rechaçou qualquer possibilidade de que um eventual processo de impedimento tenha adesão na Casa. "Não existe clima nem razão para o impeachment da presidente Dilma. Não existe", diz Picciani. Levantamento da consultoria Bites mostra que, no Facebook, 1 milhão de pessoas confirmaram presença em manifestações pela interrupção do mandato de Dilma, todas marcadas para 15 de março.

Fonte: Marcelo Sperandio/http://epoca.globo.com/

RAPIDINHAS DO RNPOLITICAEMDIA... DE LEVE...

O 10º SEMINÁRIO LEGISLATIVO promovido pela LOGOS - Assessoria & Pesquisa de Gestão, será em Tibau.
Muitas inscrições já foram concretizadas. Com vagas limitadas, em face da estrutura que disponibilizaremos, estamos muito perto de fechar o total de 50 participantes. 
Abaixo, a relação das cidades que estamos aguardando para finalizar inscrições. 

SEVERIANO MELO:
O presidente do legislativo já deu sinal que contaremos com vereadores da quele município. "Os vereadores que quiserem participar, a câmara bancará as inscrições", diz Derimar Barra.
TRIUNFO POTIGUAR:
Recebemos telefonema do contador do poder legislativo, sinalizando a participação dos edis da terra da Serra de João do Vale.
APODI:
O chefe do legislativo apodiense, Evan Filho, já marcou encontro amanhã com a LOGOS para fechar as vagas dos vereadores do município.
TABOLEIRO GRANDE:
Da terra das eleições municipais mais "arrochadas" do RN, confirmados dois vereadores. Aguardamos os contatos dos demais.
PERNAMBUCO TAMBÉM DEVE TRAZER REPRESENTANTE:
E é da minha terra que possivelmente virão os vereadores que viajarão mais quilômetros. Conterrâneos do Rei do Baião, lá de Exu, pelas mãos da vereadora e ex-secretária de turismo do município, Maria Helenilda Moreira, teremos parlamentares pernambucanos.
RODOLFO FERNANDES:
Já entrou em contato com a LOGOS, o presidente da câmara, Wilson Filho. De lá, também contaremos com vereadores.
GROSSOS:
Promessa de todos os vereadores no 10º SEMINÁRIO LEGISLATIVO. Aguardamos o contato para finalizar as inscrições.
UPANEMA:
O vereador Ibamar Costa e Silva, "Ibinha", já nos comunicou que contaremos com vereadores upanemenses. Falta saber quantos...
ICAPUÍ:
Do Ceará, também vem parlamentar. Vizinho de Tibau, teremos icapuienses conosco.
AREIA BRANCA:
Três vereadores estão perto de fechar até o momento. Vamos aguardar...

CAPITÃO BRILHANTE É QUEM ESTÁ SUGERINDO NOME DO NOVO COMANDANTE DO 6º BPM DE CAICÓ.

Ele pode até negar, mas fontes garantem ao Blog do Marcos Dantas que o futuro subcomandante do 6º Batalhão da Polícia Militar de Caicó, capitão Brilhante é o responsável pela sugestão do nome do novo comandante do BPM. O oficial já teria até feito alguma sugestões.




Fonte: http://marcosdantas.sisrn.com/

BONNER PRESSIONA, E GLOBO AFASTA SEGUNDO HOMEM DO JORNAL NACIONAL.

A Globo promoveu nesta semana uma dança das cadeiras na direção de alguns de seus programas jornalísticos. A mudança mais relevante é a saída Luiz Fernando Ávila do posto de editor-chefe adjunto do Jornal Nacional, cargo que ocupava desde 2007, o segundo na hierarquia do principal telejornal brasileiro, abaixo apenas do editor-chefe, William Bonner. A Globo diz que Ávila foi "promovido" a editor-chefe do Jornal Hoje, um jornal menos importante. Nos bastidores da emissora, a versão corrente é a de que Bonner pediu a cabeça de Ávila, com quem vinha tendo atritos.
A saída de Ávila causou um efeito cascata: Teresa Garcia, atualmente editora-chefe do Jornal Hoje, vai assumir a chefia de Redação da Editoria Rio, no lugar de Márcio Sternick, que passará a ocupar a chefia de Redação de Rede, função exercida por Monica Barbosa, que por sua vez será deslocada para a chefia de Redação do Globo Repórter. No lugar de Ávila no JN, entrará o editor Fernando Castro.
Como editor-chefe adjunto do Jornal Nacional, Ávila era o profissional que de fato fazia o telejornal andar, tomava as decisões que resultavam nas principais reportagens e grandes coberturas do telejornal. Um dos responsáveis pelo Emmy de 2011, pela cobertura da ocupação militar do morro do Alemão, no Rio de Janeiro, o jornalista estava em choque com Bonner.
Segundo uma fonte no JN, Bonner vinha pressionando Ávila. O relacionamento dos dois estava péssimo e piorou ainda mais recentemente, quando Bonner tirou do Jornal Nacional um editor que é amigo pessoal de Ávila. O editor-chefe adjunto não foi consultado sobre a "demissão" do amigo, comunicada à equipe em uma reunião em que ele não estava.
Apesar da fama de bom-moço, nos bastidores da Globo Bonner é tido como um profissional exigente, quase insuportável. Ele foi pivô da queda de Patrícia Poeta no Jornal Nacional, em setembro do ano passado.
A Globo nega que Bonner e Ávila tenham tido qualquer desavença. A versão oficial é a de que Ávila foi "promovido", em uma "movimentação natural de qualquer Redação".
De acordo com profissionais do jornalismo da Globo, no entanto, Ávila não ficou nem um pouco satisfeito com a mudança, já que foi "promovido" a um telejornal que a cúpula da emissora dá pouca importância, quando o natural, como já ocorreu com outros profissionais que ocuparam seu cargo, seria uma vaga de diretor na emissora.

Fonte: Daniel Castro/http://noticiasdatv.uol.com.br/
Foto: João Cotta/TV Globo

HOJE, NOSSO PROVEDOR NOS DEIXOU SEM TRABALHAR.

Por mais um dia, sem ter como trabalhar, já que o provedor nos deixou sem internet.

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

JUIZ FEDERAL É FLAGRADO DIRIGINDO PORSCHE DE EIKE BATISTA.

Veículo foi apreendido na casa do empresário durante operação da Polícia Federal no início de fevereiro.

O juiz Flávio Roberto de Souza, titular da 3ª Vara Criminal da Justiça Federal do Rio de Janeiro e que determinou a apreensão dos bens de Eike Batista, foi flagrado dirigindo o Porsche Cayenne branco do empresário. O flagrante foi publicado nesta terça-feira pelos jornais Extra e O Globo, no mesmo dia em que o magistrado foi visto chegando à sede da 3ª Vara Criminal com o veículo.
O Porsche foi apreendido junto com outros cinco veículos na casa de Eike durante operação da Polícia Federal no início de fevereiro. O veículo de luxo não está na lista dos cinco carros do empresário que devem ir a leilão nesta quinta-feira (26).
Reportagem do jornal O Estado de São Paulo também flagrou o juiz dirigindo o veículo no centro do Rio, próximo à sede do Tribunal Regional Federal. Imagens obtidas pelo O Globo mostram o juiz dirigindo o carro do empresário desde a sua residência, na Barra, até o Centro da cidade. Em outra fotografia enviada ao jornal, o veículo de Eike aparece estacionado na garagem do magistrado, de acordo com a reportagem. "É um fato da maior gravidade. Um bem apreendido precisa estar em poder da Justiça Federal, não na casa do juiz responsável pela decisão", diz Sérgio Bermudes, advogado de Eike que denunciou o caso, ao jornal O Globo.
De acordo com a Agência Estado, o juiz se defendeu alegando que levou o veículo para a garagem de seu prédio, na Barra da Tijuca, porque não havia vagas no pátio da Justiça Federal para todos os veículos apreendidos de Eike. Disse que levou os dois veículos mais caros, o Porsche e uma Hillux, e comunicou o Detran. Segundo o juiz, o objetivo era evitar que o carro fosse danificado ao ficar exposto aos efeitos do sol e da chuva. Apesar de chegar para dar expediente dirigindo o Porsche branco nesta terça, por volta das 10h30, o magistrado negou o uso do veículo em proveito próprio. "O carro estava em depósito na garagem fechada desde o dia em que foi apreendido até hoje. Ele nunca foi usado e só veio hoje para o pátio da Justiça porque entrará no próximo leilão e ficará exposto para os interessados", afirmou Souza.
Um ofício obtido pelo G1 mostra que o juiz Flávio de Souza pediu autorização ao Detran para que dois carros que pertenciam ao empresário, dentre eles o Porsche Cayenne, passassem a ser utilizados pela Justiça Federal.

Fonte: http://epoca.globo.com/
Foto: Cézar Loureiro/Agência O Globo