RNPOLITICAEMDIA2012.BLOGSPOT.COM

segunda-feira, 6 de abril de 2020

PREFEITO DE SÃO BERNARDO CHORA APÓS TER ALTA DA UTI

O prefeito de São Bernardo do Campo, Orlando Morando (PSDB), 45, publicou um vídeo em suas redes sociais no qual agradece pelo carinho que recebeu após ter sido infectado pelo coronavírus e ser internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva). "Muito obrigado, no meu coração eu achei que não ia voltar. Mas estou bem e agradeço muito a cada um de vocês do meu coração", disse no vídeo. Morando foi diagnosticado em 25 de março com o novo coronavírus e foi internado no domingo (29) após seu médico constatar piora do quadro clínico. Sem necessidade de oxigênio, o prefeito recebeu alta da UTI, mas segue internado em observação.











Fonte: Folhapress/A Cidade Online
Foto: Reprodução/Instagram

BOLSONARO DIZ QUE HORA DE QUEM ESTÁ "SE ACHANDO" VAI CHEGAR

"A minha caneta funciona", avisa o presidente durante conversa com apoiadores; ele diz que 'algo subiu na cabeça' de integrantes do governo.

Em meio a uma disputa e divergências com o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, sobre estratégia para combate ao novo coronavírus, o presidente Jair Bolsonaro mandou uma série de recados na tarde deste domingo, 5.
Em conversa com apoiadores em frente ao Palácio da Alvorada, ele disse que "algo subiu na cabeça" de pessoas do seu governo, mas que a "hora deles vai chegar". "A minha caneta funciona", afirmou Bolsonaro, sem mencionar nomes.
"Algumas pessoas no meu governo, algo subiu a cabeça deles. Estão se achando. Eram pessoas normais, mas de repente viraram estrelas. Falam pelos cotovelos. Tem provocações. Mas a hora deles não chegou ainda não. Vai chegar a hora deles. A minha caneta funciona. Não tenho medo de usará a caneta nem pavor. E ela vai ser usada para o bem do Brasil, não é para o meu bem. Nada pessoal meu. A gente vai vencer essa", declarou o presidente.
Bolsonaro escancarou seu descontentamento com Mandetta na última semana. O presidente disse que falta "humildade" ao ministro e, embora tenha afirmado que não pretende dispensá-lo "no meio da guerra", ressaltou que ninguém é "indemissível" em seu governo.
O protagonismo do auxiliar diante da crise envolvendo a pandemia do coronavírus já vinha incomodando o presidente há algum tempo. Questionado pelo Estadão sobre as declarações de Bolsonaro feitas na última quinta-feira, 2, Mandetta respondeu: "Trabalho, lavoro, lavoro", repetindo a palavra que significa "trabalho" em italiano.
No dia seguinte às declarações do chefe, Mandetta disse que continuaria no governo, afirmando que um médico não abandona o seu paciente. O incômodo de Bolsonaro não está restrito apenas à insistência de Mandetta em apoiar as quarentenas decretadas pelos Estados. O presidente também está extremamente irritado com o crescimento de popularidade de seu ministro, enquanto vê sua reprovação crescer entre a população, com atestam as pesquisas desta última semana.

Fonte: Matheus
Foto: Reuters


GESTANTE MORRE POR COVID 19. BEBÊ É RETIRADO COM VIDA E VAI À UTI

A fisioterapeuta Viviane Albuquerque morreu, na noite deste domingo (5), em um hospital particular de Recife, vítima de covid-19. Ela estava gestante de 31 semanas. O bebê foi retirado em procedimento cesariano na madrugada de ontem e está internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) em estado grave.
Foi o primeiro óbito de gestante com SRAG (Síndrome Respiratória Aguda Grave) causada pelo novo coronavírus em Pernambuco. O estado divulgou boletim mais cedo informando 201 casos confirmados da doença e 21 mortes até esta tarde.
Segundo apurou o UOL, Viviane estava internada com quadro de tosse e febre desde o início da semana. Na segunda-feira, ela fez o teste para coronavírus e, na quinta-feira (2), recebeu o resultado positivo do exame. No mesmo dia, foi levada para a UTI.
No sábado (4), ela precisou ser entubada. Devido à gravidade do caso, os médicos decidiram fazer a cesárea e retirar o bebê na madrugada.
Segundo relatos de amigos, Viviane era saudável, fazia academia com frequência e atuava como profissional da saúde. Na última postagem que fez, no dia 25 de março, ela publicou uma foto em preto e branco no Instagram segurando a barriga, quando estava com 30 semanas de gestação.
LEIA MATÉRIA COMPLETA AQUI

Fonte: Carlos Madero/UOL
Foto: Reprodução Facebook

ALEXANDRIA: MORRE ANTÔNIO DINIZ

Por meio de informação do médico Napoleão Veras, diretor do Hospital e Maternidade Guiomar Fernandes, noticiamos o falecimento de Antônio José Diniz, que por mais de 20 anos administrou o HMGF.
Alexandriense, casado com Nina Emídio Diniz, com que teve 5 filhos. Exerceu com maestria o cargo de vereador em sua terra natal. Também foi chefe do escritório do antigo FUNRURAL, sendo sempre reconhecido por sua honradez e seriedade,onde, pautado nisso, deixado um legado ímpar para toda sua família.
Antônio Diniz foi vitimado por conta de um Acidente Vascular cerebral (AVC), aos 86 anos.
O sepultamento ocorrerá na amanhã desta segunda-feira, em Alexandria.









Foto: Arquivo Pessoal

CORONAVÍRUS NO BRASIL: DEVEMOS COMEMORAR A QUEDA NO NÚMERO DE NOVOS CASOS?

Brasil tem acréscimo de 852 casos neste domingo (5), contra 1 222 no sábado. Apesar de o país não viver o pior cenário, é cedo para afrouxar as medidas.

O Brasil chegou, neste domingo (5), à marca dos 11 000 casos confirmados de Covid-19. Nas últimas 24 horas, foram registrados 852 novos doentes – a menor taxa desde o dia 30 de março – e 54 mortes, contra as 73 computadas no último sábado. Diante da redução nos números de casos e óbitos diários por conta do coronavírus, a tentação é de se creditar a boa notícia à efetividade das medidas de contenção adotadas pelos estados – em São Paulo, por exemplo, a quarentena está em vigor desde o dia 24 de março e na próxima terça, 7, deve ser estendida até o dia 23 de abril, conforme antecipou o site de VEJA. Especialistas ouvidos por VEJA, entretanto, alertam: é cedo para comemorar.
“Precisamos ter em mente que o número de novos casos se refere aos doentes que tiveram o resultado do exame revelado, e não todas as pessoas que chegaram no hospital ou morreram naquele exato dia. Sem testar todo mundo, é muito difícil saber o que os dados realmente significam. Além disso, os testes levam alguns dias para ficarem prontos, e com a grande demanda, estão demorando mais do que o normal”, diz a microbiologista Laura Freitas, da Universidade de São Paulo (USP), que lembra que os dados computados hoje podem dar conta de exames feitos há até duas semanas. “Usar os números do dia-a-dia como parâmetro para dizer que a pandemia está diminuindo ou aumentando gera uma noção falsa”, defende a especialista.
Para o médico Cláudio Lottenberg, presidente do Conselho Deliberativo do Hospital Albert Einstein, a queda só pode ser comemorada se for mantida por alguns dias. “Em um curto período, pode haver subnotificação. A gente vai começar a ficar mais sereno quando a redução de novos casos e mortos tiver alguma constância”, explica. Ele não descarta, entretanto, que os números sejam reflexo da contenção. “As medidas de isolamento têm efeito imediato na capacidade de transmissão do vírus e afetam a curva exponencial. Mas só teremos como ter certeza em alguns dias. Até lá, se a gente comemorar, as pessoas relaxam e tudo regride”, ressalta.
O exemplo mais evidente da impossibilidade de se comemorar alguma vitória com base nos resultados de um único dia é a Itália, onde o coronavírus já ceifou 15 887 vidas. Em 23 de março, o país anunciou a primeira queda no número de mortos e infectados desde o início do surto: naquele dia, “apenas” 601 pessoas haviam morrido, contra 651 no dia anterior. O número de novos doentes caiu de 3 957 para 3 780. Seis dias depois, o país ganharia as manchetes do mundo inteiro com o terrível recorde de 969 mortos em 24 horas – número que só seria superado pelos Estados Unidos na última sexta-feira, quando foram reportados 1 169 óbitos.
“Não parece que estamos seguindo o caminho da Itália, mas nossa subida está muito mais rápida do que a da China, por exemplo. Embora não estejamos no pior cenário, a situação do Brasil não está sob controle”, ressalta o infectologista Leonardo Weissman, da Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI). Portanto, é muito cedo ainda para relaxar as precauções. Fique em casa.

Fonte: Maria Clara Vieira/Veja
Foto: Web

domingo, 5 de abril de 2020

SENHOR JESUS DE NAZARÉ, ESTAMOS ENTREGUES À VÓS


BRASIL TEM 486 MORTES PELO CORONAVÍRUS. CASOS CONFIRMADOS SÃO DE 11.130

O Ministério da Saúde, em nova atualização, apresenta 486 óbitos em todo o país, causados pelo coronavírus. O índice de letalidade é de 4,4%.
Quando aos casos confirmados, totaliza-se 11.130.
Um aumento tanto em números de mortes, como de casos confirmados, com 12,55% e 8,28%, respectivamente.


JUSTIÇA MANDA PRENDER MILITAR DA RESERVA DO EXÉRCITO DE 70 ANOS SUSPEITO DE ABUSAR SEXUALMENTE DE CRIANÇA DE 7 ANOS EM CAICÓ

Policiais civis da 3° Delegacia Regional de Polícia de Caícó, na região do Seridó Potiguar, comandada pelo Dr. André Albuquerque, prenderam, na última sexta-feira (03), um idoso de 70 anos, suspeito de praticar abuso sexual, com uma criança de 7 anos de idade, crime ocorrido naquela cidade.
De acordo com o delegado André Albuquerque, a prisão do idoso que não teve o nome revelado pela polícia, se deu em cumprimento a um mandado de prisão preventiva expedido pela justiça da comarca do município. As investigações foram iniciadas a partir de denúncias e concluiu que o idoso abusava da menina quando ficava sozinho com ela dentro de casa.
Ainda de acordo com as investigações conduzidos pelo Dr. André, o crime vinha sendo praticado desde 2019. Além disso, denúncias de outras mulheres chegadas á delegacia da Polícia Civil de Caicó relatavam também que teriam sido abusadas sexualmente pelo acusado quando eram crianças.
Durante o cumprimento do mandado de busca na casa do suspeito, que é militar da reserva do Exército nada de ilícito foi encontrado. Ele negou a veracidade das acusações.Após ser preso ele foi encaminhado ao 1ª Batalhão de Engenharia de Construção (BEC), em Caicó, onde ficará à disposição da Justiça.
A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações de forma anônima através do Disque Denúncia 181.

Fonte: Fim de Linha

RN TEM 7º ÓBITO REGISTRADO. NÚMERO DE CASOS CONFIRMADOS SOBE PARA 2.354

Na tarde deste domingo, a Secretaria de Saúde do Estado do Rio Grande do Norte, veiculou os mais recentes números do coronavírus em terras potiguares.
O número de mortes sumiu 16,66% com o óbito de uma senhora de 71 anos, que esteve em viagem para os Estados Unidos recentemente. Totaliza-se assim a 7ª morte pelo coronavírus. As cidades de Mossoró (3); Natal (2); Taipu (1) e Tenente Ananias (1) são os municípios que registraram as mortes.
Já no que tange o número de casos confirmados, o aumento foi de 12,55%, chegando a 242 casos de pessoas infectadas.
E a quantidade de casos suspeitos, também subiu de 2.216, ontem, para 2.354 neste domingo. Um acréscimo de 6,22%.


NATAL TEM SEGUNDO ÓBITO EM DECORRÊNCIA DO CORONAVÍRUS

A Secretaria Municipal de Saúde de Natal, (SMS-NATAL), informa que neste domingo (05) veio a óbito a segunda vítima diagnosticada pelo Covid-19 na capital potiguar. 
A paciente é uma mulher de 71 anos, com histórico de hipertensão, que esteve em viagem para os Estados Unidos no período de 07.03 a 18.03.
Ao chegar em Natal iniciou os sintomas no dia 21.03, onde buscou um hospital da rede privada no dia 23 de março apresentando dificuldade de respirar e dores no corpo, dor de cabeça e permaneceu internada.
A prefeitura de Natal se solidariza com familiares e amigos da vítima.

Fonte: Heitor Gregório

ITÁLIA REGISTRA PELA 1ª VEZ REDUÇÃO DE PACIENTES DE COVID 19 EM UTI's

Pela primeira vez desde o início da epidemia de coronavírus na Itália, o país registrou neste sábado (4) uma diminuição de pacientes graves internados em UTIs e começa a ter esperança de, enfim, frear a propagação da doença. A Itália continua sendo o país mais afetado pela Covid-19 no mundo, com mais de 15.000 mortos.

O número de doentes em reanimação nos hospitais italianos é agora inferior a 4.000, isto é, neste sábado 3.994 pacientes estavam internados em UTIs contra 4.068 na sexta-feira (3).
A redução é considerada uma notícia importante porque ela diminui a pressão nos hospitais do país. A queda foi mais expressiva na Lombardia, no norte da Itália. Nessa região de Milão, a mais afetada do país, os hospitais estão lotados, mas nas últimas 24 horas 50 pacientes puderam deixar a UTIs, reduzindo para 1.326 pessoas em reanimação.
Balanço diário de mortos ainda elevado
Segundo o balanço diário divulgado pelas autoridades italianas, 681 pessoas morreram vítimas da COVID-19 entre sexta-feira e sábado. O saldo de mortos ainda é elevado, mas representa um recuo de 10% na comparação com o dia anterior.
O chefe da Proteção Civil italiana, Angelo Borelli, ressaltou que o número de mortes "está em diminuição constante ». Em 27 de março, a Itália atingiu quase 1.000 mortos.
As informações das últimas 24 horas trazem esperança, mas não significam que a batalha está vencida, alertam as autoridades. “Isso não deve ser interpretado como um sinal de que superamos a fase crítica. Os dados demostram que as medidas adotadas são úteis », destacou o diretor do Conselho de Segurança de Saúde, Feranco Locatelli.
Os índices de contaminação do novo coronavírus na Itália começaram a diminuir há uma semana. Mas as autoridades preveniram os 60 milhões de habitantes, que vivem a quarta semana de quarentena, que as medidas de isolamento social não serão suspensas imediatamente.
O último balanço indica que a Covid-19 matou 15.362 pessoas na Itália desde o início da epidemia no país no final de fevereiro. A segunda nação no mundo com o maior saldo de mortos é a Espanha, com 11.744 vítimas fatais. Mas a situação dos Estados Unidos preocupa. O país registrou o maior número de mortos nas últimas 24 horas, 1.399 novos óbitos, e contabiliza agora 8.098 mortes. Em todo o mundo, a doença provocou ao menos 63.437 vítimas fatais desde que surgiu em dezembro, na cidade de Wuhan, na China.

Fonte: RFI.RF
Foto: Pietro Cruciatti/AFP

PADRES RENUNCIAM RENDIMENTOS E DIOCESE NO SERTÃO DA PARAÍBA DOARÁ RESPIRADOR A HOSPITAL

O clero da Diocese de Patos (PB) juntamente com o bispo Dom Eraldo da Silva renunciaram todos os seus rendimentos durante 2 meses., segundo in formações do Jornal da Paraíba.
O dinheiro este que está em uma conta, será utilizado para comprar um respirador que será doado para o hospital regional de Patos.
A decisão foi tomada nesta sexta-feira (3 de abril) e foi manifestada através do próprio bispo Dom Eraldo e seguida por todos os padres e diáconos da diocese.
O bispo também está oferecendo o interior das 40 paróquias de sua diocese, para que as autoridades de saúde municipais, estaduais utilizem para criação de leitos e locais de tratamento aos doentes. Dom Eraldo percorreu na quinta (2 de abril) as ruas de Patos fazendo a benção do Santíssimo e pedindo junto com o povo pelo fim da peste.

Fonte: Observatório Católico

AUGUSTO HELENO CHAMA COMUNISTAS DE ALIENADOS E SONSOS

General que faz parte do governo Bolsonaro usou o Twitter para criticar o governador do Maranhão, Flávio Dino.

O chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno, criticou, na manhã deste domingo (5), a atuação de governadores durante a pandemia do coronavírus. Em uma publicação na sua conta oficial do Twitter, Heleno atacou diretamente o governador do Maranhão, Flávio Dino.
“Flávio Dino, Gov do Maranhão, creditou ao Pres Bolsonaro os 300 óbitos do Covid 21. Sempre acreditei, pelo passado histórico, que comunistas são seres alienados, sonsos, insensíveis e insensatos. Atitudes como essa confirmam esse perfil”, escreveu Heleno.
Após cerca de duas horas após a publicação, o comentário foi apagado da conta do ministro.

Fonte: Estadão Conteúdo/Exame
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

ÁTILA IAMARINO: "2% DE MORTES É MUITO PARA UM VÍRUS QUE PEGA TANTA GENTE"

Para o biólogo que alertou o país sobre projeções mais sombrias da Covid-19, o discurso contra o isolamento cairá por terra em até três semanas.

O virologista Átila Iamarino, de 35 anos, explodiu na internet com um vídeo descrevendo um estudo que projetava 1 milhão de mortos no Brasil em razão do novo coronavírus. Criticado por uns por alarmismo, elogiado por outros por escancarar a severidade do problema, o cientista afirma que os números deixam muito claro que a Covid-19 não é uma doença trivial. “Ter 2% de mortes é muito para um vírus que pega tanta gente”, afirma.
Em entrevista ao GLOBO, Átila explica por que faz um apelo ao público para ouvir a ciência com atenção, sem buscar usá-la apenas para atacar o governo chinês ou o presidente do Brasil.

Fonte: Rafael Garcia/O Globo
Foto: Arquivo Pessoal

CRIVELLA ANUNCIA DECRETO QUE IMPÕE TURNOS DE TRABALHO NO RIO

Marcelo Crivella anunciou neste domingo que vai publicar um decreto que estabelece turnos de trabalho para a indústria, comércio e serviços como forma de evitar aglomerações no transporte público do Rio.
“O início do primeiro turno será para os setores das fábricas, depois as atividades essenciais mantidas abertas e, na sequência, o setor de serviços. Essa medida tem por objetivo acabar com a lotação dos meios de transportes”, afirmou.
O decreto deve ser publicado no início desta semana, segundo o prefeito.

Fonte: O Antagonista