RNPOLITICAEMDIA2012.BLOGSPOT.COM

RNPOLITICAEMDIA2012.BLOGSPOT.COM
RIO GRANDE DO NORTE

domingo, 23 de novembro de 2014

ASSOCIAÇÃO MÃE GUSTA "ABRAÇA" VIVIANE MORAIS.

A Associação Mãe Gusta, em Rafael Fernandes, conta com mais um grande benefício para seus associados. A médica Viviane Morais passou a atender na sede da entidade, propiciando mais vantagens para seus associados.
Ela é clínica geral e irá atender as famílias cadastradas na unidade. Além da consulta médica no consultório – que abrange toda a família desde gestantes, recém-nascidos, deficientes físicos até a melhor idade -, a médica atenderá também os pacientes acamados (impossibilitados de irem até a unidade), através de visitas domiciliares, como parte de um novo projeto pela direção da Associação Mãe Gusta.
"Temos aqui várias especialidades médicas, que trás benefícios para o povo rafaelense. Dra. Viviane vem para somar esforços em prol da melhoria do atendimento médico da nossa associação, disse uma associada minutos antes de ser atendida.        

LÍDER DO PT NO SENADO FEDERAL É ACUSADO DE RECEBER R$ 1 MILHÃO.

Humberto Costa (PT-PE) integra uma extensa lista de políticos acusados pelo ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa.

O líder do PT no Senado, Humberto Costa (PT-PE), recebeu R$ 1 milhão do esquema de propinas e corrupção na Petrobras para sua campanha em 2010, segundo afirmativa do ex-diretor de Abastecimento da estatal Paulo Roberto Costa em um dos seus depoimentos da delação premiada.
O petista integra uma extensa lista de políticos acusados pelo ex-diretor da Petrobras na delação por meio da qual espera ter sua pena reduzida. Dos depoimentos sigilosos, já vieram à tona outros nomes de supostos beneficiários de dinheiro de propina dos contratos da Petrobras, como o da ex-ministra da Casa Civil Gleisi Hoffmann, também do PT, o do ex-senador, já morto, Sérgio Guerra, do PSDB, e o do ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos, do PSB, que também já morreu.
Gleisi e Campos teriam recebido o dinheiro, por meio de intermediários, para campanhas políticas. No caso de Guerra, teria sido para abafar as investigações de uma CPI sobre a Petrobras instalada no Congresso Nacional no ano de 2009. Gleisi o PSDB e o PSB negam ter recebido propinas, assim como o líder do PT no Senado.
No caso de Humberto Costa, o ex-diretor da estatal disse que o dinheiro foi solicitado pelo empresário Mário Barbosa Beltrão, amigo de infância do petista e presidente da Associação das Empresas do Estado de Pernambuco (Assimpra). Paulo Roberto Costa disse que o dinheiro saiu da cota de 1% do PP (Partido Progressista), que tinha o controle político da diretoria de Abastecimento da estatal.
Ainda segundo o ex-diretor, outras unidades da companhia foram loteadas para o PT (Serviços) e o PMDB (Internacional). Cada diretoria arrecadava 1% de cada grande contrato. A Diretoria de Serviços, sob o comando político do PT, realizava todas as licitações das demais unidades e, por isso, o partido recebia outros 2% sobre os contratos da estatal, segundo o ex-diretor de Abastecimento.
Paulo Roberto Costa assumiu o cargo em 2004, por indicação pessoal do então deputado José Janene (PP-PR), que integrava a base aliada do Palácio do Planalto na gestão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Janene, que foi réu no processo do mensalão, morreu em 2010. Segundo o delator, o PP decidiu ajudar a candidatura de Humberto Costa, razão pela qual teria cedido parte de sua comissão. Paulo Roberto Costa afirmou ainda que, se não ajudasse, seria demitido.
Humberto Costa, o primeiro senador pelo PT de Pernambuco, foi eleito em 2010. Havia exercido antes o cargo de secretário das Cidades de Pernambuco (2007 a 2010) no governo Eduardo Campos e foi ministro da Saúde no primeiro mandato de Lula, de janeiro de 2003 a julho de 2005.

Fonte: Moisés de Lima/http://portalnoar.com/ , com informações são do jornal O Estado de São Paulo

PREFEITO DE PAU DOS FERROS DISSE NA FM VIDA 107,9 DE MARTINS QUE EX-ALIADO DEIXOU DÍVIDAS E OBRAS INACABADAS.

Guerra decretada entre o prefeito de Pau dos Ferros, Fabrício Torquato, e seu antecessor (e ex-aliado), Leonardo Rêgo. Provável adversário em 2016, Torquato foi ao ataque e acusou Rêgo de deixar dívidas e obras inacabadas. As denúncias foram feitas durante entrevista nesta sexta, 21 no programa "Radio Cidadão" comandado por Zé Nilson na FM Vida Martins RN. “Assim que assumi o posto de prefeito, herdei uma dívida de R$ 9.788.962,67 referentes a precatórios que já tinham sido finalizados entre os anos de 2005 e 2012. Eu precisava pensar na governabilidade da minha gestão e na dos meus sucessores, porque senão aquele montante se tornaria uma bola de neve”, disparou.
“Precisamos apresentar à população a realidade de alguns fatos no que diz respeito às obras traumáticas que herdamos. O abatedouro público inacabado que está aí não apresenta mais viabilidade de conclusão, virou em elefante branco. Nem naquele local poderia mais, pois virou área urbana. Já garantimos recursos da ordem de 400 mil para a construção de um novo abatedouro e estamos procurando um melhor local para a construção. Ainda assim, precisaremos entrar com uma contrapartida no valor de 200 mil reais por parte da Prefeitura”, continuou Fabrício Torquato.

Fonte: Robson Pires/http://martinsempauta.blogspot.com.br/

AGENTE DA LEI SECA É SONDADA PELA "PLAYBOY" PARA POSAR NUA.

LUCIANA TAMBURINI FICOU FAMOSA AO SER CONDENADA POR "ENQUADRAR" JUIZ.

Nem atriz global, nem Panicat, nem ex-BBB. A "Playboy" quer a agente da Lei Seca, Luciana Tamburini, na capa da edição de dezembro da publicação. A morena ficou famosa após ser condenada por autuar um juiz em uma blitz no Rio de Janeiro. A decisão chamou a atenção de imprensa e Luciana deu entrevistas para diversos programas de TV.Segundo o jornal "Extra", o convite feito a agente da Lei Seca visa resgatar os ensaios com mulheres anônimas que acabaram se tornando manchete dos jornais.Será que Luciana aceita mostrar na revista como veio ao mundo?


A LEI QUE PROMETE SER O PESADELO PARA EMPRESAS CORRUPTAS.

Congresso aprovou em julho de 2013 lei para fechar o cerco a empresas que integram esquemas de corrupção. Mas até hoje Dilma não editou decreto para regulamentar medida.

Em dezembro de 2003, entrou em vigor no país o decreto de criação do Conselho de Transparência Pública e Combate à Corrupção, um colegiado destinado a pensar medidas de aperfeiçoamento da administração pública e estratégias de enfrentamento de irregularidades. A época era próspera para o engenheiro Paulo Roberto Costa, que mantinha uma sólida carreira na Petrobras e estava prestes a ocupar a poderosa diretoria de Abastecimento da estatal – posto do qual ele operou o mais vultuoso esquema de desvio de recursos públicos de que se tem notícia no Brasil.
Dez anos depois, o Congresso Nacional aprovou a chamada Lei Anticorrupção, endurecendo – enfim – o cerco a empresas que abastecem propinodutos e abrindo espaço para que elas sejam penalizadas, inclusive, com a dissolução obrigatória se tiver se beneficiado de malfeitos. A manifestação tardia do Congresso sobre a importância de estancar esquemas de corrupção ficou mais evidente nos últimos meses, período no qual o país tem sido surpreendido diariamente com a ousadia de empresários e lobistas que, com a bênção de políticos, articularam o megaesquema de lavagem de dinheiro que movimentou pelo menos 10 bilhões de reais. Não é exagero afirmar que a existência há mais tempo de uma lei dura poderia ter inibido o assalto aos cofres da Petrobras com a participação das maiores empreiteiras do país.
“A lei trouxe um impacto inibidor da corrupção, uma vez que agora é possível alcançar diretamente o agente corruptor, ou seja a empresa, e em seu patrimônio”, diz o ministro da Controladoria Geral da União, Jorge Hage. Para ele, ao punir as companhias corruptoras pela via administrativa, o poder público ainda se livra de ter de aguardar a morosidade do Judiciário para reaver os valores desviados. “Com a lei não será necessário aguardar o moroso processo judicial que existe hoje no país, em que o excesso de recursos protelatórios faz com que um processo na Justiça dure quinze ou vinte anos”, afirma.
“Não tenho dúvida de que a Lei Anticorrupção estabeleceu um novo grau de responsabilização das empresas e uma nova relação com o poder público. Com a lei fica mais fácil responsabilizar as empresas porque passamos a ter a responsabilidade objetiva, que é aquela sem a necessidade de se provar a intenção ou de se comprovar o conhecimento do fato. Basta termos a confirmação de que o fato ocorreu e que a empresa tinha interesse ou se beneficiaria com aquele fato”, completa o advogado Luiz Navarro, ex-secretário-executivo da CGU e um dos idealizadores da nova legislação. “Quando se pensou a lei, a ideia era que a empresa sempre fosse responsabilizada. Se a lei pudesse ser aplicada no caso da operação Lava Jato, as empreiteiras não seriam poupadas”, afirma.

CLIQUE AQUI  PARA LER A MATÉRIA COMPLETA.

Fonte: Larrysa Borges/http://veja.abril.com.br/

VENHA-VER: CHEFE DO LEGISLATIVO SERÁ AGRACIADO COM MEDALHA TIRADENTES, EM BELO HORIZONTE.

O presidente da Câmara de Vereadores de Venha-Ver, Antônio Carlos, "Carlinhos", receberá a medalha Tiradentes, no próximo dia 27 de novembro, no auditório do Dayrell Hotel, na cidade de Belço Horizonte. O evento contará com a presença de diversas autoridades. Na oportunidade, o edil participará do 1º Seminário Nacional de Membros de Mesa Diretora das Câmaras Municipais.
"Tenho muito orgulho de ser indicado a Medalha Tiradentes. É o reconhecimento do trabalho que tenho desempenhado como legislador. Venha-Ver sabe do esforço que tenho feito, para dirigir o legislativo, sempre pautado na conduta que o cargo requer", disse Antônio Carlos.



sábado, 22 de novembro de 2014

MORRE NO CEARÁ "SEU LUNGA", UM DOS MAIS FOLCLÓRICOS NOMES DA CULTURA POPULAR NORDESTINA.

Joaquim dos Santos Rodrigues, conhecido como "Seu Lunga", morreu às 9h30 da manhã deste sábado, 22, na cidade de Barbalha, no Interior do Ceará. Seu Lunga foi internado na última quarta-feira, 19, por complicações no sistema digestivo. O quadro piorou na sexta-feira, levando ao falecimento do poeta.
Seu Lunga tinha 87 anos e estava internado no Hospital São Vicente de Paulo, em Barbalha, onde tratava de um câncer de esôfago.
De acordo com Demontier Tenório, primo em segundo grau do sucateiro, há cerca de seis meses ele foi submetido a uma cirurgia no esôfago, mas se recuperava bem.
A previsão é que o corpo seja velado na Capela de São Vicente, em Juazeiro no Norte, próximo à sua residência. O sepultamento deve ocorrer no Cemitério do Socorro. Os horários ainda não estão definidos.
Seu Lunga era um poeta, vendedor de sucata e repentista do Juazeiro do Norte, que ganhou notoriedade pelo seu temperamento forte, tornando-se um personagem do folclore nordestino. Seu apelido veio de uma vizinha que lhe chamava de Calunga, devido a sua loja. Com os passar dos anos ficou apenas Lunga.

Fonte: O Povo/http://www.portalnco.com.br/

DERRUBADA DE VETO POSSIBILITA CRIAÇÃO DE SEIS NOVOS MUNICÍPIOS NO RN.

A criação de seis novos municípios no Rio grande do Norte, sendo dois deles somente na microrregião da Chapada do Apodi, poderá se concretizar a menos tempo do que se imagina. Isso só será possível por que os deputados federais pretendem derrubar o veto presidencial sobre o projeto de lei complementar que regulamenta a criação de novas cidades em todo o território brasileiro.
A notícia foi dada por parlamentares após participarem de um seminário promovido pela Comissão de Integração Nacional da Câmara dos Deputados na última terça-feira, 18 de novembro. Segundo o presidente da Confederação Nacional dos Municípios Paulo Ziulkoski, a derrubada do veto é defendida pelos deputados por que todos os 1530 municípios criados, após o ano de 1988, melhoraram seus indicadores sociais.
Na Chapada do Apodi, os distritos de Soledade, em Apodi, e São Geraldo, em Caraúbas, lutam há vários anos pela emancipação política do seu, respectivo, município-mãe. Para Vandilson Targino, presidente do Movimento Emancipalista do Rio Grande do Norte, o MOERN, a possibilidade de derrubada do veto presidencial contra a criação de novos municípios representa uma vitória do movimento, apesar da grande demora na decisão.
Além de presidente do movimento a nível estadual, Vandilson coordena o grupo que busca a separação política do distrito de Soledade do território apodiense. Ao SOS Notícias do RN, ele informou que o objetivo dessa luta, que já dura 18 anos, é melhorar a qualidade de vida dos moradores locais, através do desenvolvimento das potencialidades do distrito que muitas vezes é esquecida pelo poder público.
Em todo o estado potiguar, seis comunidades distritais pleiteiam sair da condição de distrito e passar a município. No Brasil, são mais de 800, entretanto somente 180 poderão concretizar suas lutas e se tornar municípios, uma vez que o projeto é restritivo.

Fonte: SOS Notícias do RN/Atualidades/http://patu-emfoco.blogspot.com.br/

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

"NÃO SAI DO QUARTO", DIZ PAI DE JOVEM DE VÍDEO DE SEXO COM VEREADOR, NO AM.

Homem diz que filha está abalada e não frequenta escola há duas semanas.
Parlamentar está preso e aguarda conclusão de inquérito em dez dias.


O pai de uma das duas adolescentes, que aparecem em vídeos de sexo com o vereador de Apuí Jadson Martins de Oliveira, falou pela primeira vez sobre o caso. O homem, que tem 33 anos, disse ao G1 que a filha está abalada, não sai do quarto de casa e não frequenta a escola há duas semanas. Para ele, o parlamentar agiu de má-fé ao registrar as imagens das relações sexuais com a jovem. O vereador está preso desde quinta-feira (20), em Apuí, município a 435 km de distância de Manaus. Ao comparecer à delegacia do município para prestar depoimento, ele se manteve em silêncio e deverá se pronunciar somente em juízo, disse o advogado do parlamentar.
Na primeira quinzena deste mês, os vídeos com adolescentes de 15 e 16 anos, gravados pelo vereador Jadson Martins, foram divulgados em Apuí e, em poucos dias, as imagens tinham sido compartilhadas entre a população da cidade. As gravações mostram que as jovens pediram para que o parlamentar parasse de filmar, mas ele manteve a câmera ligada. Em determinado momento, o rosto do suspeito é filmado beijando uma das adolescentes. Os vídeos contêm, ainda, cenas de sexo explícito.
Para o pai de uma das vítimas, o vereador agiu de má-fé ao gravar as meninas durante relações sexuais. Segundo o pai, Jadson tinha ciência que estava cometendo um crime. "As próprias imagens mostram o momento que ela [filha] pede para não gravar e ele [vereador] continua filmando. Ele é um adulto e parlamentar, não podia fazer isso. A nossa revolta é de ele ter gravado, expondo a imagem das meninas. Esperamos o resultado final e que a Justiça faça justiça. Não é de hoje que isso acontece no município", revelou o pai da adolescente de 15 anos.
O pai da jovem revelou ainda que a filha está abalada e que não frequenta a escola há duas semanas. Ela deverá concluir o primeiro ano do ensino médio em uma unidade de ensino no estado de Rondônia. "Viajamos com ela para Porto Velho, ficamos lá por duas semanas. Porém, voltamos para Apuí para minha filha depor. Ela está abalada e não quer ficar na cidade. Ela fica trancada no quarto e não quer conversar conosco. Vou levá-la para morar com a avó. Ela está precisando de ajuda psicológica", informou.
Jadson de Oliveira foi preso, na tarde desta quinta-feira (20), ao comparecer à delegacia de Apuí para prestar depoimento. Durante o interrogatório, ele se manteve no direito de permanecer em silêncio e deverá se pronunciar somente em juízo, segundo o advogado dele.
O vereador já havia sido afastado da Câmara Municipal de Apuí na segunda-feira (17), quando foi aberta Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigá-lo. O vereador também foi afastado do partido ao qual era filiado (PSB), na terça-feira (18).
Inquérito
O caso começou a ser investigado logo após familiares das vítimas formalizarem denúncia no dia 14 deste mês. A Polícia Civil já ouviu cinco pessoas, incluindo as duas adolescentes que aparecem nas imagens e outra jovem que procurou a polícia para relatar ter siso vítima do vereador.
O delegado titular da delegacia de Apuí, Francisco Rocha, explicou que tem um prazo de dez dias para concluir o inquérito e encaminhá-lo à Justiça. "Temos até o final do mês, mas antes disso concluiremos porque falta apenas o relatório", informou o delegado.
De acordo com o delegado, as adolescentes confirmaram, em depoimento, que são elas que aprecem nos vídeos e identidade do homem que grava as imagens. As jovens negaram ter recebido proposta de dinheiro ou vantagens. "Elas disseram que não foram coagidas ou ameaçadas", disse Francisco Rocha.
O vereador deve responder pelo crime no Artigo 240 do Estatuto da Criança e Adolescente (ECA), que prevê pena para quem produzir, reproduzir, dirigir, fotografar, filmar ou registrar, por qualquer meio, cena de sexo explícito ou pornográfica, envolvendo criança ou adolescente.
A Polícia Civil investiga também o responsável pela divulgação dos vídeos pornográficos. As investigações da polícia apontaram que as imagens foram divulgadas depois que o cartão de memória do aparelho de celular do vereador teria sido furtado. "Ele filmou e os vídeos vazaram após o cartão de memória ser subtraído", afirmou o delegado.

Fonte: Adneison Severiano/http://g1.globo.com/
Foto: Ivanir Valentim/TV Amazonas

RIACHO DA CRUZ: VEREADORA TEM GARANTIA DE KIT PARA CONSELHO TUTELAR.

Na sua visita a capital potiguar, a vereadora Iranilda tem obtido inúmeras vitórias. Uma destas foi a aquisição do kit completo para o Conselho Tutelar do município de Riacho da Cruz, composto de computador; impressora; bebedouro e geladeira, além de um veículo que servirá para as diligências da entidade. É um grande passo para modernizar e proporcionar melhores condições de trabalho aos membros do conselho. Iranilda esteve reunida com o chefe de gabinete da deputada federal e a partir de 2015, senadora Fátima Bezerra, que assegurou que no próximo ano o Conselho Tutelar de Riacho da Cruz receberá tais bens.
O Estatuto da Criança e do Adolescente representa um marco legal de grande importância na afirmação e proteção de direitos, conquistado em virtude da mobilização social. O ECA conferiu direitos individuais e garantias fundamentais da criança e adolescente, mas também instituiu uma ferramenta importante para fiscalizar o cumprimento dos direitos: os Conselhos Tutelares.
E foi para propiciar melhores condições de trabalho, que Fátima Bezerra assumiu o compromisso de garantir a equipagem dos CTs com emendas ao Orçamento Geral da União. O chefe de gabinete, Adriano Gadelha foi direto e objetivo, em afirmar que graças ao empenho da vereadora Iranilda, o Conselho Tutelar de Riacho da Cruz será beneficiado: "Iranilda tem mostrado garra e coragem de defender seus munícipes. Sem distinção de classe ou outro gênero. E são destas pessoas que nós temos o dever de auxiliar para que levem melhorias para população. Iranilda foi um marco na campanha de Robinson Faria, sendo citada em diversos pronunciamentos. Isso é que faz a diferença. Iranilda tem disposição para lutar, mesmo que o sonho pareça distante. O que for possível levarmos para Riacho da Cruz, Iranilda será um dos nossos expoentes no Oeste potiguar. O gabinete da hoje deputada federal e futura senadora Fátima Bezerra está aberto para seus pleitos, disse Adriano Gadelha.
Emocionada, Iranilda citou os obstáculos que tem que transpor, diariamente, para trabalhar em prol do seu povo: "As dificuldades que tenho enfrentado, não só depois de ter declarado o meu apoio a Robinson Faria, mas antes, quando por vezes fui ofendida e humilhada, me faz ter forças para lutar e assegurar condições dignas de trabalho aos riachocruzenses. Não sou vereadora dos 134 amigos que acreditaram em mim. Sou legítima representante de toda uma população, que diariamente tem clamado por melhores dias. E é isso que o vereador deve fazer. Trazer oportunidades de dias cada vez melhores. Riacho da Cruz está despertando para um novo tempo; para um novo caminho. O caminho da igualdade e da fraternidade. Agradeço a futura senadora Fátima Bezerra; Ao amigo Adriano Gadelha; ao vice-governador Fábio Dantas; ao vereador Leléu Fontes e ao governador Robinson Faria, que souberam entender meu clamor e minha admiração pelo novo, pelo que seria melhor para o estado e em especial para Riacho da Cruz", disse Iranilda.

DILMA ADIA ANÚNCIO DA EQUIPE ECONÔMICA.

Presidente escolhe Joaquim Levy para o Ministério da Fazenda e Nélson Barbosa para o Planejamento, mas só comunicará oficialmente na semana que vem.

A presidente Dilma Rousseff escolheu Joaquim Levy, ex-secretário do Tesouro no governo Lula, foi escolhido para o Ministério da Fazenda, e Nélson Barbosa, secretário-executivo da Fazenda no início de seu governo, para o Ministério do Planejamento. Ela decidiu deixar o anúncio oficial para a semana que vem. Enquanto os nomes de Levy e Barbosa para duas das posições mais importantes da equipe econômica circularam no noticiário, o mercado financeiro se mostrou satisfeito, tanto que a Bovespa subiu 5% e o valor do dólar recuou 2%. Foi um alívio para o governo.
Diretor-executivo da Bradesco Asset Management, Levy é um engenheiro naval com sólida formação e carreira na área econômica. Foi secretário do Tesouro Nacional no governo Lula, durante a gestão de Antonio Palocci. Naquele tempo, ajudou o governo a vencer as desconfianças da gestão petista na economia – trabalho parecido com o que terá de fazer agora. A diferença é que, na ocasião, Levy era acusado de produzir um superávit primário, a economia feita pelo governo para pagar juros da dívida, grande demais. Hoje, o governo tem déficit em suas contas, e Levy terá a espinhosa missão de construir um superávit para os próximos anos. Ele deixou o Tesouro Nacional em março de 2006, para trabalhar no Banco Interamericano de Desenvolvimento, depois assumiu a secretária de Fazenda do Rio de Janeiro, onde pôs as contas em ordem. Na posição de secretário, criticou severamente a proposta do governo federal de retirar dos estados produtores parte da arrecadação de royalties com a exploração do pré-sal.
Barbosa sempre foi um dos preferidos de Dilma para a equipe econômica. Ele deixou o governo há um ano e meio, depois de choques com o secretário do Tesouro, Arno Augustin. Arno estava mais alinhado à postura de Dilma de soltar as rédeas dos gastos públicos; Barbosa sempre deixou claras suas preocupações com a prática. O tempo lhe deu razão. A volta de Barbosa tem relação também com o trabalho político que ele realizou nos últimos meses. Antes restrito à roda dos economistas, ele passou a frequentar o Instituto Lula e aproximou-se do ex-ministro da Fazenda Palocci, que ainda exerce grande influência no governo.

Fonte: http://epoca.globo.com/

PRESIDÊNCIA DE CÂMARA DE CIDADE OESTANA FICARÁ SUB JUDICE?

O blog tomou conhecimento no dia de hoje, que uma certa câmara de vereadores não tem ainda toda certeza que o eleito assumirá. Ou melhor, que será presidente por muito tempo. Segundo informações, com o recesso judiciário, possivelmente não se tenha tempo de julgar uma questão que foi levantada e está para apreciação jurídica. Porém, com a volta do judiciário em 2015, tudo pode mudar.

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

CÂMARA CRIMINAL DO TJRN DETERMINA CONDENAÇÃO PARA 17 RÉUS DA OPERAÇÃO IMPACTO.

A Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN) manteve as condenações impostas na primeira instância pelo juiz da 4ª Vara Criminal de Natal, Raimundo Carlyle, aos 16 réus condenados na sentença judicial do processo da Operação Impacto. A denúncia de autoria do Ministério Público Estadual apontou a existência de um esquema de compra de votos envolvendo parlamentares da Câmara Municipal de Natal e empresários do ramo imobiliário e da construção civil durante a votação do Plano Diretor de Natal em 2007.
Os membros da Câmara Criminal também reformaram a sentença no tocante à absolvição do ex-vereador Edivan Martins, agora condenado pelo crime de corrupção passiva. Ao final do julgamento, os desembargadores realizaram a dosimetria das penas, estabelecendo as punições definitivas de cada um dos réus.
Durante o julgamento da Apelação Criminal, os desembargadores Glauber Rêgo, Gilson Barbosa e Ibanez Monteiro reconheceram que os denunciados aceitaram vantagem indevida para que votassem pela derrubada dos vetos do prefeito de Natal ao Plano Diretor, conforme interesses de um grupo de empresários do ramo imobiliário e da construção civil.
O relator do processo, desembargador Glauber Rêgo, afirmou que restaram identificadas as culpabilidades dos envolvidos, seja por meio de interceptações telefônicas, provas materiais ou depoimentos de terceiros. O magistrado citou trechos de escutas telefônicas entre vereadores e assessores que comprovavam a existência do esquema. E observou que informação prestada por um dos delatores, o ex-vereador Sid Fonseca (absolvido no processo), dava conta de que o valor pago a cada parlamentar em troca da derrubada dos três vetos do prefeito era de R$ 30 mil.
Detalhes importantes do processo foram mencionados pelo desembargador Glauber Rêgo, relator do recurso. Entre eles, o de que a propina seria fatiada entre os parlamentares na residência da mãe de um dos assessores – Francisco de Assis Jorge, funcionário do então vereador Geraldo Neto. Assis Jorge foi incumbido de receber a propina, por meio de dois cheques, sacá-los, e em seguida repassá-los aos vereadores.
Ao apresentarem as respectivas defesas, os ex e atuais vereadores, assessores e empresários alegaram falta de provas e, no caso de Ricardo Abreu, a justificativa de que o recurso alvo de investigação não detinha fins ilícitos. Os desembargadores não reconheceram as argumentações e mantiveram as condenações.
Foram condenados por corrupção passiva os então vereadores Emilson Medeiros, Dickson Nasser, Aluísio Machado, Sargento Siqueira, Geraldo Neto, Renato Dantas, Carlos Santos, Salatiel de Souza, Júlio Protásio, Adenúbio Melo, Aquino Neto, Adão Eridan e Edivan Martins. Os desembargadores também mantiveram a condenação por corrupção ativa do empresário Ricardo Abreu, bem como a condenação dos ex-funcionários da Câmara Municipal, Hermes da Fonseca, Klaus Charlie e Francisco de Assis Jorge, então assessores, respectivamente, dos ex-vereadores Dickson Nasser, Emilson Medeiros e Geraldo Neto.
Perda de mandato e inelegibilidade
As penas dos condenados incluem a perda de cargo, função pública ou mandato, a inelegibilidade para os que detêm mandato eletivo e penas a serem cumpridas nos regimes semi-aberto (Emilson Medeiros e Dickson Nasser) e aberto (demais citados). No primeiro caso, a punição somente se dará após o trânsito em julgado, ou seja, com o último recurso julgado. Quanto à inelegibilidade, a situação é outra. Neste caso, os condenados ficam impedidos de se candidatar a cargos eletivos com a publicação da decisão da Câmara Criminal no Diário da Justiça Eletrônico.
O desembargador Glauber Rêgo decidiu – e os demais magistrados acataram – pela exclusão do valor mínimo de reparação do dano a todos os condenados e estipulou uma multa de 10 salários-mínimos ao advogado Rafael Cruz, então representante de Klaus Charlie, por ter renunciado à defesa do réu.
CONFIRA AS PENAS:
Ricardo Abreu: pena de três anos e oito meses em regime aberto, com 51 dias-multa. A pena foi substituída por duas penas restritivas de direito que serão estabelecidas pelo juiz de Execução Penal.
Emílson Medeiros e Dickson Nasser: pena de quatro anos, três meses e dez dias, com 66 dias-multa em regime semi-aberto.
Geraldo Neto, Renato Dantas, Adenúbio Melo, Edson Siqueira, Aluísio Machado, Júlio Protásio, Francisco Sales, Salatiel de Souza, Carlos Santos, Edivan Martins: pena de três anos e oito meses e 51 dias multa, no regime aberto. As penas serão substituídas por duas penas restritivas de direito que serão definidas pelo juiz da Execução Penal.
Adão Eridan: pena fixada em dois anos, nove meses e 22 dias-multa, regime aberto. A pena foi substituída por duas penas restritivas de direito que serão estabelecidas pelo juiz de Execução Penal.
Klaus Charlie, Francisco de Assis Jorge Sousa e Hermes Soares Fonseca: pena de três anos e quatro meses e 43 dias-multa, regime aberto. As penas serão substituídas por duas penas restritivas de direito que serão definidas pelo juiz da Execução Penal.
(Apelação Criminal nº 2012 008163-6)


52 VENCEDOR DO 4º PRÊMIO "DESTAQUE DA MÍDIA" JÁ CONFIRMADOS.

Criado em 2011, o Prêmio "DESTAQUES DA MÍDIA" já conta com 52 vereadores que serão agraciados com a comenda no dia 06 de dezembro de 2014. Ao todo, 62 vereadores simbolizando todas as cidades do Oeste potiguar serão homenageados, além de 7 gestores municipais e 13 personalidades que destacaram-se em 2014 nas mais diversas áreas.
VEJA A LISTAGEM DOS ELEITOS ATÉ O MOMENTO:

ÁGUA NOVA: GILDETE
ALEXANDRIA: DIASSIS
ALMINO AFONSO: ALGUSTO QUEIROZ
ALTO DO RODRIGUES: INÁ MULATINHO
ANTÔNIO MARTINS: ALMEIDA
APODI: HORTÊNCIA REGALADO
AREIA BRANCA: TOINHO DA COHAB
BARAÚNA: JOÃOZINHO
CAMPO GRANDE: NILSON JÚNIOR

CARNAUBAIS: THIAGO CAVALCANTE 
CORONEL JOÃO PESSOA: ALZENIR RUFINO
FELIPE GUERRA: JOEDNA CANELA
FRANCISCO DANTAS: ITAIGUARA
FRUTUOSO GOMES: MAX CARLOS

GROSSOS: BRUNO DO CÓRREGO
IPANGUAÇU: GORDO DO BALDUM
ITAÚ: PAULO MOREIRA

JANDUÍS: LEANDRO TOMÉ
JOÃO DIAS: LUANA
JOSÉ DA PENHA: JERSUIR
LUCRÉCIA: EDILMA SOARES
LUÍS GOMES: MARIANA FERNANDES
MAJOR SALES: SALES MAFALDO
MARCELINO VIEIRA: VERÔNICA RODRIGUES
MARTINS: JÚNIOR DE ALICE
MESSIAS TARGINO: JUSCELINO JALES
MOSSORÓ: JÓRIO NOGUEIRA
OLHO D'ÁGUA DO BORGES: JÉSSICA QUEIROGA
PARAÚ: ANA XAVIER
PARANÁ: RISOLENE
PATU: SUETÔNIO MOURA
PAU DOS FERROS: GILSON REGO
PENDÊNCIAS: ADAÍLTON E LUIZ PORTO (EMPATE)
PILÕES: DUVAN
PORTALEGRE: AFRÂNIO LUCENA
RAFAEL FERNANDES: NEUDA LOPES
RAFAEL GODEIRO: PAULO MENEZES
RIACHO DA CRUZ: JACKSON
RIACHO DE SANTANA: ELIANTO FAUSTINO
RODOLFO FERNANDES: VALCEMAR
SÃO FRANCISCO DO OESTE: PRETA
SÃO MIGUEL: CÉLIO DE ELIZEU
SERRINHA DOS PINTOS: CLEMENTINO
SEVERIANO MELO: RUBENS FERREIRA
TABOLEIRO GRANDE: ELÂNDIO
TENENTE ANANIAS: TICO BAXIM
TIBAU: JUSCIELZO
TRIUNFO POTIGUAR: ROBERTO FONSECA
UPANEMA: AISAMAQUE
UMARIZAL: WASHINGTON SALES
VENHA-VER: MIGUEL QUEIROZ
                                                                  VIÇOSA: HELENA  

VEJA AS ENQUETES QUE ESTÃO DISPONÍVEIS PARA ESCOLHA DE 09 VEREADORES "DESTAQUES DA MÍDIA" 2014 NOS BLOGS E SITES PARCEIROS:
O conceituado http://ogatoprofessor.blogspot.com.br/ está com as enquetes que apontararam os vereadores "DESTAQUES DA MÍDIA" 2014 dos municípios de Caraúbas e Governador Dix-Sept Rosado.
Já no http://rnpoliticaemdia2012.blogspot.com.br/ você escolhe o vereador "DESTAQUE DA MÍDIA" 2014 de Serra do Mel.
O blog http://nossoparanarn.blogspot.com.br/ está responsável pelas enquetes que apontaram os vereadores "DESTAQUES DA MÍDIA" 2014 das cidades de Dr. Severiano e Encanto. Enquetes devem ser disponibilizadas ainda hoje.
O blog http://sociedadealternativasaorafaelrn.blogspot.com.br/ está com as enquetes das cidades de São Rafael.

Assu; Itajá; Jucurutu; e Porto do Mangue conheceremos em breve.

E já tem prefeitos eleitos "DESTAQUES DA MÍDIA" 2014.
A microrregião de Mossoró será representado pelo prefeito Fábio Bezerra de Oliveira, de Serra do Mel. Fabinho obteve 81% da votação dentre os gestores municipais desta microrregião;
Pela microrregião do Médio Oeste, o prefeito DESTAQUE DA MÍDIA" 2014 é Luiz Jairo, de Upanema, que alcançou 39% dos votos;
Já o prefeito de Flaviano Monteiro, de Apodi, é o prefeito vencedor da microrregião da Chapada do Apodi. O percentual obtido pelo gestor foi de 45%.
A enquete que indicará o prefeito "DESTAQUE DA MÍDIA da microrregião de Pau dos Ferros está disponível no blog http://politicapotiguar.blogspot.com.br/ .

Amanhã, será veiculada as enquetes para escolha dos prefeitos que receberão o 4º Prêmio "DESTAQUES DA MÍDIA", das microrregiões  de Umarizal; Serra de São Miguel e Vale do Açu.

GROSSOS E TIBAU E SEUS VEREADORES "DESTAQUES DA MÍDIA".

A microrregião de Mossoró conheceu hoje os seus dois últimos representantes no Prêmio "DESTAQUES DA MÍDIA". Bruno de Córrego e Juscielzo são os vencedores. Bruno obteve 77% da votação, enquanto Juscielzo conseguiu 34% das indicações. Ambas as enquete hospedada pelo site http://www.passandonahora.com.br/ .