RNPOLITICAEMDIA2012.BLOGSPOT.COM

RNPOLITICAEMDIA2012.BLOGSPOT.COM
RIO GRANDE DO NORTE

sexta-feira, 24 de março de 2017

JANDUÍS: PREFEITO REBATE CRÍTICAS E DIZ QUE EXISTE INTERESSES.

Após veiculação da matéria sobre o suposto quadro de abandono que estaria passando ou continuando a passar o município, entramos em contato com o prefeito de Janduís, José Bezerra, que de pronto, rebateu as críticas da leitora do blog. O gestor alertou para alguns pontos. Vejam a mensagem do administrador janduiense:
"O que está colocado nessa denúncia reflete o quadro em que recebemos a prefeitura onde a coleta regular fazia mais de 4 meses que não era feita e havia muros de lixo nos conjuntos habitacionais onde reside a maioria da população. Na saúde nem encontramos medicamentos e nenhuma transporte com condições de tirar um paciente em caso de emergência pois estavam sem pneus sem freios e a documentação em atraso e inúmeras multas de infração de trânsito. Na agricultura encontram os 4 tratores quebrados sem condições de uso e conseguimos recuperar apenas um e colocamos para assistir o homem do Campo no corte de terra. Também pagamos o seguro safra no último momento cujo pagamento não foi feito pela gestão anterior. Fizemos uma tomada de preço para aquisição de material esportivo e estamos procuro meios de recuperar o Módulo Esportivo em estado deplorável de conservação. A limpeza pública está sendo feita regularmente. Observe a foto dos lixos. Aparenta pela quantidade, aguardar a passagem da coleta. Com certeza essa moradora tem lado, interesses e não cultiva o hábito de falar a verdade", finalizou Bezerra.
O blog recebeu o convite do prefeito de Janduís, para conhecer melhor a situação. E haveremos de visitar em muito breve, aquela cidade.


SENADOR GARIBALDI RECEBE LIDERANÇAS POLÍTICAS DO INTERIOR DO RN.

O senador Garibaldi Alves Filho (PMDB) recebeu a visita de diversas lideranças do interior do Rio Grande do Norte, nesta sexta-feira (24), em Natal. O encontro com as lideranças foi mediado pelo deputado estadual Raimundo Fernandes (PSDB).
Na ocasião, foram discutidos apoios políticos e a liberação de emendas parlamentares para os respectivos municípios. Estiveram presentes na reunião, a liderança de Venha-Ver, Célio Pinacapau (PRB); de Água Nova, Iromar Carvalho (PMDB); de Pedra Petra, Luiz Antonio (PSD); de José da Penha, Raimundinho (PSD); e de Alexandria, Geane Pereira (PMDB).

Fonte: Política em Foco

PROCURADOR DEFENDE RESPONSABILIDADE CRIMINAL DO CAIXA DOIS EM ELEIÇÕES.

Vice-PGE, Nicolao Dino afirmou que é necessário criar elementos mais rigorosos de resposta estatal a práticas irregulares em campanhas eleitorais.

Durante seminário realizado em Brasília, o vice-procurador-geral Eleitoral, Nicolao Dino, defendeu que sejam criados mecanismos mais rígidos para coibir o caixa dois nas eleições. Ele ressaltou a necessidade de o Congresso estabelecer um tipo penal específico para responsabilizar criminalmente aqueles que utilizam essa prática irregular.
“Caixa dois é um fenômeno tão nocivo para o processo democrático quanto a corrupção”, destacou Dino. Ele lembrou que, atualmente, a legislação prevê penas específicas para a não declaração de recursos utilizados nas eleições . Entretanto, a aplicação das sanções depende do recebimento da prestação de contas eleitorais. “Precisamos de mecanismos mais rigorosos de resposta estatal”, ressaltou.
O vice-procurador-geral eleitoral também defendeu o estabelecimento de limites às doações eleitorais, em complemento ao teto já definido pela reforma eleitoral feita em 2015 para os gastos de campanha, bem como o reforço dos mecanismos de controle e responsabilização. Ele considera que é preciso estabelecer sanções mais severas aos que têm as contas de campanha desaprovadas pela Justiça Eleitoral .
Ele destacou que é necessário garantir melhor estrutura às instituições de controle, como o Judiciário e o Ministério Público , para possibilitar a realização de auditorias nas contas de candidatos e legendas, pois hoje o controle é feito apenas sobre o que é apresentado pelas agremiações. “Do contrário, a prestação de contas será um jogo de faz de contas”, ressaltou.
Lista fechada
Sobre a proposta de centralização das doações em um único fundo a ser repartido entre os partidos, debatida no Congresso , Dino afirmou que o modelo ajudaria a combater o “toma lá, dá cá” na doação feita diretamente aos candidatos. Embora esse sistema remeta à realização de processo eleitoral em lista preestabelecida pelas legendas – a chamada lista fechada -, para Dino, esse sistema exigiria mudanças prévias na cena partidária do país.
Como exemplo, ele cita a legitimação dos partidos perante a sociedade e a democratização interna das legendas. Dino lembrou que hoje os partidos políticos brasileiros enfrentam um deficit de legitimidade perante os eleitores, o que resultaria na criação de listas carentes de credibilidade perante o cidadão. “Além disso, é necessário trabalhar com a ideia de democratização interna das agremiações, a partir da eleição dos dirigentes em convenções com participação de todos os filiados, para densificar a lista apresentada.”
Segundo ele, hoje muitas legendas se organizam às vésperas das eleições para definir candidatos e coligações, sem nenhum compromisso ideológico, o que prejudica a credibilidade partidária. Embora admita não existir modelo eleitoral ideal, Dino defendeu ser imprescindível promover mudanças que se apresentem possíveis para a democracia brasileira. “O modelo atual está falido e é preciso ousar, buscando alguma alternativa para que se dê fôlego à sociedade. É necessário que se façam reformas para continuarmos acreditando na democracia”, concluiu.

Fonte: Último Segundo

MINHA CASA, MINHA VIDA LANÇA NOVAS REGRAS DE CONTRATAÇÃO.

Fundo de Arrendamento Residencial chegará, a partir de agora, a municípios com população inferior a 50 mil habitantes.

O programa Minha Casa Minha Vida terá, a partir desta sexta-feira (24), novos critérios de seleção para contratações da Faixa 1, que atende famílias com renda de até R$ 1,8 mil.
A partir de agora, a modalidade Fundo de Arrendamento Residencial (FAR) chegará aos municípios com população inferior a 50 mil habitantes.
“As mudanças são bem significativas. Agora, o programa poderá chegar a qualquer município brasileiro e melhorar a qualidade de vida dos beneficiários, com critérios mais humanizados”, explica o ministro das Cidades, Bruno Araújo.
As novas regras tratam, também, da inserção urbana. Com a nova medida, quanto maior a proximidade de bairros já consolidados, melhor será a avaliação do empreendimento.
Além disso, aqueles que apresentarem condições de contratação imediata terão prioridade, em função da possibilidade de geração de emprego e renda em curto prazo. Estados e municípios que doarem o terreno para a construção do empreendimento também serão os primeiros da fila.
“Continuamos firmes com o compromisso de manter os pagamentos em dia. Para isso, as seleções serão criteriosas, observando-se o déficit habitacional das localidades e os municípios que ainda não foram atendidos”, destaca o ministro.
Novos limites
Outra mudança diz respeito aos limites máximos de habitações por empreendimento, de acordo com o porte populacional. Cada conjunto habitacional poderá ter até 500 unidades e admitem-se agrupamentos de até 2 mil.
Antes, a quantidade de unidades por empreendimento era flexível e os conjuntos chegavam a ter mais cinco mil unidades. O programa permite agrupamentos de até quatro empreendimentos, mas será necessário ter via pública em toda extensão e entre os conjuntos.
Todas as vias deverão ter árvores, e os projetos precisam atender aos critérios de conectividade, mobilidade (calçadas livres de obstáculos de 1,50 metro), diversidade, infraestrutura, sustentabilidade e sistemas de espaços livres.
Prioridades
A prioridade de atendimento para todas as modalidades será para famílias residentes em áreas de risco ou insalubres que tenham sido desabrigadas, a partir de documento público que comprove, além de mulheres responsáveis pela unidade familiar e pessoas com deficiência.
No FAR, a frequência de seleções passa a ser mensal. Na modalidade Entidades Urbanas, será permitido que as instituições atualizem as propostas junto à Caixa Econômica Federal em um prazo de 30 dias, após a publicação da portaria para enquadramento nas novas regras.
No Programa Nacional de Habitação Rural (PNHR), será necessária habilitação prévia junto ao Ministério das Cidades para participar do processo de seleção. Com relação à seleção, o cadastramento das propostas junto aos agentes financeiros até o dia 30 de abril.
Podem participar do MCMV apenas famílias que não possuem casa própria ou financiamento em qualquer unidade da Federação ou que não tenham recebido anteriormente benefícios de natureza habitacional do governo federal.
Exigências de infraestrutura
Os empreendimentos deverão apresentar infraestrutura urbana básica e estar inseridos em áreas urbanas ou em zonas de expansão criadas há menos de dois anos. A zona de expansão urbana deverá dispor, em seu entorno, de áreas para atividades comerciais.
Os novos projetos do FAR deverão respeitar os critérios de regionalização a partir da verificação da quantidade de unidades habitacionais já contratadas no município em relação ao déficit habitacional.
Será observada também a distância de equipamentos educacionais, agencias bancárias, correios e ponto de ônibus. Quem estiver mais próximo, melhor avaliação terá.
Para entidades urbanas, valem as mesmas regras aplicadas para a modalidade Empresas. As propostas deverão conter quantidades de unidades habitacionais já contratadas no município em relação ao déficit habitacional, distância do empreendimento de escolas, porte do empreendimento em relação ao porte populacional do município, gestão urbana e infraestrutura básica e estágio de elaboração do projeto, após apresentado ao agente financeiro.
Já a seleção final das propostas de entidades rurais observará o déficit habitacional municipal rural, total de contratações no município no âmbito PNHR, condições de vulnerabilidade das famílias beneficiárias em conformidade com as suas características socioeconômicas, recorte territorial definido pelo Programa Territórios da Cidadania e características de projeto relacionadas ao desenvolvimento rural sustentável.

Fonte: Portal Brasil

JANDUÍS: LEITORA DO BLOG RECLAMA DE ABANDONO DA CIDADE, POR PARTE DO NOVO GESTOR.

O blog recebeu mensagens de uma moradora de Janduís, reclamando o estado que encontra-se a cidade. Contudo, Lembrar vale que o gestor atual assumiu faz exatos 83 dias e que muito há por fazer. Por outra banda, muito deveria ter sido feito, nestes dias iniciais, caso não o tenha sido posto em prática.
A janduiense diz em sua mensagem via whatsapp: 
"Sou uma moradora de Janduís e posso confirmar que a realidade é totalmente desastrosa, lixo na rua, mato, a saúde em crise, não tem medicamento, faltou médico vários dias no hospital, os pacientes não estão tendo assistência, o esporte está abandonado, os agricultores também. A zona rural está um caos. Outra coisa, a atual secretária de saúde está acumulando cargos públicos. O de secretária aqui e o de dentista em Campo Grande, conforme se ver pelo extrato".

PROCURADOR ADJUNTO E PROMOTOR SÃO BALEADOS DENTRO DO MP.

O procurador-geral adjunto do Rio Grande do Norte Jovino Pereira Sobrinho e o promotor de Justiça Wendell Beetoven Ribeiro Agra foram baleados na manhã desta sexta-feira (24) dentro da sede do Ministério Público do Estado. Ambos foram socorridos. Ninguém foi preso.
De acordo com a Polícia Militar, o atirador é o servidor Guilherme Wanderley Lopes da Silva, de 44 anos, que invadiu uma reunião no segundo andar do prédio e efetuou os disparos. Nas imagens divulgadas pelo próprio MP, o servidor aparece fugindo do prédio.
O fato aconteceu por volta das 11h30. Logo em seguida, o suspeito fugiu em um automóvel Polo de cor prata. A sede do Ministério Público fica no bairro de Candelária, Zona Sul de Natal.
Nem o Ministério Público nem a Polícia Militar sabem explicar o que teria motivado o atentado. Mas já existe uma versão corrente.
Segundo o MP, o procurador adjunto, que foi atingido duas vezes no abdômen, foi levado para o Pronto-Socorro Clóvis Sarinho. Ele já deu entrada no Centro Cirúrgico. Já o promotor Wendell Beetoven, que foi baleado nas costas, recebeu os primeiros atendimentos ainda no local, mas também já foi levado para o hospital.
Na fuga, o suspeito também efetuou disparos no estacionamento. Pelo menos cinco tiros foram ouvidos, mas não houve novos feridos.
A PM fez buscas pela região, mas não encontrou o servidor.
O promotor Wendell Beetoven, que durante muitos anos atuou na Promotoria de Investigação Criminal e Combate ao Controle Externo da Atividade Policial, atualmente estava lotado no Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco).
Motivação
O procurador-geral de Justiça, Rinaldo Reis, era o alvo original na ação do servidor identificado como Guilherme, no fim da manhã desta sexta-feira.
Conforme apurou a reportagem, o servidor procurou por Rinaldo, mas lhe foi comunicado que o chefe do MPRN não se encontrava.
Nesse momento, ele disparou contra Jovino Pereira, procurador-geral adjunto e o promotor Wendell Bethevon. Ambos auxiliam o PGJ na administração do MPRN.
A motivação do atentado seria um procedimento administrativo disciplinar a que o servidor responde.

Fonte: G1/Portal No Ar/Carlos Santos

MARTINS: CÂMARA FATIADA EM 3 ALAS.

O que não se imaginou em tempos atrás, ocorre hoje no legislativo da bela e turística cidade de Martins. A câmara conta, queiram ou não, com três correntes ideológicas e/ou como queiram chamar.
São 3 blocos que, durante a votação da presidência, surgiu e "embananou" o cenário "bipolar" da política martinense. É isso, encontrei o melhor meio de descrever o momento por qual passa a política da mais bela cidade oestana. A política em Martins é trifásica. 
Em termos energético, o transformador trifásico é alimentado por 3 correntes. E é exatamente isso que ora ocorre naquela cidade. Agora, explicitar quem é o positivo, o negativo e o neutro, isso, amanhã, no seu blog favorito.
Aguarde e leia. Amanhã, no rnpoliticaemdia...

CARLOS AUGUSTO MAIA PARTICIPA DE DEBATE SOBRE REFORMA DA PREVIDÊNCIA.

Em pronunciamento na sessão plenária desta quinta-feira (23), na Assembleia Legislativa, o deputado Carlos Augusto Maia (PSD) registrou a participação na audiência pública que discutiu o ‘advento das mudanças previdenciárias na Legislação Federal’, promovida na noite de ontem (22) pela Câmara Municipal de Bento Fernandes, no interior do Rio Grande do Norte.
“O debate expôs como o trabalhador será prejudicado pelo projeto da Reforma da Previdência que tramita no Congresso Nacional. É importante parabenizar a iniciativa e mobilização social feita na cidade em torno do assunto”, disse ele.
O deputado destacou ainda a moção de repúdio encaminhada pela Casa Legislativa do município de São Bento ao Congresso, “em que a população se manifesta contrária à Reforma da Previdência”, concluiu.

Fonte: al.rn.gov.br

RAPIDINHAS DO RNPOLITICAEMDIA...

ALMINO AFONSO:
A prefeitura, em conjunto com a secretária de educação municipal, realizou o Projeto "Brincando com Esporte". Iniciativa essa articulada na gestão de Lawrence Amorim e tendo chegado ao município somente agora, foi posto em prática pela administração atual.
PAU DOS FERROS:
A ideia de interdita a rua ao lado da praça de alimentação em Pau dos Ferros, é um absurdo. Basta, na época da Finecap. O livre trânsito deve ser prioridade. Desde ontem que está interditado, para realização de um certo evento. Tá na hora da prefeitura rever essa questão.
PORTO DO MANGUE 1:
Cinco dos nove vereadores de Porto do Mangue, votaram contra Projeto do vereador Juscelino Gregório, que daria apoio as atividades religiosas no município. Foram eles: Acéclio Santana, Isidro Júnior, Jailson Fernandes, Jean Maia, Helena.
PORTO DO MANGUE 2:
A administração municipal de Porto do Mangue, adquiriu equipamentos para melhorar a distribuição de água aos munícipes. Sael Melo, que pertence aos quadros do PHS, tem mostrado boa vontade em gerir o município. Tomara que assim continue...
SERRINHA DOS PINTOS 1:
É bem verdade que as eleições de 2020 está longe. Faz muito pouco que saímos de uma disputa. Mas não custa nada fazer menção a uma junção que tem tudo para ocorrer em Serrinha dos Pintos. A prefeita Rosânia Teixeira deve indicar um jovem advogado, para pleitear sua sucessão. E, em uma jogada de mestre, atrelando o nome do vereador Rogério Barreto, como futuro candidato a vice, numa hipotética chapa futura, engrandeceria em muito a ala situacionista.
SERRINHA DOS PINTOS 2:
Mas Rogério é aliado ao ex-prefeito Chiquinho? Sim, é. Porém, na política, tudo muda como num passe de mágica.  E essa "mágica", tem 3 anos para ser elaborada. Pensem nisso...
CIDADES SEM INTERNET:
Ontem, devido a raios que "decoraram" os céus da Microrregião do vale do Açu, seis cidades ficaram sem sinal de internet. Afonso Bezerra, Angicos, Carnaubais, Fernando Pedrosa, Lajes e Porto do Mangue. Parabéns a equipe técnica da empresa. Eficiente e pontual na execução do serviço.


LIXO NAS RUAS:
Aqui, no Oeste do RN, tem prefeito que pregava austeridade e o lixo anda tomando conta da cidade. Moradores estão revoltados.




POR FALAR EM INTERNET...
Cliente reclamou a GNET, sobre sinal de mal qualidade, em certos instantes do dia de ontem. A empresa mandou técnicos verificar na casa do cliente. Resultado: técnicos afirmaram está, o cliente, sendo "furtado" o seu sinal por outrem. Qual medida adotará, a GNET? 
Também conforme os técnicos, o cliente compra 3 mega de sinal e estava recebendo somente 1,5 megabytes. Mas esse problema foi corrigido.
SERIDÓ:
Segundo o jornalista Robson Pires, tem prefeito na região do Seridó, que está sem saber o que fazer, para cumprir promessas de campanha.

MAIS UM DURO GOLPE NA FAMA DE HONESTA DE DILMA.

Dilma empenhou-se ao longo dos seus cinco anos e poucos meses de governo em se distinguir de Lula em pelo menos uma coisa: ela sempre foi honesta. Nunca disse que Lula fora desonesto. Mas reafirmou sua honestidade todas as vezes que a de Lula foi posta em dúvida.
O depoimento ao juiz Sérgio Moro, no ano passado, do marqueteiro das duas campanhas de Dilma, João Santana Filho, foi o primeiro golpe duro aplicado contra a fama de honesta da ex-presidente. Ele confessou que fora pago no exterior pela campanha de Dilma em 2010.
O segundo golpe duro foi aplicado por Marcelo Odebrecht, ex-presidente da construtora que leva seu sobrenome, e pelo ex-executivo Alexandrino Alencar. É difícil avaliar qual dos dois produziu maior estrago na imagem de Dilma. O que eles disseram à Justiça Eleitoral vazou ontem.
Em maio do ano passado, quando visitou Palmas, Dilma afirmou indignada: "Falam que eu sou uma pessoa dura. Eu não sou uma pessoa dura não, eu sou honesta, é diferente. Eu não tenho contas no exterior, eu não recebi dinheiro de propina, eu não recebo dinheiro de corrupção”.
Quem nunca embolsou propinas não é necessariamente honesto, ora. Segundo Marcelo, Dilma tinha conhecimento, sim, do pagamento de despesas de campanha com recursos de caixa 2. “Disso não tenho a menor dúvida”, acrescentou.
Alencar contou como a Odebrecht participou da compra de tempo de propaganda eleitoral na TV para a campanha de Dilma em 2014. A pedido de Edinho Silva, então tesoureiro da campanha, a Odebrecht deu a três partidos (PC do B, Pros e PRB) um total de R$ 21 milhões em caixa dois.
Em troca desse dinheiro (R$ 7 milhões para cada um), os partidos se aliaram ao PT no apoio à candidatura de Dilma. Ao fazê-lo, beneficiaram Dilma com a entrega do tempo de propaganda eleitoral de cada um. Maior tempo de televisão é o trunfo mais precioso de um candidato.
Ao todo, de acordo com Marcelo, a Odebrecht repassou R$ 150 milhões para a campanha de Dilma à reeleição. Parte desse valor – R$ 50 milhões – foi uma contrapartida pela aprovação da Medida Provisória 470 (Refis), que facilitou a renegociação das dívidas de empresas do grupo.
Foi o ex-ministro Guido Mantega, da Fazenda, quem pediu dinheiro à construtora. Em maio de 2014, diz Marcelo ter ouvido de Mantega: “A orientação dela (Dilma) é que todos os recursos de vocês vão para a campanha dela. Você não vai mais doar para o PT, só pra ela”.
Naturalmente, Dilma nega tudo. A seu pedido, a Justiça Eleitoral abriu inquérito para tentar descobrir quem vazou os depoimentos de Marcelo e de Alencar.
Em tempo: Marcelo também complicou a vida de Lula com seu depoimento. Lula era “O Amigo” nas planilhas de propina da Odebrecht.

Fonte: Ricardo Noblat

quinta-feira, 23 de março de 2017

COMISSÃO ESPECIAL SUGERE COMPENSAÇÃO AOS MUNICÍPIOS QUE SEDIARÃO PRESÍDIOS.

A Comissão Especial do Sistema Prisional fez mais uma reunião pública na manhã desta quinta-feira (23), na Assembleia Legislativa do RN. O presidente do grupo de trabalho, deputado Kelps Lima (Solidariedade), apresentou sugestões para que o Governo do Estado dinamize ações para resolver a crise do sistema carcerário. Uma delas é a compensação do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) para o município que receber novos presídios.
“É, como foi dito, uma compensação. Mas essa compensação não pode ser tirada do mesmo bolo que é destinado os municípios pois, dessa forma, estaria penalizando os demais municípios. Quem tem que pagar é o Estado”, disse o relator da comissão, deputado Dison Lisboa (PSD).
As demais sugestões apresentadas já foram defendidas em plenário pelo deputado Kelps Lima. Uma delas pede a fusão das secretarias de Justiça e Cidadania e Segurança Pública e da Defesa Social e a outra sugere o fim do regime semiaberto físico. “Existe um conflito hierárquico que precisa ser resolvido. Uma secretaria precisa da outra, mas hoje muitas vezes uma atrapalha a outra. A minha outra sugestão é a adoção de tornozeleiras eletrônicas, com elas os apenados não precisariam retornar para as unidades prisionais e com isso desafogaria o sistema”, explicou.
Além das sugestões apresentadas, a deputada Larissa Rosado (PSB) e o deputado Jacó Jácome (PSD), presentes na reunião, contribuíram para construção do plano de trabalho da comissão que deverá receber dois convidados por vez a fim de apresentar dados sobre a situação penitenciária no Rio Grande do Norte. “Isso vai dar mais celeridade na coleta de informações para que possamos fazer um relatório com sugestões objetivas”, destacou Dison Lisboa.
Representantes das varas de execuções penais de Natal e Nísia Floresta, além de representantes da Polícia Militar, Ministério Público, Ordem dos Advogados do Brasil, Pastoral Carcerária, agentes penitenciários e demais entes envolvidos estão na lista de convidados para contribuir com o trabalho da Comissão Especial do Sistema Prisional.
A Comissão Especial do Sistema Prisional foi estabelecida diante da crise do sistema carcerário no Estado que teve seu ápice em 14 de janeiro com uma rebelião no presídio de Alcaçuz. As reuniões são divididas em duas modalidades: administrativas (internas) e debates públicos, em quintas-feiras alternadas. Estabelecida pelo presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB), foi instalada no dia 16 de fevereiro e terá seis meses para conclusão dos trabalhos.

Fonte: al.rn.gov.br




MORO DIZ QUE BLOGUEIRO CONFIRMOU À PF TER AVISADO ASSESSOR DE LULA SOBRE CONDUÇÃO COERCITIVA.

Tramita na Justiça Federal do Paraná processo sobre vazamento de ação da Lava Jato. Advogado de blogueiro diz que 'vazamento' é distorção acusatória.

iz federal Sérgio Moro afirmou que o blogueiro Carlos Eduardo Guimarães, autor do Blog da Cidadania, confirmou à Polícia Federal (PF) que avisou um assessor de Luiz Inácio Lula da Silva que o ex-presidente seria alvo de condução coercitiva.
A informação consta em um despacho publicado nesta quinta-feira (23) no processo que tramita na Justiça Federal do Paraná para investigar o possível vazamento da ação policial.
Lula foi levado para depor coercitivamente durante a 24ª fase da Lava Jato em março de 2016. Ele estava no seu apartamento em São Bernardo do Campo, na Região Metropolitana de São Paulo, e foi ouvido no Aeroporto de Congonhas. O ex-presidente responde por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.
De acordo com a força-tarefa da Lava Jato, Lula recebeu como forma de propina por contratos da OAS na Petrobras um apartamento tríplex no Guarujá, litoral de São Paulo, e pagamento dos custos com armazenamento de bens. O ex-presidente nega as acusações.
Eduardo Guimarães foi alvo de condução coercitiva e busca e apreensão na terça-feira (21), em São Paulo, como diligência do processo que apura o suposto vazamento. Conforme Moro, Guimarães revelou a fonte e disse ter comunicado “o assessor de Lula”.
“(...) revelou, de pronto, ao ser indagado pela autoridade policial e sem qualquer espécie de coação, quem seria a sua fonte de informação acerca da quebra do sigilo fiscal de Luiz Inácio Lula da Silva e associados. Um verdadeiro jornalista não revelaria jamais sua fonte. Confirmou ainda que não só divulgou a informação em seu blog, mas antes comunicou-a a assessor do investigado”, relatou o juiz.
O nome do assessor não consta no despacho desta quinta.
VEJA MATÉRIA COMPLETA AQUI

Fonte: Bibiana Dionísio e Marcelo Rocha/G1

DEPUTADO FEDERAL WALTER ALVES RECEBE PREFEITOS E CONSEGUE LIBERAÇÃO DE R$ 250 MIL PARA CARNAÚBA DOS DANTAS.

O deputado peemedebista Walter Alves, conseguiu junto ao Ministério do Turismo a liberação de verba no valor de R$ 250.000,00 para pavimentação, urbanização, pavimentação e drenagem do acesso do Monte do Galo, principal cartão postal daquele município. Parte do valor já está na conta da prefeitura de Carnaúba dos Dantas. Ao anunciar a liberação, o deputado Walter Alves estava em seu gabinete, onde recebeu o prefeito carnaubense, Gilson Dantas e o deputado estadual Hermano Morais.
Já o prefeito de José da Penha, Raimundinho e seu vice, Júnior Duba, foram recepcionados no gabinete do parlamentar, para tratar assuntos que futuramente trarão benefícios de grande relevância ao povo de José da Penha.
Para o município de Almino Afonso, o ex-prefeito Lawrence Amorim informa por meio de seu twitter, que o deputado federal destinou R$ 600.000,00 referentes a emendas impositivas, para melhorias na agricultura e saúde dos alminoafonsenses.

EX-VEREADOR É CONDENADO A 21 ANOS DE PRISÃO.

Ex-vereador ligado à Gaviões é condenado a 21 anos de prisão por morte de palmeirense.

Raimundo César Faustino, conhecido como Capá, foi condenado a 21 anos de prisão nesta quinta-feira, em julgamento pela morte do torcedor do Palmeiras Gilberto Torres Pereira, em 2014, após uma briga em Franco da Rocha, cidade onde o membro da organizada Gaviões da Fiel era também vereador.
Capá foi condenado por homicídio qualificado com motivo fútil, ao lado de outros dois torcedores do Corinthians, que tiveram penas um pouco menores: Leonardo Gomes dos Santos recebeu 16 anos de prisão; e Gentil Chaves Siani, 18. A defesa já adiantou que irá recorrer das sentenças.
A briga que vitimou Pereira aconteceu na estação de trem de Franco da Rocha, em 17 de agosto de 2014, domingo em que o Palmeiras faria clássico contra o São Paulo - o Corinthians havia jogado no sábado. O palmeirense, de 30 anos, foi agredido com pedaços de madeira e morreu quatro dias depois.
Capá, que na época da briga era candidato a deputado estadual pelo PT, foi preso no dia 28 de agosto. Além do assassinato do palmeirense, o ex-vereador tem histórico de confusões no estádio, tendo sido flagrado, em 2013, agredindo um policial no Mané Garrincha, em Brasília, em jogo do Corinthians.

Fonte: ESPN.com.br

FACHIN AUTORIZA INTERROGATÓRIO DE SARNEY E JUCÁ.

Depoimentos seriam feitos no âmbito da Lava Jato.

O ministro Edson Fachin determinou que Polícia Federal dê cumprimento à determinação de interrogar o ex-presidente José Sarney, os senadores Renan Calheiros (PMDB-AL) e Romero Jucá (PMDB-RR) e o ex-diretor da Transpetro Sérgio Machado no âmbito de um dos inquéritos da Operação Lava Jato. No despacho, de segunda-feira (20), Fachin autorizou também que sejam recolhidos, junto a empresas de transporte aéreo de passageiros, todos os registros de passagens emitidas e utilizadas por Sérgio Machado entre 1.º/12/2015 e 20/5/2016.
Fachin, no entanto, deixou em suspenso a autorização solicitada pela Procuradoria-Geral da República para a obtenção "de todos os registros de acesso às dependências do Tribunal em nome de Eduardo Antônio Lucho Ferrão (advogado) no ano de 2016 com todas as informações e arquivos relacionados".

Fonte: Estadão Conteúdo/Época