RNPOLITICAEMDIA2012.BLOGSPOT.COM

RNPOLITICAEMDIA2012.BLOGSPOT.COM
RIO GRANDE DO NORTE

sábado, 29 de agosto de 2015

RAPIDINHAS DO RNPOLITICAEMDIA...

Ainda hoje.
Aguarde...

WASHINGTON ALVES É O NOVO PROCURADOR-GERAL DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA.

O Diário Oficial deste sábado (29) traz a nomeação de Washington Alves de Fontes para exercer o cargo de Procurador-Geral da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte.
Publicada também a exoneração de Rita das Mercês Reinaldo.
Israel Nunes, que estava exercendo interinamente a Procuradoria-Geral volta a função apenas de Procurador.


ENDIVIDADO, PT APERTA O CINTO E LANÇA CAMPANHA DE ARRECADAÇÃO.

Partido já recebeu R$ 72 milhões este ano do Fundo Partidário, mas pode ter parcelas suspensas.

Endividado e sob risco de perder três meses de Fundo Partidário, além de ter de pagar mais de R$ 7 milhões em multas, o PT apertou o cinto e resolveu cortar luxos e regalias. Para o seminário nacional realizado nesta quinta e sexta-feira em São Paulo para discutir a organização da legenda, os dirigentes se encontraram em um hotel bem mais modesto do que os que têm sido utilizados pelo PT nos últimos anos. O auditório fica no 20º andar de um prédio antigo no Centro da cidade, em um espaço que deixou apertados os quase cem participantes, que tiveram de dividir quartos com os colegas. As medidas de contenção adotadas pelo tesoureiro Márcio Macêdo geraram uma redução de gastos da legenda de 30%, mas ainda não foram suficientes para sanar as dívidas.
O partido não revela seu orçamento nem o valor da dívida. A prestação de contas foi entregue ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), mas ainda não consta no site do tribunal para ser tornada pública. No entanto, apesar do clima de austeridade, a legenda já recebeu, até agosto deste ano, R$ 72,59 milhões do Fundo Partidário. Com mais parlamentares, o PT fica com a maior fatia do fundo, de cerca de 8,95%. PSDB e PMDB, por sua vez, receberam R$ 59,4 e R$ 57,9 milhões até agora. Os dados são do TSE.
‘SECA’ DE DOAÇÕES PRIVADAS
Este ano, devido ao estrago à imagem da legenda causado pela Operação Lava-Jato, o partido suspendeu o recebimento de doações empresariais. Defendida pelo presidente do PT, Rui Falcão, a medida não é consenso entre os dirigentes. Um dos pontos mais acirrados de discussão durante o seminário foi o financiamento privado. No congresso do partido, em junho, os dirigentes já haviam delegado a decisão ao diretório nacional, que ainda não tratou do caso. Mas o fato é que, mesmo que as doações estivessem liberadas, há uma retração das empresas em destinar dinheiro ao partido. Os dirigentes nacionais avaliam que a “seca” é sentida não só no PT como nos outros partidos.
A interlocutores, Macêdo afirmou que as finanças do PT saíram do “momento crítico”, mas tem pregado a continuidade das medidas de austeridade, que espera que sejam adotadas também pelos diretórios regionais. Ele já explicou, por exemplo, que o congresso do PT em Salvador custou um terço do orçamento previsto. O temor dos petistas é que o TSE mantenha a multa e a sanção ao Fundo Partidário devido à rejeição das contas de 2009. A grande polêmica das contas é que elas registram os pagamentos ao Banco Rural por empréstimos que, segundo o processo do mensalão, teriam sido fictícios.
No seminário interno, o tesoureiro petista defendeu que os dirigentes se envolvam na campanha de arrecadação do partido nas redes sociais. Na segunda-feira, os sites e páginas de internet ligados ao PT devem difundir a campanha, denominada “Seja companheiro, seja companheira”. A doação mínima é de R$ 25 e deve ser feita pela internet. Na reunião, o tesoureiro anunciou que o diretório nacional vai ficar com 60% das doações, deixando 20% para o diretório do estado e 20% para o do município do doador.

Fonte: Tatiana Farah/http://oglobo.globo.com/

SEM TEMER, DILMA DECIDIU NEGOCIAR A RECRIAÇÃO DA CPMF.

Às voltas com a necessidade de cobrir um buraco de cerca de R$ 80 bilhões no Orçamento da União de 2016, Dilma Rousseff decidiu assumir pessoalmente a negociação para tentar aprovar no Congresso a proposta de recriação da CPMF. Fará isso depois que o vice-presidente Michel Temer lhe disse ser contra a medida e previu uma nova derrota do governo no Legislativo.
Além de Dilma, também o ministro Joaquim Levy (Fazenda) conversou com o vice-presidente. Disse-lhe que a ressurreição do tributo, enviado à cova pelo Congresso em 2007, é vital. Temer repetiu o que dissera a Dilma. Para ele, a proposta de recriar a CPMF é uma derrota esperando para acontecer no Congresso. O texto do projeto será arrematado neste domingo (30), em reunião de Dilma com um grupo de ministros. E seguirá para o Congresso nesta segunda-feira (31).
Na sequência, Dilma planeja reunir-se com líderes e presidentes de partidos governistas. Simultaneamente, tentará convencer os governadores a pressionar os congressistas dos seus respectivos Estados para que votem a favor da matéria. Na noite desta sexta-feira (28), Dilma jantou com os governadores da região Nordeste, em Fortaleza (veja foto no rodapé).
Curiosamente, partiu de Temer a sugestão para que Dilma molhasse a blusa. Os dois tiveram uma conversa telefônica no final da tarde da última quinta-feira (27). A presidente tocou o telefone para o vice depois que a novidade já havia sido pendurada nas manchetes. Em entrevista, Temer chegara a tachar as notícias de “burburinho”. Na conversa com Dilma, descobriu que era mais do que isso.
O projeto seguirá para o Congresso na segunda, confirmou Dilma a Temer, que àquela altura, já havia trocado ideias com alguns líderes de legendas aliadas. A senhora já conversou com os líderes?, quis saber o vice. Dilma respondeu que espera contar com o auxílio dos governadores. E Temer insinuou que seria insuficiente.
O vice recordou à presidente que ela já abriu as portas do Palácio do Alvorada para os governadores no final de julho. Pediu-lhes que ajudassem a desarmar as bombas fiscais que tramitam no Congresso. Cinco dias depois, Dilma amargou na Câmara uma derrota humilhante derrotas já impostas a um governo.
Os deputados aprovaram em primeiro turno a emenda constitucional que vincula o salário de três corporações —advogados da União, delegados da Polícia Federal e delegados de Polícia Civil— a 90,25% dos contracheques dos ministros do STF. O placar foi estonteante: 445 votos a favor e apenas 16 contra. De nada serviu o encontro de Dilma com os governadores.
Dessa vez, Dilma confia que será diferente. Para seduzir os governadores, o governo cogita dividir com os Estados parte da coleta da nova CPMF. Um auxiliar da presidente disse ao blog: “Renan Calheiros [presidente do Senado] disse que não gosta da volta da CPMF, mas o Renan Filho [governador de alagoas] gosta.”

Fonte: http://josiasdesouza.blogosfera.uol.com.br/

sexta-feira, 28 de agosto de 2015

"O QUE TÔ PASSANDO, NÃO DESEJO PRA NINGUÉM", DIZ MÃE SOBRE BUSCA DE TRATAMENTO PARA O FILHO NO ALTO OESTE.

A rotina diária da dona de casa Gadriana Medeiros Maia, de 30 anos, tem sido marcada pela luta para melhorar a saúde do filho, Victor Jonathan, de 8 anos. O garoto tem uma doença rara que altera o ritmo e a intensidade das ondas elétricas cerebrais, capazes de modificar o estado da consciência e provocar alterações dos movimentos, convulsões e inclusive transtornos emocionais e de conduta.
Victor Jonathan mora com a mãe e a irmã mais nova em São Francisco do Oeste, município integrante da microrregião de Pau dos Ferros. Ele sofre de disritmia cerebral, transtorno que atinge cerca de 5% da população mundial, além de diabetes tipo I, que pode causar cegueira e até a morte, se não for tratada.
O problema é que, os medicamentos para o tratamento são caros, e a família humilde sobrevive apenas de um Programa do Governo Federal, o Bolsa Família. Os remédios suficientes para um único mês, custam em torno de R$ 1.400 e estão sendo adquiridos com o apoio de amigos, vizinhos e familiares.
“É muito difícil. O que eu tô passando eu não desejo nem para o meu pior inimigo. Minha família que se unem, minha madrinha tem sido um grande braço. Em Natal, teve minhas primas que me ajudaram”, destaca a mãe emocionada.
No início do mês, o garoto precisou tomar, em Natal, duas vacinas importantes para o tratamento. Cada uma custava R$ 600. O dinheiro para a compra foi adquirido através de uma campanha na cidade.
Segundo Gadriana, ao descobrir a doença do filho há três meses, ela procurou a secretaria de saúde do município, que informou que não poderia ajudá-la na aquisição dos medicamentos, porque que a secretaria estava com uma dívida na farmácia.
“Eu até procurei a prefeita da cidade, que é madrinha de Jonathan. Chorando, ela disse que ia me ajudar, mas até agora, nada”, acrescentou.
Por telefone, o secretário municipal de saúde, Francisco Edson, informou ao MOSSORÓ HOJE que têm contribuído com passagens de ida e volta para Natal, exames laboratoriais e tomografias.
Sobre os medicamentos, Francisco confirmou que tomou conhecimento do caso, mas que a mãe da criança precisa se dirigir até a secretaria com as receitas médicas para que ele possa avaliar e fazer o pedido.
“Ela precisa vir aqui com o receituário, só assim é que vamos saber se podemos ou não ajudar. O problema é que ela nunca chega aqui e esclarece aqui os fatos 100%, ela não deixa a gente ter acesso aos receituários, para saber se a gente tem condições de ajudar”, frisou o secretário.
Procurada pela reportagem, Gadriana rebateu a declaração.
“Assim que eu descobri a doença do meu filho, eu fui lá, levei todos os papeis, mas ele disse que não podia fazer nada. E disse ainda que quem mandava lá era a prefeita”, revelou.
Devido à disritmia cerebral, sintomas como dores de cabeça, baixa capacidade de memorização, dificuldade em aprender a ler e crises epiléticas, são algumas das consequências que Jonathan precisa aprender a conviver.
Além disso, por conta da diabetes tipo I, o garoto precisa tomar insulina por toda a vida. Atualmente, o medicamento, que custa R$ 1.200 por mês, é doado pelo dono da farmácia, que também é vereador do município.
Indagada sobre como ela ver o futuro, Gadriana não hesita e responde: “Eu tenho fé. Às vezes eu me pergunto, senhor como é que eu vou resolver isso?, mas eu acredito que ele mostrará um jeito”.

PRESIDENTE DO STJ CONSIDERA IMPROVÁVEL ANULAÇÃO DA LAVA JATO.

O presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro Francisco Falcão, considera improvável a anulação da Operação Lava Jato, que investiga o esquema de corrupção na Petrobras. Desde as prisões dos primeiros investigados na Lava Jato, em novembro do ano passado, as defesas dos acusados dizem que há ilegalidades nas decisões da Justiça Federal que fundamentaram as prisões.
Em março, o STJ abriu inquéritos contra os governadores do Acre, Tião Viana, e do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão. Eles foram citados em depoimentos de delação premiada do doleiro Alberto Youssef e do ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa. “Acho muito pouco provável, acho improvável pelos fatos como estão postos.”, avaliou Falcão.
Em uma entrevista hoje (28) sobre o lançamento de um seminário sobre o combate à lavagem de dinheiro, o ministro Luis Felipe Salomão, relator dos processos contra os governadores, ressaltou que, além dos depoimentos, é preciso apresentação de provas contra os acusados.
“A delação é um dos elementos de prova. É preciso que venha sufragada pelo conjunto de provas para o juiz formar sua convicção. E essa é uma garantia não só do acusado, mas de toda a sociedade”, disse o ministro.
Em 2011, a Operação Satiagraha foi anulada pelo STJ. Na ocasião, os ministros da Quinta Turma entenderam que as provas da operação ficaram comprometidas com a participação da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) na operação. No mesmo ano, o tribunal considerou ilegais as provas obtidas na Operação Castelo de Areia, que investigou a empreiteira Camargo Correa.

Fonte: Estadão Conteúdo/http://tribunadonorte.com.br/

RAPIDINHAS DO RNPOLITICAEMDIA...

DIVULGACAND 1:
Observando o que muitos candidatos dizem não ter, fico imaginando como que a justiça eleitoral ver certas situações. A figura tem um padrão de vida altíssimo e ao declarar seus bens, diz "nenhum bem declarado". Não ter nadica de nada na vida, é estranho. Muito estranho. 
DIVULGACAND 2:
E o mais curioso ainda, é quando se diz ter uma casa ou um prédio e o valor declarado é super-hiper-ultra irrisório. Imaginem uma casa em Alexandria, por R$ 1.500,00 localizada no centro da cidade??? E em Jucurutu, um candidato declarou ter 80 cabeças de gado, que custavam à época, R$ 8.000,00. Ou seja, saiam ao preço de R$ 100,00 cada. E é de barro... Nem as de Vitalino custavam tão baratas. 
ENCANTO:
Parece que a "surra de saias" em 2016, não será da candidatura do prefeito Albero Neri. Hoje, uma fonte pauferrense, muito ligada ao gestor, disse-me que será um candidato. No masculino. Assim, caberá a uma jovem tentar desbancar o postulante da situação. Ao que se sabe, a oposição aceitaria a jovem política nas suas hostes.
Vamos pra frente...
MARTINS 1:
Integrantes do grupo oposicionista da serrana e turística Martins, encomendou pesquisa de opinião pública para muito em breve. Segundo informações, será publicada na mídia. Tentamos entrar em contato com alguns personagens da ala contrária ao governo Olga Fernandes, mas não tivemos retorno. Ao que se sabe, o bloco tem 3 nomes para encabeçar a majoritária em 2016. O nome do médico Netinho parece ser o mais afiado para o embate.
MARTINS 2:
Por falar em pesquisa, após consulta popular no município do melhor festival gastronômico do RN, o governo Robinson Faria alcançou 23,66% de aprovação. Já 23,25% dos martinenses reprovam a gestão do PDS. Entendem que o governo é regular, 27,34 e 25,71 preferiram não responder ao questionamento.
UMARIZAL 1:
Esta semana, visitamos o prédio da Câmara de Vereadores de Umarizal. Nota 10 o anexo construído pela gestão do biênio anterior. O vereador Washington Sales entregou todos os gabinetes dos parlamentares, dando nomes a duas galerias de vultos do legislativo umarizalense: Antônio Capitulino e Geraldo Gurgel. O palácio José Florentino de Oliveira dispõe de instalações que engrandecem a Casa Legislativa de Umarizal.
UMARIZAL 2:
O novo chefe do legislativo, Paulo Márcio de Lima Fernandes, tem o dever de deixar também sua marca. Está concluindo 1/3 do mandato na próxima segunda-feira e em termos de estrutura física, está devendo... Mas ainda tem tempo de mostrar serviço.
SERRINHA DOS PINTOS:
O governo Robinson Faria também foi avaliado pela LOGOS semana passada. Na "Terra da Pedra do Navio", o executivo estadual teve 25,21% da aprovação. A reprovação a administração do estado do RN é de 20,86% e 29,56% escolheram a opção regular. Já 24,34% preferiram não responder.
OS PREFEITOS E A POLÍCIA:
Já imaginou como ficará as cidades do RN, se os prefeitos resolverem não auxiliar a PM, no tocante a parceria com o estado? Será uma faixa de gaza.
ALMINO AFONSO:
O vereador Algusto Queiroz, dias atrás, fez questão de usar a rede social facebook, para esclarecer que será candidato a vereador. Assim, ou Godeiro enfrenta a parada ou procura um nome, agora.

DILMA ORGANIZA ENCONTRO COM GOVERNADORES DO NORDESTE NESTA SEXTA-FEIRA PARA DISCUTIR CPMF.

Presidente participará de dois eventos no Ceará.

A presidente Dilma Rousseff tenta viabilizar uma reunião com os governadores do Nordeste para a noite desta sexta-feira, dia 28, em Fortaleza. A expectativa dos dirigentes é que Dilma aproveite a ocasião para discutir a proposta de recriação da CPMF.
Dilma acionou nesta quinta-feira o governador do Ceará, Camilo Santana (PT), para que organizasse o encontro com os outros 8 governadores da região. A previsão é que o encontro ocorra em um jantar na capital à noite, depois da agenda de Dilma no estado, que inclui a entrega de unidades do “Minha Casa, Minha Vida” em Caucaia e participação no evento “Dialoga Ceará”, no final da tarde, em Fortaleza. A presidente, conforme agenda divulgada pelo Palácio do Planalto, embarca às 11h para Fortaleza.
Os governadores dos estados do Nordeste costumam manter reuniões frequentes para debater temas de interesse da região. Desde novembro do ano passado, após terem sido eleitos, já houve 4 encontros em que o tema do financiamento da saúde foi debatido, inclusive com discussões sobre a criação de um imposto para gerar recursos para a área.
Segundo participantes desses encontros, há um consenso sobre a necessidade de mais recursos para a saúde, mas o grupo se divide quanto à criação de um imposto.
Pode ser um obstáculo no apoio dos governadores do Nordeste à presidente Dilma a reação negativa no Congresso, principalmente por parte dos presidentes da Câmara e do Senado, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e Renan Calheiros (PMDB-AL), respectivamente, sobre a proposta de recriação da CPMF e de qualquer aumento de impostos.
Ainda assim, interlocutores desses governadores dizem que, mesmo os que são contrários à iniciativa, querem “ouvir” o que a presidente tem a dizer sobre o tema.
Para tornar a medida mais palatável e aumentar suas chances de aprovação no Congresso, a ideia do governo é propor que a CPMF passe a ser partilhada com estados e municípios e não fique mais exclusivamente nas mãos da União.
A proposta de recriar a CPMF para reforçar o caixa da União em estudo no governo prevê que a alíquota do tributo fique em 0,38%. Esse foi o percentual que vigorou de 1999 até o final de 2007, quando a contribuição foi extinta.

Fonte: Júnia Gama/http://oglobo.globo.com/

MINISTÉRIO PÚBLICO RECOMENDA CRIAÇÃO DA REDE SUSTENTABILIDADE, PARTIDO DE MARINA SILVA.

Para disputar eleições municipais de 2016, a nova legenda precisa ser aprovada até um ano antes da disputa.

A Procuradoria-Geral Eleitoral enviou parecer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) recomendando a concessão do registro à Rede Sustentabilidade, partido idealizado pela ex-senadora Marina Silva (PSB). Como a agremiação não conseguiu se viabilizar a tempo, Marina concorreu à presidência da República no ano passado pelo PSB, após a morte de Eduardo Campos. A decisão de conceder ou não o registro à Rede caberá aos ministros do tribunal, que levarão em consideração a opinião do Ministério Público.
Segundo a avaliação do vice-procurador-geral eleitoral, Eugênio Aragão, que assinou o parecer, a Rede já obteve mais do que as 487 mil assinaturas de apoio exigidas por lei. Hoje, os apoiadores são 498.317. Pela norma, apenas eleitores não filiados a outra sigla podem apresentar apoiamento formal a uma nova agremiação.
Para Aragão, não se pode exigir da Rede que cumpra as regras da nova legislação, em vigor desde o início do ano, que dificulta a criação de novos partidos. Como o pedido de registro da Rede começou a ser discutido em 2013, ele defende que o TSE aplique a regra anterior. Na primeira tentativa de registro, os criadores da Rede apresentaram apenas 442.524 assinaturas validadas pela Justiça Eleitoral — por isso, o partido não foi oficialmente criado. À época, o tribunal concedeu aos idealizadores da sigla a possibilidade de complementar o número de assinaturas no futuro.
"Se essa Corte Superior, por meio de decisão proferida pelo plenário, facultou à parte que continuasse a obter os apoiamentos necessários ao seu registro, não há como, neste momento, admitir-se uma alteração, uma desestabilização de tal relação jurídica", argumentou Aragão na sentença. "A necessidade de observância da nova legislação afrontaria a boa-fé da parte (Rede), que agiu de acordo com a chancela desse tribunal", concluiu.
Para participar das eleições municipais de 2016, a nova legenda precisa ser aprovada pela Justiça Eleitoral até um ano antes da disputa, que será no início de outubro. Portanto, o pedido precisa ser julgado e aprovado logo, para a Rede conseguir participar das disputas. O relator do processo, ministro João Otávio de Noronha, não deu previsão de quando levará o tema ao plenário do TSE.

Fonte: Carolina Brígido/http://oglobo.globo.com/

quinta-feira, 27 de agosto de 2015

O PERFIL DO ENDIVIDAMENTO DOS CLUBES BRASILEIROS EM 2014.

Confira quanto cada time da primeira divisão deve para bancos, governo e outras dívidas de curto prazo de acordo com o Itaú BBA.

Os 20 clubes da primeira divisão nacional, com Botafogo no lugar da Chapecoense, somam R$ 4,09 bilhões em dívidas. De 2010 até 2014, esse número cresceu sempre entre 20% e 25% por ano, apesar de as receitas já terem estagnado há duas temporadas para a maioria. Alguns times se enrascaram mais, outros menos. Mas a análise, se parar na evolução do endividamento bruto, não diz tanta coisa, porque há dívidas ruins e dívidas muito ruins. Por isso ÉPOCA pediu ao Itaú BBA, que divulgou nesta semana estudo sobre as finanças do futebol brasileiro, para detalhar as dívidas de cada time.
A dívida se divide em três: bancária, fiscal e operacional.
A bancária, como o nome sugere, tem a ver com todos os empréstimos que o cartola tomou e ainda não pagou. É a dívida mais perigosa, porque dela são cobrados juros mais agressivos. Se não for quitada, vira uma bola de neve. É perigosa também porque, para consegui-la, o clube dá como garantia as receitas mais fáceis de projetar, como cotas de televisão ou patrocínios. Atlético-PR, Atlético-MG, Joinville, Palmeiras e São Paulo são os que correm mais esse risco, pois a maior parte de suas dívidas são bancárias.

CLIQUE AQUI  E LEIA A MATÉRIA COMPLETA.

Fonte: Rodrigo Capelo/http://epoca.globo.com/

RAPIDINHAS DO RNPOLITICAEMDIA...

Amanhã cedinho, leia as rapidinhas do seu blog favorito.
Já estão no forno.
Tome seu Lexotan e relaxe...




JUSTIÇA DETERMINA QUE VICE ASSUMA CARGO DE PREFEITA FORAGIDA NO MA.

Malrinete Gralhada (PMDB) aguarda ser empossada pela Câmara Municipal.
Lidiane Leite está foragida da PF desde a semana passada.

O juiz Cristóvão Sousa Barros, titular da 2ª Vara da Comarca de Bom Jardim (MA), concedeu, nesta quinta-feira (27), mandado de segurança determinando que a vice, Malrinete Gralhada (PMDB), assuma imediatamente a prefeitura da cidade, que está sem gestor desde que a prefeita Lidiane Leite da Silva, de 25 anos, fugiu após ter a prisão decretada pela "Operação Éden", da Polícia Federal. O Ministério Público já pediu a indisponibilidade dos bens e o afastamento de Lidiane por meio de duas ações civis públicas por improbidade administrativa.
Na decisão, o juiz Cristóvão Sousa Barros afirma que a medida visa a "proteção do interesse público diante da situação de insegurança social e política que vive a Comunidade de Bom Jardim". A determinação vale "enquanto perdurar o impedimento da prefeita", observa o magistrado.
Procurado pelo G1, o advogado da prefeita Carlos Sérgio de Carvalho disse que ainda não tinha conhecimento da decisão e informou que Lidiane está estudando pedir o próprio afastamento da prefeitura em breve.
A vice Malrinete Gralhada (PMDB) disse ao G1 que vai aguardar ser empossada pela Câmara Municipal. "Eu tenho prazo de 24 horas para a câmara me dar posse, mas o presidente, vereador Arão Silva, está em São Luís. Eu já falei com o vice [vereador Cinego], que está aguardando a documentação da Justica", informou.
Gralhada se disse pronta para assumir a cidade, que vive clima de incerteza. "Eu estou pronta para assumir e pronta para trabalhar pelo nosso município. Vamos, inicialmente, retomar a estabilidade. Temos que colocar o funcionalismo em dia, pois uns receberam os salários e outros não. E, de imediato, vamos pedir uma auditoria nas contas do município e regularizar a merenda escolar", garantiu.
A vice havia ajuizado mandado de segurança no Fórum de Bom Jardim, na terça-feira (25). Ao G1, ela revelou que estava impedida de entrar na sede da prefeitura desde 2013, por determinação de Lidiane.


BANCADA DO NORDESTE DISCUTE RENEGOCIAÇÃO DE DÍVIDAS E QUEDA DE REPASSES PARA A REGIÃO.

A renegociação das dívidas dos produtores rurais e a tentativa do governo federal em reduzir os repasses para as regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste foram os temas do encontro com os coordenadores de bancada do Nordeste, nesta quinta-feira (27), em Brasília. Com o intuito de debater estes assuntos com o Poder Executivo, será realizado encontro na próxima semana com parlamentares e representantes dos Ministérios da Fazenda e da Integração Nacional, da Receita Federal, do Banco do Nordeste e do Banco da Amazônia.
Os deputados destacaram a tramitação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 87/2015, enviada pela presidência da República, que prorroga até 2023 a vigência da Desvinculação de Receitas da União (DRU) – mecanismo de realocação de receitas federais – e amplia de 20% para 30% os recursos das contribuições sociais e dos fundos constitucionais que o governo federal pode gastar livremente.
De acordo com o deputado federal Felipe Maia (DEM), coordenador da bancada do Rio Grande do Norte, alguns gastos com saúde, assistência social e financiamentos de projetos de desenvolvimento das três regiões são obrigatórios. No entanto, atualmente, a DRU permite que o governo gaste 20% dos recursos arrecadados das contribuições sociais de forma flexível e a PEC 87/2015 visa aumentar a desvinculação para 30%, além de alterar quais tributos podem ser desvinculados.
“Pela primeira vez são incluídos na DRU os fundos constitucionais de financiamento do Nordeste (FNE), do Norte (FNO) e do Centro-Oeste (FCO). Isso significa que as regiões podem deixar de receber R$ 4 bilhões. Então, a bancada do Nordeste está se articulando na tentativa de excluir esse item da PEC e garantir mais repasses para as regiões”, disse o potiguar.
As dívidas agrícolas também foram debatidas no encontro. O objetivo da bancada é discutir a renegociação dos débitos com o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, e solicitar ao governo que encaminhe ao Congresso Nacional uma proposta de renegociação. “As secas sucessivas deixam os agricultores do Nordeste em situação de escassez, e eles ficam sem meios de quitar suas dívidas. É imperativo que o governo federal estenda a mão principalmente aos pequenos agricultores e promova soluções para esse ponto”, afirmou.

Fonte: http://blog.tribunadonorte.com.br/politicaemfoco

CERIMONIAL DO PLANALTO BARRA DILMA EM EVENTO.

Deu-se no finalzinho da manhã desta quinta-feira, durante uma solenidade de confraternização de Dilma Rousseff com os atletas brasileiros que participaram dos Jogos Pan-Americanos e Parapan-Americanos de Toronto.
Dilma cumprimentara os atletas e aguardava pelo início do evento, num salão ao lado. Anunciada no microfone —“Senhoras e senhores, a presidenta da República, Dilma Rousseff”—ela tomou o rumo do palco. Súbito, um funcionário do cerimonial do Planalto, mãos estendidas, brecou-lhe os passos.
Dilma foi instada a aguardar a passagem de um grupo de atletas cadeirantes que ela acabara de cumprimentar. Abespinhada, queixou-se da falta de organização. Recuou dois passos. Gesticulava. Balançava a cabeça em sinal de reprovação. Chamada novamente pelo serviço de som, foi ao palco. A coisa começa assim. E vai piorando. Logo, logo o serviço da copa do Planalto enviará café frio para o gabinete presidencial.

Fonte: http://josiasdesouza.blogosfera.uol.com.br/

MARTA E PMDB ORGANIZAM GRANDE EVENTO PARA FILIAÇÃO DA SENADORA.

Ex-petista formalizará entrada no novo partido em setembro; Temer já confirmou presença.

A senadora Marta Suplicy e o PMDB iniciaram os preparativos para uma grande festa para a filiação da senadora ao partido. O evento será dia 26 de setembro em São Paulo, mas o local ainda não foi definido.
O PMDB vai mobilizar todas as suas bancadas para a festa. A presença do vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB), já está confirmada.
Na semana passada, Marta ofereceu jantares para os vereadores de São Paulo do PMDB e para o secretário municipal de Educação, Gabriel Chalita (PMDB), que é presidente do diretório municipal da capital paulista da legenda. A aproximação com a base partidária foi um pedido de Temer.
Chalita é o principal obstáculo para a candidatura de Marta à Prefeitura de São Paulo. Após a oficialização da entrada da senadora no PMDB no fim de semana, o secretário se colocou como pré-candidato. No jantar entre os dois, ficou acertado de que eles só falariam de eleição no ano que vem.
Uma parte dos parlamentares paulistas da sigla defendem a realização de uma prévia, a ser realizada na convenção do PMDB no ano que vem, para definir o nome do candidato.
O PMDB ocupa quatro secretarias na Prefeitura de São Paulo, além da Controladoria Geral do Município que também foi indicação da sigla. A definição de candidatura própria criou um desconforto e fez com que Temer colocasse os cargos à disposição de Haddad. O prefeito ainda avalia o caso.

Fonte: Julianna Granjeia/http://oglobo.globo.com/