RNPOLITICAEMDIA2012.BLOGSPOT.COM

sábado, 28 de março de 2020

COVID 19 MATA MAIS TRÊS PESSOAS NO BRASIL

O Ministério da Saúde, atualizou os dados, duranta entrevista coletiva, dada por membros daquela pasta. Agora, contabilizam-se 114 mortes causadas pelo coronavírus.
Entre 15 e 18h de hoje, mais três brasileiros perdem a vida.

MARCELINO VIEIRA: HOMEM É MORTO NA ZONA RURAL

Um homem de nome Erismar, conhecido por "Paulista" foi assassinado na manhã de hoje, na comunidade de Flexas, divisa da cidade de Marcelino Vieira com José da Penha. Segundo as primeiras informações, o crime ocorreu por meio de emboscada.
Erismar residia em José da Penha e ainda com base na fonte nas informações, tomava conta da chácara onde ocorreu o homicídio.
Traremos maiores informações.














Foto: Nosso Paraná RN

GOVERNADORA MANDA TIRAR CAMAS DA UTI DE MACAÍBA

Com vitórias expressivas no 1º e 2º turnos da eleição para Governador em 2018, na cidade de Macaíba, Fátima Bezerra mostrou total desrespeito e falta de vergonha com a população, ao mandar retirar, na manhã de hoje, as camas da UTI do hospital regional Alfredo Mesquita. Além de desrespeitar a população a Governadora está desrespeitando a Justiça. Há uma determinação para que ela coloque para funcionar as dez UTI’s construídas no governo Robinson Faria. Essa semana Fatima deu entrevista dizendo que ia abrir a UTI de Macaíba, mas manda retirar as camas. Nos últimos anos, Macaíba tem sido vítima de políticos inescrupulosos que só querem o voto da população. Como perguntar não paga imposto: A Justiça vai continuar omissa?

Fonte: Gustavo Negreiros

PROPOSTA DO MINISTÉRIO DA SAÚDE PREVÊ ISOLAMENTO DE TRÊS MESES COM ABERTURA DE BARES COM METADE DA LOTAÇÃO

O Ministério da Saúde tenta articular com os estados a flexibilização de medidas restritivas de isolamento por conta do novo coronavírus. Em documento preliminar enviado a secretários estaduais de Saúde, a pasta apresenta propostas e define prazos iniciais. Idosos e grupos de risco por conta de doenças crônicas, por exemplo, ficariam três meses em distanciamento social.
Já estudantes da educação básica e do ensino superior seriam orientados a manter o isolamento até o fim de abril, podendo se estender para maio, dependendo de cada realidade local.
Comércios como bares e restaurantes, onde há aglomeração de pessoas habitualmente, funcionariam com metade da capacidade total. Isso seria importante para evitar concentração de pessoas, o que eleva o risco de transmissão do vírus.
As medidas fazem parte de um esforço do governo de alinhar, o máximo possível, o discurso em torno das medidas de isolamento social para apresentar um plano no início do próximo mês. Seria uma orientação geral para a contenção da doença que não paralise a economia, na linha do que o presidente Jair Bolsonaro vem pedindo ao ministro Luiz Henrique Mandetta, Saúde.
As informações foram publicadas pelo site da Folha de S. Paulo e confirmadas pelo GLOBO. Segundo fontes do Ministério da Saúde, as medidas ainda não estão validadas pela pasta porque serão objeto de discussão com os secretários estaduais de Saúde.
Mandetta esteve na manhã deste sábado em reunião com o presidente Bolsonaro e outros ministros. Ele deixou o Palácio da Alvorada mais cedo que a maior parte dos presentes e prevê dar uma coletiva de imprensa na tarde de hoje.

Fonte: Renata Mariz/Extra
Foto: Jorge William/O Globo

VEJA GRÁFICO DO MINISTÉRIO DA SAÚDE SOBRE OS CASOS SUSPEITOS E MORTES DO COVID 19, ATUALIZADO HOJE ÀS 15 HORAS



BRASIL CHEGA A 111 MORTES POR COVID 19. CASOS CONFIRMADOS COM O VÍRUS CHEGA A 3.904

O Ministério da Saúde divulga neste sábado (28), em Brasília, atualização sobre o número de casos e mortes por covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. Até às 15h de hoje. Um aumento de 20,65% entre a sexta-feira e este sábado.
Assista à transmissão AQUI












Fonte: Poder 360
Foto: Sérgio Lima/Poder 360
Título e Negrito Nossos

MAIOR É PRESO E MENOR APREENDIDO PELA PM FAZENDO BARREIRAS COM GALHOS E PEDRAS PARA PRATICAR ASSALTOS EM PORTO DO MANGUE

Dois elementos, sendo um menor de idade, estavam fazendo barreira com galhos e pedras na BR 404 entre a localidade de Logradouro e Alagamar, na zona rural do município de Porto do Mangue.
Antes de serem detidos. Os mesmos assaltaram um carro pipa da prefeitura de Carnaubais e dois motociclistas...
Segundo o Sgt Fernandes, que estavam acompanhado com Cb Rogério, os elementos perceberam a aproximação da Guarnição da Policia Militar de Porto do Mangue e tentaram fugir.
Davi Gervazio de Souza 19 anos de idade, residente no Assentamento Logradouro, juntamente com um adolescente de 17 anos, foram detidos e conduzidos para a Delegacia de Policia Civil de Areia Branca, para os procedimentos. Com os mesmos foi encontrada uma arma caseira com uma munição de calibre 38.




Fonte: O Câmera/Passando na Hora

COM QUARENTENA, CIDADE ITALIANA ERRADICOU CORONAVÍRUS EM DUAS SEMANAS

A cidade de três mil habitantes reduziu o número de casos para zero em pouco tempo.

Até o momento, a Itália é um dos países mais afetado pelo novo coronavírus no mundo – com mais de 80 mil casos confirmados. Mas, nas últimas semanas, pesquisadores perceberam que a cidade de Vò, perto de Veneza, poderia ser utilizada como base para um experimento. O que aconteceria se todas os 3 mil habitantes da município, sem exceção, fossem colocados em quarentena antes mesmo do vírus se espalhar?
E, ao fazer isso, os pesquisadores relataram que nenhum caso novo apareceu. Em menos de duas semanas, não havia sequer um caso de covid-19 em Vò. Para realizar a quarentena, as autoridades do local permitiram que a Universidade de Pádua, localizada em Pádua, realizasse os testes nos indivíduos infectados. Após o primeiro teste, foram identificados 89 indivíduos com o vírus. No segundo, apenas seis dos testados estavam infectados e permaneceram isolados.
Sendo assim, a taxa de recuperação da cidade de Vò aumentou para 100%, visto que os únicos seis habitantes com o vírus não tiveram contato com mais ninguém até que estivessem curados. Os pesquisadores alertam, porém, que essa é uma medida que deve ser tomada com antecedência. Quando os testes e o período de quarentena começaram, apenas 3% da população estava infectada.
Considerando toda a região da Itália, que não adotou a mesma medida do que a cidade de Vò, o país foi rapidamente para o topo da lista dos países com maior número de casos confirmados. Além disso, a taxa de mortalidade pelo novo coronavírus no país é de 8%, o que, segundo os pesquisadores, apresenta um descontrole no tratamento. No Brasil, a taxa de letalidade do novo coronavírus é inferior a 3%.
LEIA MATÉRIA COMPLETA AQUI

Fonte: Maria Eduarda Cury/Exame
Foto: Manuel Silvestri/Reuters

PREFEITO MORRE DE CORONAVÍRUS

Os exames do prefeito de São José do Divino, Antônio Nonato Lima Gomes, conhecido como Antônio Felicia (PT), testaram positivo para o novo Coronavírus. Os resultados foram liberados neste sábado(28) pelo Laboratório Central do Estado (Lacen) e informados pela Secretaria de Estado da Saúde.
O prefeito, de 57 anos, morreu na madrugada desta sexta(27), no Hospital Dr. José Brito Magalhães, no município de Piracuruca, depois de dar entrada com falta de ar intensa. A equipe médica não conseguiu fazer entubação do gestor que morreu em seguida.
Ele tinha histórico de diabetes e teve uma evolução rápida da doença. Dois dias antes, já havia relato que estava com febre e dificuldades para respirar para o prefeito de Piracuruca Raimundo Alves, que o aconselhou a procurar atendimento em Teresina.
Em vídeo divulgado nas redes sociais, o governdor Wellington Dias confirma o exame do prefeito e revela que Atônio Felícia contraiu a Covid-19 de um colega de Parnaíba, que também testou positivo para a doença.
“Já foi verificado que ele provavelmente pegou o Coronavírus de uma outra pessoa de Parnaíba, que também deu confirmação positiva que está hospitalizada sobre os cuidados médicos e agora estamos trabalhando o mapa de todas as pessoas que mantiveram contato com os dois, mapear todo o histórico dessa situação para que possamos proteger”, informou o governador em vídeo gravado neste sábado, lamentando a morte do prefeito que era seu correligionário e amigo.
Equipes da Vigilância Epidemiológica do Estado já estão em Piracuruca, São José do Divino e na região de Parnaíba e mais pessoas devem se dirigir hoje.
Wellington disse ainda que os testes rápidos, que devem chegar hoje ao Estado, serão encaminhados para a região prioritariamente. “Para dar tranquilidade a quem não tem coronavírus e do outro lado adotar as providências necessárias sempre preocupado em salvar vidas. O Piauí já conta com 11 casos confirmados e com o primeiro óbito”, afirma.
O vice-prefeito do município de São José do Divino, Assis Carvalho, assumiu a gestão do executivo. Ele informou que o prefeito não tinha hábito de viajar para outros estados, o que possibilitaria a transmissão comunitária com alguém infectado por Covid-19.
“A rotina dele era esta, ele era agropecuarista, laticínio. Ele tinha toda essa rotina de estar acompanhando o funcionamento da sua fazenda e a rotina maior era no São José (do Divino)”, contou.

Fonte: Cidade Verde
Fotos: Ascom/Prefeitura

SAIR DO ISOLAMENTO AGORA, É QUERER VOLTAR A MUNDO QUE NÃI EXISTE MAIS, DIZ VIROLOGISTA ÁTILA IAMARINO

Interromper agora as medidas de isolamento contra o novo coronavírus é querer voltar a uma realidade que não existe mais, alerta é o biólogo e divulgador científico Atila Iamarino.

O mundo (e o Brasil) mudaram com a disseminação do novo coronavírus, e a preocupação de governos e empresas agora deveria ser a de se preparar para esta nova realidade, diz ele em entrevista à BBC News Brasil.
Nos últimos dias, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e alguns empresários têm insistido na necessidade de restabelecer o funcionamento do comércio e de outros serviços.
Carreatas com essa bandeira foram organizadas em diversas cidades brasileiras. O argumento é de que os danos econômicos serão irreversíveis caso o país continue parado por muito tempo.
O consenso entre cientistas da área, no entanto, é de que é fundamental manter medidas de isolamento social por enquanto, diz Atila — inclusive para ganhar tempo a fim de trabalhar em alternativas.
"Manter as medidas que a gente tem agora é o que vai fazer dar tempo para buscarmos outras medidas lá na frente. Na verdade, parar agora é ganhar o tempo para fazer escolhas", diz ele.
Doutor em microbiologia pela Universidade de São Paulo (USP), Atila concluiu dois pós-doutorados estudando a disseminação (ele prefere o termo "espalhamento") dos vírus e a forma como esses organismos evoluem. Um desses pós-doutorados foi na própria USP, e o outro na Universidade Yale, nos Estados Unidos.
Em sua carreira, o pesquisador de 36 anos estudou vírus como ebola e HIV. A ideia desse tipo de pesquisa, explica ele, é analisar o material genético dos vírus para entender como eles se propagam entre os humanos.
Atila se tornou conhecido por sua participação no canal de YouTube do Nerdologia, um dos maiores do país. Nos últimos dias, tem feito transmissões ao vivo sobre o novo coronavírus.
Uma delas atingiu a marca de 5,2 milhões de visualizações em menos de uma semana e fez com que o nome do biólogo chegasse à lista de assuntos mais comentados pelos brasileiros no Twitter.
Atila conversou com a BBC News Brasil por telefone, na última quarta-feira (25/02). Confirma a seguir alguns dos principais trechos da entrevista.
BBC News Brasil - À luz do que já se sabe sobre a pandemia, o que você acha das últimas intervenções presidente da República, Jair Bolsonaro, dizendo que o país precisa "voltar à normalidade"?
Atila Iamarino - Eu acho que não importa (o discurso do presidente). Felizmente, isso vai contra o que todos os países estão fazendo. Quase que sem exceção. Todos os países sobre os quais estou informado estão tomando medidas na direção contrária, de fechar em diferentes graus, e até de deixar a população em casa, como a Índia acabou de fazer com mais de 1 bilhão de pessoas.
LEIA A ENTREVISTA COMPLETA AQUI

Fonte: André Shalders/aBBC News
Foto: Reprodução

COVID 19: CIENTISTAS ADVERTEM QUE NO BRASIL PODEM MORRER MAIS DE 1 MILHÃO

A estratégia de isolamento parcial, ou vertical, defendida pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, que consiste em manter apenas idosos e grupos de risco em casa, elevará o número de mortos em mais de 500 mil, segundo estudo do Imperial College of London, divulgado neste sábado. Este número é apenas metade do que se projeta para um cenário em que nada fosse feito no país para conter a dispersão do vírus Sars-CoV-2.
Em um cenário onde sequer fosse aplicado o afastamento de apenas parte da população, o número projetado para o Brasil é de 1,15 milhão de óbitos. Mesmo mantido o isolamento total, ao menos 44 mil pessoas tendem a morrer por causa do novo coronavírus. A nova pesquisa do Grupo de Resposta à Covid-19 do Imperial College, vai na contramão do que pregam os seguidores de Bolsonaro.
Modelagem
O grupo de cientistas vem traçando quase em tempo real, nos supercomputadores da instituição, projeções matemáticas do avanço da pandemia. Eles avaliam as ações em andamento. A atuação desta equipe fez o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson recuar sobre a ideia de adotar isolamento vertical. Ele foi foi diagnosticado com a covid-19, na sexta-feira.
Segundo o jornal The New York Times, estimativas feitas por esses cientistas também influenciaram a Casa Branca a ampliar as medidas de isolamento. A Organização Mundial da Saúde (OMS) também recomenda o isolamento social. Já Bolsonaro tem criticado governadores que determinaram fechar o comércio e diz ter receio de uma crise econômica.
O trabalho mais recente do Imperial College, divulgado na quinta-feira, expandiu a modelagem para 202 países. Liderados por Neil Ferguson, eles comparam possíveis impactos sobre a mortalidade em vários cenários: ausência de intervenções com distanciamento social mais brando, que chamam de mitigação, ou mais restrito, a supressão.

Fonte: Correio Braziliense, com NY Times

PRECE DE QUARENTENA


SECRETARIA DE SEGURANÇA ACATA PORTARIA DO MINISTÉRIO PÚBLICO E VAI PRENDER E MULTAR QUEM ESTIVER NAS RUAS INCITANDO O FIM DA QUARENTENA

Quem descumprir o decreto do Governo do Rio Grande do Norte, referente à quarentena, poderá sofrer penalidades.
Algumas pessoas foram às ruas de Natal na manhã deste sábado, em carreata precedida de uma aglomeração na Praça da Árvore, em Mirassol, para estimular a população a voltar à normalidade a partir de segunda-feira.
O Governo está comunicando à população que é imperativo o cumprimento do decreto estadual n. 29.541/2020 que define medidas restritivas temporárias, de importância internacional, para o enfrentamento ao Covid-19.
Para o Governo, o movimento de hoje nas ruas incita “de forma irresponsável” o retorno das pessoas às ruas e a abertura do comércio em geral.
Nas redes sociais há grupos mobilizando-se para movimentações similares a partir da segunda-feira (30).
“Diante do perigo iminente à saúde das pessoas, temos a destacar que o Governo do Estado do Rio Grande do Norte fará cumprir, em parceria com as forças municipais e demais órgãos, as determinações em vigor. Neste contexto, alertamos que a participação em carreatas e similares em desobediência às normas de enfrentamento da Covid-19 constitui ofensa ao disposto no art. 268 do Código Penal, que sanciona com multa e detenção aqueles que infringirem determinação do poder público destinada a impedir a introdução ou a propagação de doença contagiosa. A multa diária prevista pode ser de até R$ 50 mil”, diz a determinação do Estado.
A Secretaria de Segurança orientou as forças das Polícias Militar e Civil para o cumprimento das medidas impostas.
A Secretaria trabalha em alinhamento à portaria do Ministério Público, que instaurou procedimento preparatório para apurar as providências tomadas pelo Poder Público para o caso de descumprimento das determinações em vigor.

Fonte: Thaisa Galvão
Foto: Web

RN TEM CRESCIMENTO DE 62,22% NOS CASOS DE CORONAVÍRUS, EM POUCAS HORAS

De ontem à tarde, quando a SESAP divulgou o então novo mapa da COVID 19 no Rio Grande do Norte, até a amanhã de hoje, o estado potiguar viu a contabilidade dos infectados sumiu em uma escalada alucinante. O sinal vermelho veracidade foi dado, agora.
Dos 28 casos notificados da sexta-feira, passou a ter 45 neste sábado, até às 13h16.
Acrescente assustadores 62,22% de registros entre   estas poucas horas.
Natal lidera, com 22 infectados; Mossoró 14; Parnamirim 06; Macaíba, Monte Alegre e Passa e Fica com 01 caso cada município.
Destaque para a capital do Oeste do RN, que aumentou em  oito infectados, o número de atingidos pelo coronavírus.

MOSSORÓ REGISTRA MAIS OITO CASOS DE CORONAVÍRUS

A Secretaria de Saúde de Mossoró recebeu, na noite desta sexta-feira (27), a confirmação de mais oito casos do novo coronavírus na cidade. Cinco pacientes estão em isolamento domiciliar, encontram-se bem, alguns já não apresentam mais sintomas. Dois em internamento hospitalar, mas estão estáveis. Uma paciente internada em UTI, ainda inspira cuidados, mas está estável.
Pacientes em isolamento domiciliar: três mulheres de 31, 35 e 40 anos. Dois homens de 37 e 65 anos; Pacientes em internamento hospitalar: uma mulher de 47 anos e um homem de 61 anos; Uma mulher internada em UTI de 50 anos.
Em números atualizados, Mossoró conta agora com 13 casos do novo coronavírus. Em breve os números de suspeitos, descartados e confirmados serão atualizados no boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde Pública (SESAP).
A Secretaria de Saúde de Mossoró também está investigando um óbito que ocorreu no dia (25) de uma mulher, de 67 anos, com comorbidade. Amostras foram recolhidas e encaminhadas ao Laboratório Central de Saúde Pública do Rio Grande do Norte Dr. Almino Fernandes (LACEN/RN) para descartar ou não a suspeita do coronavírus. Assim que os resultados estiverem prontos a SESAP deve divulgar em seu boletim epidemiológico.

Fonte: Heitor Gregório

SEM PRESIDENTE, GOVERNADORES CRIAM CÂMARAS TÉCNICA PARA UNIFICAR RESPOSTA AO CORONAVÍRUS

Grupo é formado por secretários de saúde, médicos e pesquisadores que vão entregar estudos para servir de base para as políticas públicas.

Os governadores brasileiros decidiram criar uma câmara técnica formada por secretários estaduais de saúde, médicos e pesquisadores, para elaborar estudos que irão respaldar uma resposta unificada ao coronavírus. É o que informa o Painel deste sábado (28).
O comitê surge em função da “inoperância” do governo federal sob Jair Bolsonaro, que tem feito uma política de sinais trocados em relação ao coronavírus. Enquanto o ministro da Saúde Henrique Mandetta defende o distanciamento para conter a propagação do vírus, Bolsonaro lança campanha para que os trabalhadores voltem à rotina e apenas os idosos fiquem isolados.
A câmara técnica deve analisar a evolução da COVID-19 em cada estado e projetar os cenários de maior ou menos restrição à movimentação nas ruas. Os governadores esperam ter dados para definir o plano de ação a tempo de vencer os decretos de fechamento de comércios, na próxima semana.
“A ideia é ter dados científicos para projetar a necessidade de leitos e também para avaliar se é possível aplicar medidas restritivas seletivas estado a estado. Abrir o isolamento sem critério, como sugere Jair Bolsonaro, não é opção na mesa.”

Fonte: Jornal GGN

JUSTIÇA PROÍBE BOLSONARO DE ADOTAR MEDIDAS CONTRA O ISOLAMENTO SOCIAL E DERRUBA DECRETOS

O governo de Jair Bolsonaro está proibido pela Justiça Federal de adotar medidas contrárias ao isolamento social como forma de prevenção ao coronavírus. Dois decretos do presidente que ia nesse sentido foram suspensos, o que classificava as igrejas e casas lotéricas como serviços essenciais, o que, na prática, permitia o funcionamento desses estabelecimentos, mesmo em estados em que os governos municipais ou estaduais tivessem proibido aglomerações.
O pedido foi feito pelo Ministério Público Federal (MPF). Na decisão, o juiz da 1ª Vara Federal de Duque de Caxias, Márcio Santoro Rocha, determinou que o governo federal e a prefeitura da cidade de Duque de Caxias, "se abstenham de adotar qualquer estímulo à não observância do isolamento social recomendado pela OMS", a multa em caso de desobediência é de R$ 100 mil.
O presidente vem afirmando que o isolamento social não é a medida mais eficaz contra a pandemia do coronavírus. Com os dados e os conselhos da Organização Mundial da Saúde (OMS), Ministério da Saúde, secretarias estaduais da saúde e maiores cientistas de todo mundo, é possível afirmar que ou o presidente está mentindo ou está extremamente mal informado.
Para Bolsonaro, quem tem seguido os conselhos dos órgãos acima mencionados, está agindo com "histeria". Sem apresentar um dado científico, o presidente tem pedido abertamente, inclusive em campanha bancada com dinheiro público, para as pessoas voltarem as atividades normal.
O coronavírus já vitimou fatalmente 23.335 seres humanos no mundo e já contaminou 509.164 pessoas. Estamos falando de meio milhão de vidas.
No Brasil a situação não é nada esperançosa. Em um mês desde que a doença chegou por aqui, são 3.417 pessoas infectadas e 92 mortos.

Fonte: Erick Mota/Congresso em Foco
Foto: Isac Nóbrega/PR

VACINA DEVE DEMORAR "PELO MENOS 18 MESES", SEGUNDO OMS

O diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, afirmou nesta sexta- feira que uma vacina para o novo coronavírus ainda deve demorar “pelo menos 18 meses”.
Ghebreyesus afirmou ainda que quatro tipos de medicamentos serão testados e que, atualmente, não há remédios que curem a Covid-19.
“Hoje, temos o prazer de anunciar que, na Noruega e na Espanha, os primeiros pacientes serão inscritos em breve em um estudo, que comparará a segurança e a eficácia de quatro medicamentos diferentes ou combinações de medicamentos contra a Covid-19.”
Durante a coletiva, o diretor-geral da OMS insistiu também para que as pessoas não usem remédios que não tenham eficácia comprovada.

Fonte: O Antagonista

ARGENTINA É ELOGIADA POR SACRIFICAR ECONOMIA NO COMBATE AO VÍRUS

Na América Latina, onde um grande número de pessoas depende da economia informal para sobreviver, não há boas opções para os líderes.

Quando Alberto Fernández visitou o México em sua primeira viagem ao exterior desde que assumiu a presidência da Argentina, disse que os dois países enfrentariam o “desafio da globalização” juntos.
Menos de cinco meses depois, as respectivas posturas de Fernández e do presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, no combate à pandemia de coronavírus não poderiam ser mais diferentes.
Enquanto só agora o líder mexicano tenha decidido instar os cidadãos a ficar em casa – depois de incentivá-los a comer fora para apoiar a economia local -, a Argentina paralisou a vida social e impôs uma rígida política de quarentena há uma semana, mesmo sob o risco de afetar desproporcionalmente os meios de subsistência da base de eleitores de Fernández, de classe média baixa.
A chave para essa decisão foi a mudança de surto para pandemia e conversas com líderes no centro do combate à doença, disseram pessoas a par da estratégia.
“A escolha é cuidar da economia ou cuidar da vida”, afirmou Fernández na quarta-feira. “Eu escolhi cuidar da vida.”
Na América Latina, onde um grande número de pessoas depende da economia informal para sobreviver, não há boas opções para os líderes. A decisão de Fernández de ir com tudo para combater o Covid-19 se destaca não apenas por seu contraste com o México, mas também com o Brasil, onde o presidente Jair Bolsonaro tem subestimado os riscos e entrado em confronto com governadores que tomam medidas rigorosas para conter a propagação.
Momento decisivo
“Este é um momento de decisivo para Alberto Fernández mostrar que está no controle e liderando o país”, disse Jimena Blanco, chefe de pesquisa política da América Latina da consultoria Verisk Maplecroft. “O pior cenário é obter uma resposta desordenada, ou nenhuma resposta, que é o que estamos vendo no México e no Brasil.”
A decisão de Fernández de colocar o país em quarentena foi profundamente influenciada pelo anúncio da Organização Mundial da Saúde, em de 11 de março, de que o surto de coronavírus havia se tornado pandemia, segundo uma autoridade do governo. A médica Maureen Birmingham, representante da OMS na Argentina, está em constante contato com autoridades e com o próprio Fernández.
Essa decisão foi reforçada quando o presidente argentino viu os casos aumentarem rapidamente na Itália e na Espanha – dois países de onde vêm muitos ancestrais argentinos. Antes de anunciar o bloqueio, Fernández conversou com os primeiros-ministros italiano e espanhol, Giuseppe Conte e Pedro Sánchez, para ouvir suas experiências, disse a autoridade. Fernández fortaleceu os laços com os dois líderes depois de visitá-los no início deste ano. O presidente do México, por outro lado, é notoriamente relutante em viajar ao exterior.

Fonte: Patrick Gillespie e Jorgelina do Rosario - Bloomberg News/Exame
Foto: Bloomberg

COVID 19: ESPANHA REGISTRA 832 MORTES EM 24 HORAS

É o número mais alto de sempre: Espanha registou 832 mortes por covid-19 em 24 horas e 7871 novos casos, ultrapassando já as 5690 mortes, com 72.248 casos infectados. Destes, 40 mil foram hospitalizados e mais de 12 mil foram já considerados recuperados.

Na Alemanha foram registados 6.294 e 55 mortos nas últimas 24 horas, mas o país continua a ser dos que tem uma taxa de mortalidade mais baixa devido à doença por coronavírus.
Já nos Estados Unidos foi ultrapassada a barreira dos 100 mil infectados. A Universidade John Hopkins refere que o número de mortes por covid-19 nos EUA é de 1544. A OMS teme mesmo que o país se torne no novo epicentro da epidemia.

Foto: Dinheiro Vivo
Fonte: EPA/Governo regional de Madrid

POLICIAS MILITAR E CIVIL REALIZARAM OPERAÇÃO SATURAÇÃO EM MOSSORÓ

A Operação envolvendo militares do 2º Batalhão e Agentes da Delegacia de Furtos e Roubos de Mossoró foi deflagraram na manhã desta sexta feira 27 de março, no Parque das Rosas, no bairro Santa Delmira.
Segundo informações, a operação tem como objetivo tirar de circulação, criminosos que vem aterrorizando em diferentes bairros da cidade de Mossoró.
Numa residência, localizada na Rua das Laranjeiras, no Parque das Rosas os policiais encontraram uma moto roubada, com as características da que está sendo usando nos crimes, além de bala-clavas e roupas. A policia acredita que os elementos conseguiram fugir antes da chegada das viaturas.
O material apreendido foi encaminhado para Delegacia especializada em Furtos e Roubos para os procedimentos.
Participaram da operação, policiais da Força Tática, Fiscal de Operações sob o comando do Sgt Almeida Paiva, Viatura da Área, Polícia Ambiental, e agentes da Especializada em Furtos e Roubos.

Fonte: O Câmera

CNI PROPÕE ISOLAMENTO VERTICAL NA INDÚSTRIA CONTRA O COVID 19

Propõe ações com Sesi e Senai. Sugere testes rápidos quinzenais. E certificações de produtos e serviços. Voltados para o combate à pandemia.

O presidente da CNI (Confederação Nacional da Indústria), Robson Braga de Andrade –diagnosticado com covid-19 em 16 de março de 2020– encaminhou nesta 6ª feira (27.mar.2020) correspondência ao presidente Jair Bolsonaro na qual a instituição se prontifica a ajudar na implementação do chamado isolamento social vertical. A estratégia consiste em manter apenas pessoas do grupo de risco para a covid-19 em quarentena.
No documento, também encaminhado aos presidentes do STF (Supremo Tribunal Federal), ministro Dias Toffoli; do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP); e da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), a CNI argumenta que o isolamento vertical requer forte coordenação entre os setores público e privado.
“A evolução de casos da covid-19 na Coreia do Sul e na Alemanha demonstra que, se bem executada, essa é uma estratégia eficiente para promover o achatamento da curva de propagação do vírus, preservar vidas e reduzir a pressão sobre o sistema de saúde”, justifica Robson Andrade no documento.
A CNI propõe uma parceria com o governo federal, com o Sesi (Serviço Social da Indústria) se comprometendo a capacitar e dar assistência para realização de testes rápidos da covid-19, custeados com recursos do governo federal, para 100% dos cerca de 9,4 milhões de trabalhadores da indústria, a cada 15 dias, com isolamento social apenas de pessoas com exame que der resultado positivo. Além disso, seriam realizados exames moleculares, conhecidos como contraprova, para verificar falsos positivos da covid-19.
De acordo com o presidente da CNI, para isso, é preciso que sejam feitos testes rápidos nos pacientes sem sintomas, pois acredita-se que 80% da população infectada apresenta poucos ou nenhum sintoma da doença, sendo responsável pela maioria das contaminações locais.
“Trata-se de uma estratégia complexa, mas possível e, no caso do Brasil, necessária, pois as empresas e os cidadãos não terão fôlego financeiro para resistir por 1 período prolongado de isolamento social horizontal”, ressalta Robson Andrade.
A CNI propõe, ainda, a criação de uma plataforma on-line, integrada e colaborativa, para manejo clínico do novo coronavírus em uma rede de atenção primária e de parceiros privados. A confederação sugere a criação de 1 fundo de aval, com recursos no valor de R$ 500 milhões que seriam aportados pelo Sesi, para financiar capital de giro das indústrias de micro, pequeno e médio portes, com faturamento anual de até R$ 10 milhões.
Segundo o presidente da CNI, a prioridade máxima, neste momento, são as ações para preservar vidas, seguindo sempre as diretrizes da OMS (Organização Mundial da Saúde), mas ressalta que é crucial que “nos preocupemos também com a sobrevivência das empresas e a manutenção dos empregos”.

Fonte: Poder 360
Foto: Divulgação CNI

GOVERNADORES DO NORDESTE SE DIZEM INDIGNADOS COM BOLSONARO E CRITICAM AÇÃO CONTRA ISOLAMENTO EM PANDEMIA

Em carta aberta, divulgada, nesta sexta (27), gestores da região, afirmam que fazer campanha contra a quarentena é "um verdadeiro atentado à vida".

Os governadores do Nordeste divulgaram, nesta sexta (27), uma carta aberta e manifestam “profunda indignação” com a postura do governo federal diante das ações para conter a pandemia do novo coronavírus. Segundo os gestores, a União contraria a orientação de entidades, que indicam o isolamento social como melhor forma de conter a doença, e promove campanhas contra a quarentena. “Este tipo de iniciativa representa um verdadeiro atentado à vida”, afirmam.
A carta foi redigida e assinada pelos nove governadores, depois de uma reunião por videoconferência. Os gestores também exigiram “respeito por parte da Presidência da República”, esperando que “cessem, imediatamente, as agressões contra os governadores, assumindo-se um posicionamento institucional, com seriedade, sobre medidas preventivas”.
Para os gestores, a “omissão em padronizar normas nacionais e a insistência em provocar conflitos impedem a unidade em favor da saúde pública”. Para eles, assim, “expõe-se a vida da população, além de assumir graves riscos no tocante à responsabilidade política, administrativa e jurídica.”
Os gestores do Nordeste também ressaltaram estar "abertos ao diálogo", neste "esforço que precisa ser coletivo, tendo como meta a superação da ameaça representada por esta doença, que continua matando milhares de pessoas"
"Temos absoluta convicção de que o diálogo, o equilíbrio e a união serão sempre o melhor caminho para revertermos este quadro crítico. Seguimos firmes e vigilantes em defesa da vida das pessoas, inclusive na luta para impedir atos que possam significar riscos à saúde pública", afirmaram, na carta.
LEIA MATÉRIA COMPLETA AQUI

Fonte: Ricardo Novelino/G1
Foto: Heudes Regis/SEI/Divulgação

sexta-feira, 27 de março de 2020

CONFIAMOS EM VÓS, SENHOR DEUS. SOMENTE EM VÓS


CORONAVÍRUS: OS NOVOS SINTOMAS DA DOENÇA

Perda de olfato e paladar e quadros de diarreia podem ser sinais de alerta para a Covid-19.

Além dos sintomas já conhecidos: falta de ar, coriza, febre baixa e dor de garganta, os infectados pelo novo coronavírus apresentaram novos sintomas durante o atendimento em hospitais, alertaram associações médicas.
A perda de olfato foi percebida em pacientes da Alemanha, Itália e Coreia do Sul. No caso da Alemanha, 2 entre 3 pacientes apresentaram o problema durante o quadro de infecção. De acordo com a Associação Britânica de Otorrinolaringologia há também relatos parecidos nos Estados Unidos e na França. Em alguns casos, os pacientes eram jovens e não apresentavam os outros sintomas característicos da doença.
No Brasil, a Academia Brasileira de Rinologia (ABR), a Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial (ABORL-CCF) reconheceram que a anosmia súbita, a perda de olfato sem maiores explicações, acompanhada ou não da perda do paladar, deverá ser levada em conta como possível sintoma de pacientes com Covid-19. As entidades orientaram por meio de nota que os pacientes nestas condições fiquem isolados em quarentena de 14 dias por precaução.
Entidades médicas ainda apontam que outros sintomas menos conhecidos de Covid-19 são desconfortos abdominais, náuseas , cólicas, diarreias e falta de apetite.

Fonte: Veja
Foto: George Doyle/Thinkstock/VEJA

RN TEM 28 CASOS SUSPEITOS DO COVID 19. BRASIL CONTABILIZA 92 MORTES

Segundo a revista Veja, publicou minutos atrás, os novos números do coronavírus no Brasil. o Rio Grande do Norte teve uma elevação considera entre os números de casos suspeitos. Ontem, eram 19 infectados. Nesta sexta-feira, totaliza-se 28 casos notificados. uma elevação de 47,36% em relação a quinta-feira. felizmente, não há registro de nenhum óbito.
Na página da revista eletrônica, (VER AQUI) estão disponíveis gráficos de monitoramentos que mostra em tempo real, a evolução dos casos suspeitos e mortes em todo país, detalhadamente, por estado da federação.
Em todo Brasil, ontem, apesar de dezenas de sites divulgarem 77 mortes, o gráfico do Ministério da Saúde notificava 78 mortes. Hoje, o número de óbitos é de 92 vítimas fatais. Um aumento de 17,94% entre os dois dias. Já infectados, conta-se 3.417 pessoas.