RNPOLITICAEMDIA2012.BLOGSPOT.COM

RNPOLITICAEMDIA2012.BLOGSPOT.COM
RIO GRANDE DO NORTE

segunda-feira, 30 de novembro de 2015

REDES SOCIAIS ESPALHAM RUMORES SOBRE FRAUDE EM SORTEIO DA MEGA-SENA.

Internautas recorrem a canais como Facebook e Whatsapp, entre outros, para protestar contra o que acreditam ser esquema de fraude em loterias. Senador oficia Caixa Econômica, que nega irregularidades e defende segurança do sistema.

O assunto tem dominado as redes sociais desde a última quarta-feira (25), quando saiu o mais recente resultado da Mega-Sena. E, para muitos internautas, trata-se de fraude a aposta, mais uma vez contemplando um bilhete comprado no Distrito Federal, que acertou as seis dezenas da mais disputada loteria do país. Em questão, a bolada de R$ 205 milhões destinada a um único jogo –recorde histórico – e a credibilidade de uma instituição como a Caixa Econômica Federal, responsável pela realização do certame.
Um vídeo que circula no aplicativo de mensagens Whatsapp coloca em suspeição inclusive os proprietários da lotérica (Wands Loterias LTDA) que vendeu o bilhete premiado – pago a R$ 3,50, o preço da aposta simples. No filmete, um internauta não identificado faz uma busca no site da Receita Federal e, ao chegar à Consulta de Sócios e Administradores (QSA), descobre que entre os donos da loja, localizada em um dos bairros mais valorizados Brasília, há um com o sobrenome Youssef – o mesmo do doleiro Alberto Youssef, um dos principais artífices do esquema de corrupção descoberto pela Operação Lava Jato na Petrobras.
“Olha só o quadro societário, direto da Receita Federal, na consulta QSA…”, pausa o internauta, focalizando a página institucional e ironizando a descoberta. “Olha só o Youssef aqui! Que legal! Estão observando? É isso aí, pessoal. A casa caiu”, diz o autor do vídeo de cerca de um minuto.
No perfil do Congresso em Foco no Facebook, outro internauta vai direto ao assunto ao afirmar que os sorteios de loteria são alvos constante de fraude. “Loterias são comprovadamente utilizadas para lavagem de dinheiro. Existem pessoas ‘de sorte’ como um apostador que ganhou 550 vezes na loteria, outro que ganhou 327 vezes, ou – o mais incrível de todos – um cidadão agraciado com 107 prêmios da loteria, em sete modalidades diferentes, em vários estados da Federação e no mesmo dia…”, diz o leitor do site.
Ofício
Os materiais divulgados nas redes são emblemáticos das reações, em nível nacional, sobre os rumores de que os sorteios são manipulados. A grita geral ganhou força diante do fato de que apostadores de Brasília têm sido recorrentemente contemplados com prêmios acumulados, quando valores aumentam significativamente em relação ao número originalmente anunciado. Diante dos protestos virtuais e das mensagens que diz ter sido enviadas ao seu gabinete em Brasília, o senador Alvaro Dias (PSDB-PR) encaminhou ofício, nesta segunda-feira (30), à presidente da Caixa Econômica Federal, Miriam Belchior, em busca de esclarecimentos.
“Não é um assunto novo. Em 2004 e em 2005 denunciei desta tribuna, com base em informações sigilosas fornecidas pelo Coaf [Controle de Atividades Financeiras], que cidadãos brasileiros com muita sorte ganhavam muitas vezes na loteria. Denunciamos que um deles chegou a ganhar 525 vezes; outro, mais de 300 vezes; outro, mais de 200; um deles, mais de 100, com vários prêmios no mesmo dia, em sete loterias diferentes de vários estados brasileiros – prêmios sacados no mesmo dia. É claro que isso consubstanciava claramente a existência da lavagem de dinheiro sujo com sorteios das várias loterias administradas pela Caixa Econômica Federal”, reclamou o senador tucano, em discurso feito na tribuna do plenário.
Em e-mail encaminhado ao Congresso em Foco (leia a íntegra abaixo), a Caixa Econômica negou qualquer irregularidade nos procedimentos de sorteio e na divulgação de resultados. Entre outros pontos, a Caixa rebate a acusação de que existe algo errado no fato de que, em um primeiro momento, o site da Mega-Sena veiculou a informação de que o prêmio havia acumulado, para em seguida anunciar o vencedor.
“[...] exclusivamente na tela inicial das Loterias no site, houve atraso na atualização dos dados, o que manteve a palavra ‘acumulou’ referente ao sorteio anterior. No entanto, desde o primeiro momento, as informações sobre o referido concurso foram atualizadas normalmente na página específica da modalidade Mega-Sena e no aplicativo da Caixa para celular”, registra a instituição financeira.


RAPIDINHAS DO RNPOLITICAEMDIA...

ALEXANDRIA 1:
A limpeza; melhorias na parede de contenção e aprofundamento do açude Velho, na comunidade Ilha foi concluída. De parabéns, a família Cipriano, que lutou por isso; o gestor municipal, que teve a sensibilidade necessária e o vereador Suê, autor do requerimento.
ALEXANDRIA 2:
Hernane Júnior, ficou de fora do rol de patrocinadores da festa da padroeira da Terra da Barriguda. Citar vale, que todos os demais políticos e aprendizes da arte estão inclusos na lista de padrinhos e madrinhas da festa... Hernane foi exceção...
BARAÚNA:
A LOGOS estará em Baraúna, realizando pesquisa esta semana. Quadro inteiramente aberto, quando sabemos que o prefeito eleito em 2012 foi cassado e a vice administra sob liminar. Campo propício para surgimento de novos líderes.
JANDUÍS:
E mais uma rodada de pesquisa de opinião pública ocorrerá na cidade de Janduís, ainda esta semana. São os números dando as cartas na engenharia política dias antes do ano eleitoral.
SERRA DO MEL:
Outro município que receberá pesquisa ainda neste ano, é Serra do Mel. Com 23 vilas que compõem o território serramelense, o trabalho lá, é árduo. 95% estradas de terra solta.
ENQUANTO ISSO, NUMA CIDADE DO OESTE POTIGUAR...
Dias atrás, um oficial de justiça apreendeu o carro de um vereador. Segundo informações, por falta de pagamento. Será...
MÍDIA NÃO FALTOU...
Dentre todos os blogueiros e jornalistas que cobriram a 5ª edição do "DESTAQUES DA MÍDIA", cito a participação de Bruno Campelo (Patu); Gidel (Caraúbas) e Erinaldo Silva (Felipe Guerra). Em nome de todos os demais profissionais de imprensa, meu muito obrigado.
NADA NOS DISSE...
Um certo cidadão, foi convocado por uma homenageada para representá-la na festa "DESTAQUES DA MÍDIA" ocorrida na noite de sábado. Mas em nenhum momento a coordenação do evento foi comunicada que este estaria no evento com esta finalidade. Talvez por está na mesa que era ocupada por opositores daquela a qual seria seu representante...
PARCEIROS:
A Central Eventos, de Caraúbas; Decoração Laura & Nádia e demais colaborados deram um show para que a 5ª edição da festa "DESTAQUES DA MÍDIA" se tornasse o sucesso que foi. Todos de parabéns.
TAVA ANSIOSO...
O presidente da Câmara de Tenente Ananias, Magal, estava mesmo ansioso, que chegasse o dia do 5º Prêmio "DESTAQUES DA MÍDIA". Durante o evento, soubemos que dia 28 de outubro, Magal estava de terno e gravata, pronto para vir a festa... que só ocorreu um mês depois...

CAPITÃO DA PMRN REALIZA SONHO DE IDOSA DE 90 ANOS.

Ocorreu em Campo Grande, no oeste potiguar. A senhora Lezina, de 90 anos de idade, tinha um sonho inusitado. E este sonho tornou-se realidade no dia de hoje. Dona Lezina conheceu o Capitão da Polícia Militar do Rio Grande do Norte, Inácio Brilhante de Araújo Filho, conhecido Capitão Brilhante", que diante do seu trabalho sério e direcionado sempre no cumprimento do que determina os preceitos policiais, ganhou notoriedade em todo o estado do RN e além fronteiras.
Dona Lezita expressou a alegria em satisfazer a vontade de ver pessoalmente Capitão Brilhante. Moradora do centro da cidade, sempre ouviu falar no que para ela era uma lenda. Mas o vereador Nilson Júnior, sabendo do anseio desta senhora, fez o papel de "mediador" deste encontro e não mediu esforços para realizá-lo.

5º PRÊMIO "DESTAQUES DA MÍDIA" BATEU RECORDES.

O rnpoliticaemdia,que é parte integrante da LOGOS - Assessoria & Pesquisa de Gestão, publicará paulatinamente, destacando cada um dos homenageados, por matéria individuais que estiveram recebendo a comenda no último sábado, no Ginásio de Esportes "O Ferreirão", em Alexandria. Diariamente, destacaremos uma das personalidades, vereadores, secretários municipais e prefeitos.

Diante da destreza como os jornalistas Gidel de Morais, editor do Icém Caraúbas e Edinaldo Silva, editor do Rede News destacaram o evento em matérias nos seus sites, sugerimos o acesso a estas publicações, aguardando nossa postagem de forma detalhada.

Para ver uma cobertura digna e repleta, clique 

EQUIPE TÉCNICA DO TCE SUGERE QUE RELATOR PAULO ROBERTO ALVES MANDE ROBINSON FARIA SUSPENDER SAQUES AO FUNDO PREVIDENCIÁRIO.

O Tribunal de Contas do Estado está apontando irregularidade nos saques do Governo ao Fundo Previdenciário do Estado para garantir o pagamento do funcionalismo em dia.
De acordo com auditoria do TCE, a lei aprovada em dezembro do ano passado pela Assembleia Legislativa, só autorizava a retirada de dinheiro até maio de 2015.
A equipe técnica do TCE sugeriu que o relator do processo, conselheiro Paulo Roberto Chaves Alves, determine, monocraticamente, ou seja, sozinho, sem apoio do Pleno, a suspensão dos saques.
E que o governo elabore, com urgência, um plano de recomposição do fundo previdenciário.
O processo encontra-se no com o procurador de Contas, Luciano Ramos, que irá remeter ao relator Paulo Roberto.


JUDICIÁRIO DIZ QUE CORTE EM ORÇAMENTO INVIABILIZARÁ VOTO ELETRÔNICO EM 2016.


Informação foi publicada na edição desta segunda do 'Diário Oficial da União'.
Contingenciamento impedirá o uso de R$ 1,7 bi do orçamento do Judiciário.


Uma portaria publicada no "Diário Oficial da União" desta segunda-feira (30) e assinada pelos presidentes dos tribunais superiores informa que o corte no orçamento do Judiciário vai inviabilizar as eleições de 2016 por meio eletrônico.
Ao todo, o contingenciamento impedirá a utilização de R$ 1,7 bilhão do orçamento do Supremo Tribunal Federal (STF), Superior Tribunal de Justiça (STJ), Justiça Federal, Justiça Militar da União, Justiça Eleitoral, Justiça do Trabalho, Justiça do Distrito Federal e Territórios e Conselho Nacional de Justiça (CNJ).
A portaria é assinada por Ricardo Lewandowski, presidente do STF e do CNJ; Dias Toffoli, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE); Laurita Vaz, vice-presidente do STJ e presidente em exercício do conselho da Justiça Federal; Antonio Levenhagen, presidente do TST; William Barros, presidente do Superior Tribunal Militar; e Getúlio Oliveira, presidente do TJDFT.
A portaria desta segunda não explica os motivos que inviabilizarão o uso das urnas eletrônicas no ano que vem.
"O contingenciamento imposto à Justiça Eleitoral inviabilizará as eleições de 2016 por meio eletrônico", diz o texto publicado.
Veja quanto cada tribunal ficará impedido de utilizar no orçamento com o contingenciamento:
-Supremo Tribunal Federal: R$ 53.220.494,00
- Superior Tribunal de Justiça: R$ 73.286.271,00
- Justiça Federal: R$ 555.064.139,00
- Justiça Militar da União: R$ 14.873.546,00
- Justiça Eleitoral: R$ 428.739.416,00
- Justiça do Trabalho: R$ 423.393.109,00
- Justiça do DF e Territórios: R$ 63.020.117,00
- Conselho Nacional de Justiça: R$ 131.165.703,00
Em nota, o TSE informa que o bloqueio de R$ 428.739.416,00 do orçamento da Justiça Eleitoral para 2016 "compromete severamente" projetos do próprio tribunal e dos Tribunais Regionais Eleitorais (veja íntegra da nota ao final desta reportagem).
"O impacto maior reflete no processo de aquisição de urnas eletrônicas, com licitação já em curso e imprescindível contratação até o fim do mês de dezembro, com o comprometimento de uma despesa estimada em R$ 200.000.000,00", diz trecho da nota.
"A demora ou a não conclusão do procedimento licitatório causará dano irreversível e irreparável à Justiça Eleitoral. As urnas que estão sendo licitadas tem prazo certo e improrrogável para que estejam em produção nos cartórios eleitorais", afirma o TSE.
Ao final do texto, o TSE afirma que o presidente do tribunal, ministro Dias Toffoli, irá, em conjunto com o ministro Ricardo Lewandowski, "envidar todos os esforços no Congresso Nacional para que as verbas devidas sejam autorizadas, a fim de se garantir a normalidade das eleições do ano que vem".
Veja abaixo a íntegra da nota divulgada pelo TSE:
Nota à imprensa: contingenciamento comprometerá as Eleições Eletrônicas Municipais de 2016
A Portaria Conjunta nº 3/2015, publicada nesta segunda-feira (30) no Diário Oficial da União e assinada pelos presidentes dos tribunais superiores, informa que o contingenciamento de recursos determinado pela União para cada área do Poder Judiciário, incluindo a Justiça Eleitoral, “inviabilizará as eleições de 2016 por meio eletrônico”.
Na semana passada, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministro Dias Toffoli, já havia procurado o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Ricardo Lewandowski, para expor a preocupação diante da medida do Executivo.
O total que não será repassado para a Justiça Eleitoral soma exatos R$ 428.739.416,00 o que prejudicará a aquisição e manutenção de equipamentos necessários para a execução do pleito do próximo ano. Esse bloqueio no orçamento compromete severamente vários projetos do TSE e dos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs).
O impacto maior reflete no processo de aquisição de urnas eletrônicas, com licitação já em curso e imprescindível contratação até o fim do mês de dezembro, com o comprometimento de uma despesa estimada em R$ 200.000.000,00.
A demora ou a não conclusão do procedimento licitatório causará dano irreversível e irreparável à Justiça Eleitoral. As urnas que estão sendo licitadas tem prazo certo e improrrogável para que estejam em produção nos cartórios eleitorais.
Na espécie, não há dúvida que o interesse público envolvido há que prevalecer, ante a iminente ameaça de grave lesão à ordem, por comprometer as Eleições Eletrônicas Municipais de 2016.
A portaria dos tribunais superiores é assinada pelos presidentes do STF, ministro Ricardo Lewandowski, do TSE, ministro Dias Toffoli, do Tribunal Superior do Trabalho (TST), ministro Antonio José de Barros Levenhagen, do Superior Tribunal Militar (STM), William de Oliveira Barros, do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT), desembargador Getúlio de Moraes Oliveira, e pela vice-presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministra Laurita Vaz.
O presidente do TSE registra e agradece o apoio do presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Ricardo Lewandowski, e informa que, juntos, irão envidar todos os esforços no Congresso Nacional para que as verbas devidas sejam autorizadas, a fim de se garantir a normalidade das eleições do ano que vem.

Fonte: Maria Oliveira/http://g1.globo.com/

RAPIDINHAS DO RNPOLITICAEMDIA...

Ainda hoje.
Aguardem...

domingo, 29 de novembro de 2015

5º "DESTAQUES DA MÍDIA" SUPEROU TODAS AS EXPECTATIVAS.

Assim, com esse título, descrevo o evento realizado na noite de sábado, no ginásio de Esportes "O Ferreirão". Um grande público prestigiou aquele que foi o maior de todos os eventos realizados pela LOGOS - Assessoria & Pesquisa de Gestão. Inúmeros blogs e sites fizeram a cobertura da festa, que contou com 101 homenageados. Um recorde na história do nosso "DESTAQUES DA MÍDIA".
Matéria completa, amanhã.

sábado, 28 de novembro de 2015

ABENGOA ENCERRA ATIVIDADES EM ALEXANDRIA.

Circula noticias pela cidade de que a empresa Abengoa encerrou atividades e fechou o canteiro de obras em Alexandria como de resto em outras cidades brasileiras. Segundo informações todos os duzentos funcionários (locais) já foram comunicados a respeito da situação e comparecerão amanhã (27) apenas para acertos finais. Notícia preocupante também para os comerciantes alexandrienses já que a empresa tem contas a pagar em muitos fornecedores da cidade.
Entenda o caso:
A companhia espanhola Abengoa, de energia renovável e infraestrutura, informou nesta quarta-feira (25) que entrou com um pedido preliminar de proteção contra credores, um passo inicial que pode levar ao maior caso de falência da história da Espanha.
O caso da Abengoa é um exemplo extremo de uma companhia espanhola que cresceu impulsionada no endividamento, durante os anos de boom econômico do país, mas agora enfrenta dificuldades para avançar. A empresa é uma das maiores construtoras do mundo de linhas de transmissão que transportam energia pela América Latina e também importante no setor de engenharia e construção, com grandes usinas de energia renovável em lugares que vão do Kansas ao Reino Unido.
A mais recente rodada de negociações da Abengoa com seus credores começou após a companhia de investimentos espanhola Gonvarri Corporación Financiera cancelar um plano de injetar cerca de 350 milhões de euros (US$ 375,85 milhões) na empresa sediada em Sevilha, disse a Abengoa na documentação regulatória entregue nesta quarta-feira. "A companhia continuará as negociações com os credores, com o objetivo de chegar a um acordo para garantir sua viabilidade financeira", afirmou a companhia.
As ações do Abengoa chegaram a cair até 70% nesta quarta-feira. Perto do fechamento da Bolsa de Madri, o papel recuava 49,78%. A notícia também atinge as ações de bancos espanhóis, que estão entre os credores da Abengoa.
A Abengoa, cujo valor de mercado caiu para 300 milhões de euros nesta quarta-feira, registrou endividamento financeiro bruto de 8,9 bilhões de euros no terceiro trimestre. A Abengoa tem agora até quatro meses para negociar com os credores. Pela lei espanhola, enquanto isso os credores não poderão forçar a falência da companhia.

Fonte: Dow Jones Newswires/Barriguda News

GOVERNO VAI BLOQUEAR R$ 10,7 BILHÕES, E SERVIÇOS SERÃO PARALISADOS.

Presidente cancelou viagem ao exterior por conta do agravamento da crise.

A presidente Dilma Rousseff decidiu seguir a orientação do Tribunal de Contas da União (TCU) e vai fazer um novo contingenciamento do Orçamento de 2015. O governo deverá editar um decreto de programação financeira com um corte de R$ 10,7 bilhões nos gastos. Com isso, pela primeira vez, o país terá um quadro que os técnicos chamam de "shut down", ou seja, a suspensão de todas as despesas discricionárias. Isso significa deixar de fazer, por exemplo, o pagamento de todos os serviços de água, luz, telefone, bolsas no Brasil e no exterior, fiscalização ambiental, do trabalho, da Receita e da Polícia Federal. A suspensão também atingirá gastos com passagens e diárias.
A presidente decidiu cancelar suas viagens ao Japão e ao Vietnã, marcadas para o período de 01 a 04 dezembro. Na tarde desta sexta-feira, a Secretaria de Imprensa da Presidência da República (SIP) confirmou que a presidente Dilma Rousseff cancelou as viagens que faria na semana que vem e, segundo a SIP, a decisão foi tomada "porque a partir de primeiro de dezembro o governo não pode mais empenhar novas despesas discricionárias, exceto aquelas essenciais ao funcionamento do estado e ao interesse público".
Ainda segundo a secretaria, "não se trata de um problema financeiro, mas sim orçamentário" . Na segunda-feira, uma nota técnica trará maiores detalhes sobre o decreto do contingenciamento.
Dilma ainda vai embarcar para Paris, onde participa da COP-21, conferência sobre mudanças climáticas, uma vez que esse evento está marcado para o dia 30 e, oficialmente, o bloqueio dos gastos só entrará em vigor no dia 01 de dezembro. Dilma embarca hoje à noite para Paris, onde participará do segmento de chefes de Estado da Conferência da ONU sobre Mudanças Climáticas, e retorna na segunda-feira à noite para Brasília.
— Ela acha que é melhor ficar no Brasil por conta das decisões orçamentárias. Estamos trabalhando para aprovar o PLN 5 (projeto de lei da meta fiscal) . Na base aliada há consciência da importância da aprovação da meta fiscal - disse um auxiliar de Dilma.
Segundo integrantes da equipe econômica, o Palácio do Planalto optou por essa saída para evitar uma fragilização ainda maior da presidente e e novos argumentos para um eventual pedido de impeachment. Ao avaliar as contas do governo de 2014, os ministros do TCU consideraram ilegal o fato de o governo ter administrado o Orçamento do ano passado com base numa meta fiscal que ainda não havia recebido o aval dos parlamentares. Por isso, o governo não gostaria de correr esse risco novamente.
O problema é que o mesmo quadro está ocorrendo em 2015. Com receitas em queda livre e despesas engessadas, o governo propôs ao Congresso uma alteração da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) deste ano que fixa a meta fiscal num déficit de R$ 51,8 bilhões para o governo federal. Esse valor, no entanto, pode chegar a R$ 117,9 bilhões caso o governo tenha frustração de algumas receitas e pague o saldo de todas as pedaladas fiscais (atrasos nos repasses de recursos do Tesouro Nacional para bancos públicos), que é de R$ 57 bilhões. No entanto, essa meta ainda não foi aprovada pelo Legislativo.

AQUI VOCÊ LER A MATÉRIA NA ÍNTEGRA.

Fonte: Martha Beck; Catarina Alencastro e Washington Luiz/http://oglobo.globo.com/


sexta-feira, 27 de novembro de 2015

GOVERNO FEDERAL CONTINUA ASSOMBRADO PELA CRISE.

Em meio à recessão e às dificuldades do Governo Federal para aumentar a arrecadação, as contas públicas continuam com resultado sofrível, segundo números divulgados, ontem, pela Secretaria do Tesouro Nacional. Em outubro, foi registrado um déficit primário de R$ 12,27 bilhões. É o pior resultado para este mês desde o início da série histórica, em 1997. Até então, o maior déficit para este mês havia sido registrado em 1998, no valor de R$ 1,46 bilhão.


quinta-feira, 26 de novembro de 2015

POLÍTICOS SÃO FLAGRADOS EM MOTÉIS COM MENINAS DE 15 ANOS.

No fantástico, domingo.

CONHEÇA OS SENADORES QUE VOTARAM CONTRA A PRISÃO DE DELCÍDIO.

13 senadores votaram contra a prisão do também senador e líder do governo Delcídio Amaral, do PT de MS.

Ângela portela - PT de Roraima
Donizetti Nogueira - PT de Tocantins
Fernando Collor - PTB de Alagoas
Gleisi Hoffman - PT do Paraná
Humberto Costa - PT de Pernambuco
João A. Souza - PMDB do Maranhão
Jorge Vianna - PT do Acre
Jorge Pimentel - PT do Ceará
Lindbergh Faria - PT do Rio de Janeiro
Paulo Rocha - PT do Pará
Regina Souza - PT do Piauí
Roberto Rocha - PSB do Maranhão
Telmário Mota - PDT de Roraima

DELCÍDIO CONTINUARÁ A RECEBER R$ 33,7 MENSAIS MESMO PREÇO.

Ao ser preso, segundo o artigo 44 do Regimento Interno do Senado, um parlamentar passa a gozar de licença automática, que garante todos os benefícios do cargo.

O agora ex-líder do governo no Senado, Delcídio Amaral (PT-MS), manterás as prerrogativas parlamentares mesmo preso, por determinação do Supremo Tribunal Federal (STF), sob acusação de tentar atrapalhar as investigações da Operação Lava Jato. Fica assegurada ao petista inclusive o subsídio de R$ 33,7 mil e as verbas de gabinete por um período de até 120 dias, a partir de quando a Casa poderá promover a substituição dele pelo primeiro-suplente, Pedro Chaves (PSC-MS). A troca ocorre para que o estado em questão não fique com um representantes a menos.
Ao ser preso, segundo o artigo 44 do Regimento Interno do Senado, um parlamentar passa a gozar de licença automática, que garante todos os benefícios do cargo mesmo diante da restrição de liberdade. Não há prazo determinado para o fim desse tipo de licença, que pode transcorrer até o fim do mandato – nesse caso, com a posterior substituição de posto, Delcídio mantém prerrogativas como foro privilegiado, mas as verbas e a estrutura de gabinete são transferidos para o suplente.
Mas, em relação ao subsídio parlamentar, a Secretaria-Geral da Mesa do Senado admitiu que ainda não há um procedimento a ser aplicado de imediato. Não há uma norma para a situação, dado o ineditismo do caso. Apenas as prerrogativas parlamentares de Delcídio, informa o órgão, ficam mantidas até que uma eventual perda do mandato – por meio de processo no Conselho de Ética, por exemplo – seja promovida.
Como este site mostrou mais cedo, em primeira mão, o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) será o instrumento do partido idealizado pela ex-ministra Marina Silva para acionar o Conselho de Ética contra Delcídio. De acordo com um interlocutor do senador, uma verdadeira “temporada de caça às bruxas” será iniciada no Senado com a ação contra Delcídio, tendo como alvos os demais membros da Casa sob investigação, no STF, por indícios de envolvimento no esquema de corrupção descoberto pela Polícia Federal na Petrobras. No entanto, a Rede vai analisar caso a caso, dada a natureza de cada inquérito.
Ofensiva
Além da Rede, partidos de oposição ao governo Dilma Rousseff, PSDB à frente, devem engrossar as fileiras contra Delcídio no Conselho de Ética. Líder do PSDB no Senado, Cássio Cunha Lima (PB) sugeriu que o presidente da Casa, Renan Calheiros (PMDB-AL), faça um comunicado oficial ao colegiado a respeito do fato de que há um senador preso. Caso Rena, também investigado na Lava Jato, não atenda à sugestão dos tucanos, Cássio garante que irá ao Conselho pedir abertura de processo por quebra de decoro parlamentar contra Delcídio.
“Se a Mesa Diretora não fizer a comunicação [ao Conselho de Ética], os partidos de oposição farão a representação e o processo será aberto, respeitando devidos processos legais. E o plenário vai decidir sobre futuro do mandato do senador Delcídio”, avisou o senador paraibano.


PRESIDENTE DA ASSEMBLEIA EZEQUIEL FERREIRA RECEBEU D0AÇÃO DE R$ 50 MIL DO BTG PACTUAL.

O Banco BTG Pactual, do banqueiro André Esteves, preso na mais recente fase da Operação Lava Jato, doou nada menos que 1 milhão 632 mil reais para partidos políticos e candidatos às eleições 2014 no Rio Grande do Norte, segundo levantamento feito pelo Blog do BG.
O atual presidente da Assembléia Legislativa do RN, deputado Ezequiel Ferreira, do PMDB, recebeu doação de R$ 50 mil do BTG Pactual.
O então deputado federal Henrique Alves (PMDB), candidato a governador, foi o que mais recebeu, o banco doou a Henrique, a bagatela de 300 mil reais, a então deputada federal e candidata ao Senado Fátima Bezerra, do PT, e também a agora ex-deputada federal Sandra Rosado, do PSB receberam cada uma R$ 250 mil reais.
O hoje deputado federal Rogério Marinho, do PSDB, recebeu 160 mil reais e o deputado estadual José Adécio, do DEM, ficou com 120 mil reais.
Os deputados estaduais Hermano Morais (PMDB) e Nelter Queiroz também recebeu, cada um, doação no valor 100 mil reais, mesmo valor doado a Carlson Gomes, candidato do DEM a Assembleia Legislativa.
Como se pode ver, as doações do Banco BTG Pactual através de diretórios estaduais ou de doação direta, desconhecia cores partidárias, distribuindo dinheiro para candidatos de diversas legendas.

Fonte: http://blogdovt.com/

RAPIDINHAS DO RNPOLITICAEMDIA...

Ainda hoje.
É só aguardar...

quarta-feira, 25 de novembro de 2015

GOVERNO VAI ANUNCIAR NOVO LÍDER NO SENADO PARA SUBSTITUIR DELCÍDIO.

O Palácio do Planalto vai anunciar nesta quarta-feira (25) até o fim do dia o nome do novo líder do governo no Senado para substituir o atual, o senador Delcídio do Amaral (PT-MS), preso pela Polícia Federal. O escolhido será um dos vice-líderes do governo na Casa: Hélio José (PSD-DF), Paulo Rocha (PT-PA), Wellington Fagundes (PR-MT) e Telmário Mota (PDT-RR).
Delcídio foi preso nesta quarta-feira cedo e levado para a Superintendência da Polícia Federal em Brasília por tentar atrapalhar as investigações da Operação Lava Jato.
De manhã, os ministros da Casa Civil, Jaques Wagner, da Secretaria de Comunicação Social, Edinho Silva, e da Secretaria de Governo, Ricardo Berzoini, se reuniram para discutir a prisão do senador e o quadro político. Em seguida, Wagner se reuniu com a presidenta Dilma Rousseff.
A presidenta, que tinha uma agenda pública com a seleção feminina de handebol, preferiu transferir o evento para uma sala privada, sem acesso de jornalistas. De acordo com o ministro do Esporte, George Hilton, Dilma estava com um humor “maravilhoso” durante o encontro com as atletas e não fez nenhum comentário sobre a prisão do senador.
George Hilton não quis comentar a prisão de Delcídio, mas disse que a hora é de união. “O PRB está afinado e apoiando o governo. Nossa demonstração é que temos que trabalhar pelo país. O momento é de união, de unidade, de fortalecer a base para que a gente aprove as medidas de ajuste fiscal e o país volte a crescer economicamente”, afirmou.

Fonte: Agência Brasil/http://www.jb.com.br/

LÍDER DO GOVERNO NO SENADO, DELCÍDIO DO AMARAL É PRESO PELA POLÍCIA FEDERAL.

Segundo investigadores, senador do PT estaria atrapalhando a Lava Jato.
Também foi preso o banqueiro André Esteves, do BTG Pactual.

A Polícia Federal prendeu na manhã desta quarta-feira (25) o senador Delcídio do Amaral (PT-MS), líder do governo no Senado. Segundo investigadores, o senador foi preso por estar atrapalhando apurações da Operação Lava Jato.
Também foram presos pela PF nesta manhã o banqueiro André Esteves, do banco BTG Pactual e o chefe de gabinete de Delcídio, Diogo Ferreira.
(Correção: ao ser publicada, esta reportagem informou que o advogado Édson Ribeiro, que defendeu o ex-diretor da área internacional da Petrobras Nestor Cerveró, havia sido preso. Segundo informações da Polícia Federal, há um mandado de prisão expedido que não foi cumprido porque ele está nos Estados Unidos. Como não pode ser preso lá, a PF pediu a inclusão do nome do advogado no chamado "alerta vermelho" da Interpol. A inclusão depende de autorização do STF. A informação foi corrigida às 10h09).
A prisão de Esteves está ligada a inquéritos no âmbito da Lava Jato que tramitam no STF. Em nota, o BTG Pactual informou que "está à disposição das autoridades para prestar todos os esclarecimentos necessários e vai colaborar com as investigações.”
As prisões foram um pedido da Procuradoria-Geral da República e autorizadas pelo Supremo Tribunal Federal (STF). As prisões de Delcídio e de Ribeiro são preventivas, que é quando não há data determinada para terminar. As demais são temporárias, com data de término.
Delcídio foi preso por tentar dificultar a delação premiada de Cerveró sobre uma suposta participação do senador em irregularidades na compra da refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos. Segundo investigadores, Delcídio chegou até a oferecer fuga a Cerveró, para que o ex-diretor não fizesse a delação premiada, o que reforçou para as autoridades a tentativa do petista de obstruir a Justiça.
A prova da tentativa de obstrução é uma gravação feita pelo filho de Cerveró que mostra a tentativa do senador de atrapalhar as investigações e de oferecer fuga para o ex-diretor não fazer a delação.
A assessoria do senador informou que o advogado dele, Maurício Leite, recebeu uma ligação do Delcídio e embarcou de São Paulo para Brasília para acompanhar o caso.
O senador foi preso no hotel onde mora em Brasília, o mesmo em que estava hospedado o pecuarista e empesário José Carlos Bumlai quando foi preso nesta terça-feira (24). Depois ele foi levado para a superintendência da PF em Brasília. Ele começou a prestar depoimento logo depois de chegar ao local. Segundo a PF, Delcidio vai ficar numa cela de 20 m², com banheiro, a mesma em que ficou o ex-governador do DF José Roberto Arruda quando foi preso, em 2010.
Também foram realizadas buscas e apreensões no gabiente de Delcídio, no Congresso(veja vídeo abaixo), e na casa dele, em Campo Grande (MS).

AQUI VOCÊ LER A MATÉRIA COMPLETA.

Fonte: Camila Bomfim/http://g1.globo.com/

NELTER QUEIROZ SUGERE QUE PODERES ABRAM MÃO DE BENEFÍCIOS PARA GOVERNO USAR DINHEIRO EM AÇÕES PARA ENFRENTAR EFEITOS DA SECA.

O deputado estadual Nelter Queiroz fez um discurso forte hoje na Assembleia Legislativa.Começou chateado porque ontem foi ao gabinete do governador Robinson Faria com uma comitiva de agricultores de vários municípios do Estado, solicitar a abertura de poços…
Mas, foi informado que, imediatamente não seria possível já que as máquinas da Secretaria de Recursos Hídricos estavam sendo utilizadas em outra região.
Aí do Governo o deputado passou para o Judiciário, o Ministério Público, criticando o auxílio moradia…
Proposta de Nelter: que os juízes e promotores abram mão para que o Governo utilize o dinheiro para abrir poços nas regiões que sofrem os efeitos da seca no RN.
O deputado Nelter Queiroz começou seu pronunciamento já por volta das 13 horas. Sozinho no plenário, presidido pelo deputado Souza Neto.


TENENTE ANANIAS: TICO DE VOLTA AO NINHO SITUACIONISTA.

Ninguém duvidava. Era certeza. Questão de tempo. E o fato consumou-se no último domingo, no Poço do Açude. O vereador Francisco Eduardo, "Tico Baxin", voltou para os braços do ninho que o acolheu tempos atrás. Avermelhou, sob as bençãos do primeiro-cavalheiro do município, Kerginaldo Jácome. E desta vez, parece que vem para fincar raízes.
Depois de ter aliado-se a oposição tenenteananiense, o vereador entendeu que era hora do "filho pródigo" retornar. E eis, que no último domingo, no sítio Poço de Açude, de propriedade da prefeita Maria José, concretizou-se o que muitos esperavam. Destarte, a oposição fica ainda mais enfraquecida. O grupo governista caminha, agora a passos largos, para manter-se no poder, apresentando o nome de Larissa Rocha, como candidata ao executivo em 2016.

EM DESPACHO SOBRE PRISÃO DE BUMLAI, MORO LIGA FRAUDES AO PT.

Delatores citam participação de Delúbio Soares, Vaccari e José Dirceu.

Dois tesoureiros do PT - Delúbio Soares e João Vaccari Neto - e o ex-ministro José Dirceu participaram, segundo delatores da Lava-Jato, da negociação envolvendo empréstimos ao pecuarista José Carlos Bumlai, nunca pagos, e a contratação da Schahin pela Petrobras como forma de compensação. A participação deles ocorreu em fases diferentes da negociação. No despacho em que determinou a prisão preventiva de Bumlai, o juiz Sérgio Moro afirmou que há prova do envolvimento de Bumlai em corrupção "mediante vantagem indevida concedida aos dirigentes da Petrobras e a ele mesmo, José Carlos Bumlai, e ao Partido dos Trabalhadores".
Três delatores da Lava-Jato relataram o acerto. O principal deles é Salim Schahin, sócio do Grupo Schahin, que teve seu acordo de delação premiada homologado na semana passada pela Justiça.
Salim contou ter se reunido em 2004 na sede do banco Schahin com Delúbio Soares, então tesoureiro do PT, e com Bumlai para discutir o empréstimo de R$ 12,180 milhões, que serviria para pagar dívidas da campanha presidencial de 2002, estimadas em R$ 60 milhões. Segundo ele, os dois disseram que, "como evidência adicional", a Casa Civil procuraria um dos acionistas do banco. Dias depois, disse Salim, ele recebeu um telefonema do então ministro da Casa Civil José Dirceu. Falaram apenas amenidades, mas, para Salim, "a mensagem estava entendida".

Fonte: Cleide Carvalho e Jaqueline Falcão/http://oglobo.globo.com/

DUAS AMBULÂNCIAS PARADAS. MUNICÍPIO SEM NENHUMA.

Que a crise tá braba, isso não se discute mais. A dificuldade, aliada a escassez de recursos são grandes. Mas não justifica duas ambulâncias paradas, estando quebradas, enquanto a população fica desassistida. Uma fiscalização colocaria em maus lençóis, o gestor da prefeitura em tela.
Fica a dica.

REVOLTADOS COM AUMENTO NO PREÇO DA PASSAGEM DE ÔNIBUS, MANIFESTANTES ACAMPAM NA PREFEITURA DE MOSSORÓ.

O prefeito de Mossoró, Francisco José Júnior, começou a viver essa semana, e principalmente nesta terça, o seu momento Micarla de Sousa…ou Robinson Faria…ou Carlos Eduardo…
Estudantes mossoroenses vem protestando na Prefeitura desde que o Município autorizou o reajuste nas tarifas de ônibus para 3 reais.
Nesta terça os estudantes invadiram a Prefeitura, onde estão acampados.
O prefeito Francisco José não foi à Prefeitura.
O movimento em Mossoró repetiu o que aconteceu em Natal na gestão Micarla de Sousa, mas lembrando que o acampamento dos estudantes, em protesto contra reajuste de tarifas de ônibus, foi na Câmara Municipal.
Na gestão do governador Robinson Faria foram os servidores da Saúde que ocuparam a Governadoria.
E na gestão do prefeito de Natal, Carlos Eduardo, a invasão à Prefeitura se deu por parte dos permissionários do transporte alternativo, que chegaram a dormir dentro da Prefeitura.
No caso dos 3, em Natal, nenhum apareceu no local de trabalho invadido por manifestantes.

Foto: De Fato

LULA, A MENTIRA AMBULANTE.

No jornal “Hora 1” da Globo de ontem, vi as filas quilométricas de desempregaEnviado do meu iPhone brasileiras sem emprego há um ano, seis meses, marido e mulher, jovens, adultos, idosos. Senhora desesperada, chorando por ter contas atrasadas há seis meses. Concluindo a matéria, a jornalista Monalisa Perrone comenta os dados crescentemente negativos para o ano que vem, divulgados (tardiamente) pelo governo. Mais desemprego, mais inflação, mais recessão. Não é só que a fila vai continuar, o que já é desolador. Vai aumentar. Muito, desgraçadamente. O que fazer?
O que esperar do governo, a quem incumbe ter, pelo menos, alguma ação de recuperação de credibilidade para sairmos do buraco que cresce, devastando a economia, como a lama criminosa de Mariana devasta as regiões por onde passa? A presidente viaja. Deve estar esperando que de algum modo a crise possa decantar e seu vale-tudo para manter o mandato lhe dê sobrevida. Para ter algo a dizer, a presidente balbucia que a volta da CPMF é a única “aposta” para resolver os problemas do país no ano que vem.
É deplorável ter uma presidente que nada mais tem a propor ao país que uma “aposta”. Viramos um cassino? Ou voltamos para um triste passado onde Collor dizia ter uma bala para a inflação? Dilma, cada vez mais parecida com ele, passou o ano nos roubando na conta de luz, na inflação de mais de 10%, nos alimentos mais caros. Aturdida e sem rumo, quer nos impor nova expropriação via CPMF. O povo não é bobo. “A gente até topa fazer algum sacrifício a mais para tirar o Brasil da crise. Mas não com essa mulher”. Foi a palavra de um motorista em Brasília, certamente falando pela maioria dos brasileiros.
Da parte do governo, alguma voz sensata, sem arrogância e mentira, em busca de algum tipo de entendimento, de diálogo? Nada. O que fala por todos eles, Lula, em entrevista para Roberto D’Ávila, proclama: “Não há presidente que vá retirar o que as pessoas conquistaram. Ninguém perdeu nos últimos 12 anos”. Mentiroso: 819 mil desempregados, com carteira assinada, até outubro deste ano. Total de desempregados chegou a 9 milhões, segundo o IBGE. Redução de benefícios em todos os programas sociais. Redutos do Bolsa Família se insurgindo contra o governo.
Lula, a metamorfose ambulante, é cada vez mais a mentira ambulante. Não fez outra coisa na entrevista mencionada. Mentiu do começo ao fim. Aliás, é difícil encontrar alguma coisa dita por Lula que tenha alguma consideração ou apreço pela verdade. Mente, tergiversa, tenta livrar o PT da íntima associação com a roubalheira, o desgoverno e a paralisia.
A última armação lulopetista é, segundo o jornal Valor Econômico, uma “defesa” contra denúncias de corrupção para ser levada à Europa e Ásia. Acusam “setores” do Ministério Público, da Polícia Federal e do Judiciário de uso da Lava-Jato para mais uma tentativa de “criminalizar o PT, como foi o mensalão”. Cinco mil exemplares em inglês e espanhol na contramão do que todos os brasileiros sabem. Quantas bravatas para desmentir fatos. Um petista resume a armação: “O Lula forte lá fora é forte aqui dentro”. É para ter dó, pena? Pena de nós que temos um mentiroso tutelando uma presidente que continua enrolando os brasileiros de maneira inescrupulosa.
A ampla maioria da população tem uma avaliação clara sobre o governo. Também sobre o PT e os íntimos amigos de Lula, com destaque para Bumlai, agora na PF de Curitiba. É muito provável que a tensão social, agravada cotidianamente pela crise econômica, provocará uma retomada das manifestações dos brasileiros por um novo governo. Este está esfarinhando. Vamos esperar que o Congresso faça sua parte.

Fonte: http://noblat.oglobo.globo.com/

CALMA, CUNHA É SÓ UM BANDIDO. HÁ OUTROS 159.

O brasileiro aprende a conviver com um rol de aflições, como o rompimento de barragens, a banda Calypso, o ministério da Dilma e o Congresso Nacional, pensando: “Na Síria e no Iraque está pior.” E depois que o Estado Islâmico começou a exportar o terror para a Europa, você pode se consolar com a ideia de que pelo menos o único bando de loucos existente no Brasil é a torcida do Corinthians.
Nesta terça-feira, ao comentar a representação em que o PSOL e a Rede pedem a cassação do seu mandato, Eduardo Cunha conseguiu fazer pose de mal menor. “Eu estou absolutamente tranquilo”, disse o presidente da Câmara, com o semblante tenso. “Acho que a representação é pífia. Ela apenas repete os trechos da acusação” feita pela Procuradoria da República.
Cunha foi ao ponto: “Para você considerar que trecho de acusação feita pelo Ministério Público gere processo por quebra de decoro parlamentar, tem 160 parlamentares aqui que respondem a inquérito no Supremo Tribunal Federal. Então, teria que ter 160 representações, se essa tese dele [o relator do Conselho de Ética Fausto Pinato] fosse correta.”
Foi como se Cunha convidasse a plateia a ver o lado bom da situação, mesmo que seja preciso procurar um pouco. Por exemplo: o Legislativo vive um período excepcional da sua história. A qualquer momento, alguém ainda vai declarar a respeito de Eduardo Cunha: “Calma, é só um bandido, gente. Há outros 159 Cunhas!” E o deputado será absolvido do crime de ter enriquecido vendendo carne enlatada para a África. Um de seus colegas discursará: “Ou cassamos todos ou locupletemo-nos todos.''


ELEITORES TÊM ATÉ MAIO DE 2016 PARA "TIRAR O TÍTULO".

Encerrada a semana de incentivo à inscrição eleitoral por parte dos jovens com mais de dezesseis anos realizada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), é preciso esclarecer que não se encerrou o prazo para "tirar o título" como algumas pessoas acreditam.
A semana passada (16 a 20 de novembro) foi marcada pela campanha desenvolvida pela Justiça Eleitoral para incentivar os jovens a inscreverem-se como eleitor, o que gerou um fluxo de eleitores em quantidade acima do normal nos Cartórios Eleitorais e postos de atendimento, com muitas delas acreditando trara-se da última semana disponível para obter o título de eleitor.
Na verdade tratava-se somente de uma campanha pontual realizada com o intuito de despertar nos adolescentes o interesse em votar já nas Eleições Municipais de 2016, de modo que não houve o encerramento do período de alistamento eleitoral.
Pelo Calendário Eleitoral, divulgado recentemente pelo TSE, vence em 04 de maio de 2016 o prazo para que o interessado aliste-se como eleitor ("tire o título") ou modifique o seu domicílio eleitoral, transferindo seu título de um município para outro, ou mesmo alterar o local em que vota dentro do mesmo município, de modo que não há necessidade de pressa ou desespero, já que ainda falta um bom tempo até lá.
Por outro lado, não se deve deixar para os últimos dias, já que a proximidade com o prazo final certamente levará muitas pessoas às unidades da Justiça Eleitoral, sendo recomendado que procurem desde logo, sem atropelos.
Para efetuar a inscrição eleitoral ou mesmo transferência, o interessado tem que comprovar as condições de ser eleitor e o domicílio eleitoral no município, apresentando documento oficial com foto e um comprovante de residência ou outro documento que comprove vínculo que caracterize o domicílio eleitoral no município, devendo-se levar os documentos em originais e cópias.


domingo, 22 de novembro de 2015

RAPIDINHAS DO RNPOLITICAEMDIA...

ALEXANDRIA:
Até onde vai alguns nomes anunciados para a disputa de 2016, principalmente na vereança alexandriense. Tem nome pra tudo que é gosto...
ANTÔNIO MARTINS:
O vereador Ozanildo Almeida, da Terra da Boa Esperança, aproveitou o dia do músico, celebrado neste domingo (22), para manifestar a necessidade de resgatar a banda de música Josefa Viana, do município oestano.
CAMPO GRANDE 1:
Outro político que não esqueceu a data, foi o prefeito de Campo Grande, Bibi de Nenca, que utilizou-se das redes sociais, para enaltecer o trabalho de alguns baluartes da música campograndense, Ranieri Soares, Antônio da Pastora na pessoa de seu maestro Juquinha, Manoel Mocó, Alzay Fernandes, Espaço Cultural Cleto Souza, Cacau, além de outros tantos e lembra da importância da banda Filarmônica Padre Militão.
CAMPO GRANDE 2:
O empresário Tiago Cabral, parece que realmente ganhou gosto pela política. Hoje, esteve reunido com o petista de carteirinha Neném do Gás, no Restaurante Sabores da Terra, em Upanema. E o cardápio foi eleições 2016. O rapaz tem um grande laço de amizade com os jovens campograndenses e pode vingar a ideia. Já foi sondados por algumas siglas partidárias e deve ser contactado outras. Aguardemos...

ENCANTO:
A psicóloga e pré-candidata a prefeita de Encanto, Lídia Guedes, está com o Projeto: Vida melhor no campo. São os primeiros passos para chegar mais próximo do povão.
PATU:
O vereador Rubinaldo Maia usou o facebook para tornar público que tem autoridade sugerindo que a administração municipal pare de regar os canteiros das praças. Atitude pra lá de insana. A seca é grande, mas ali também é vida. Faltou o parlamentar citar nomes...
VENHA-VER 1:
O vereador Miguel Queiroz "se mexe" com os textos das rapidinhas, mas é um dos que esperam bem sentados a postagem quando anunciamos. Vereador, abra o olho. Decida-se...
VENHA-VER 2:
Tem figurinha que perdeu a credibilidade de um lado e outro da politica venhavenhense. E só ele ainda acha que não. Homi, se oriente. Ninguém nunca sabe onde estais...
DIFICULDADE DE PAGAR O 13º:
Quem acompanha com lupa e tem pleno conhecimento das finanças estaduais, afirma que os estados terão imensas dificuldades de pagar o 13º salário. Ao menos 10 estados não conseguirão cumprir. Cuidado para não ser surpreendido e ter que adiar seu final de ano. Anotem.
FAMÍLIA UNIDA:
O trio "rosados" foram manchete na semana passada. Laíre; Larissa e Sabdra, denunciados por desvios de recursos da Apamim. Pai. mãe e filha, em conjunto com uma dúzia de outros envolvidos, são acusados de montar um esquema para desviar recursos da União destinados à Fundação Vingt Rosado. Dentre estes, o marido e consequentemente genro do casal de ex-deputados federais e o empresário Francisco Wilton Cavalcante Monteiro.

CAICÓ: AÇUDE ITANS TEM MENOS DE 2% DE SUA CAPACIDADE DE ÁGUA.

Do blog de Marcos Dantas, de Caicó, a imagem do açude Itans, hoje com apenas 1,62% de sua capacidade de água.
O equivalente a 1 milhão e 326 mil metros cúbicos.
Sem chuva, certamente um dos maiores reservatórios do Seridó entrará 2016 em colapso total.


AÇÕES VISAM CASSAR LICENÇAS DE RÁDIO E TV DE 40 PARLAMENTARES.

O Ministério Público Federal, por meio de suas sedes estaduais, promete desencadear ações contra 32 deputados federais e oito senadores que aparecem nos registros oficiais como sócios de emissoras de rádio ou TV pelo país.

Entre os alvos da iniciativa inédita lançada com aval do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, e coautoria do Coletivo Intervozes-, estão alguns dos mais influentes políticos do país, como os senadores Aécio Neves (MG), presidente do PSDB, Edison Lobão (PMDB-MA), José Agripino Maia (DEM-RN), Fernando Collor de Mello (PTB-AL), Jader Barbalho (PMDB-PA) e Tasso Jereissati (PSDB-CE).
Nas peças (ações civis públicas), quatro procuradores e o advogado Bráulio de Araújo, do Intervozes (entidade que milita na área de comunicação), citam o caso do ex-deputado Marçal Filho (PMDB-MS), condenado no STF (Supremo Tribunal Federal) por falsificação do contrato social de uma rádio.

Fonte: Laís Araújo - Folha de São Paulo/http://lalaiaraujo.jusbrasil.com.br/



MÉDICO É ENCONTRADO MORTO.

O médico Gregório Nogueira Holanda, de 24 anos, foi encontrado morto na madrugada deste domingo (22) dentro de um apartamento em João Pessoa.
Segundo relato publicado pelo tio dele em uma rede social, o jovem tinha concluído o curso há pouco tempo. Ainda conforme a mensagem, Gregório passava por problemas familiares e a suspeita é de que ele tenha cometido suicídio.
“Meu sobrinho foi encontrado morto no apartamento. Médico recém formado, vinha com problemas familiares e, ao que tudo indica, trata-se de suicídio. Lamentável. Foi uma noite sofrida. Desde a madrugada não dormimos”, escreveu o tio da vítima. “Caso doloroso. Era um jovem com um futuro brilhante”, completou, em outra publicação.
O Portal Correio informou que o corpo de Gregório Nogueira Holanda foi velado e sepultado no Parque das Acácias, no bairro José Américo, Zona Sul da cidade.


RAPIDINHAS DO RNPOLITICAEMDIA...

Ainda hoje.
Aguardem...

MPF DENUNCIA LAÍRE, SANDRA E LARISSA POR USAR A APAMIM PARA DESVIAR R$ 2,7 MI.

O Ministério Público Federal (MPF) em Mossoró apresentou denúncia à Justiça Federal contra o ex-deputado federal Laíre Rosado Filho, contra a esposa dele, a ex-deputada federal Sandra Maria da Escóssia Rosado, e contra a filha do casal Larissa Rosado, também ex-deputada. Os três, juntamente com outros 12 envolvidos (lista abaixo), incluindo o ex-marido de Larissa Rosado, são acusados de montar um esquema para desviar recursos da União destinados à Fundação Vingt Rosado. De acordo com o MPF, o total dos desvios, em valores atualizados, pode chegar a mais de 2,7 milhões.
As investigações do Ministério Público Federal se inciaram a partir de um relatório do Departamento Nacional de Auditoria do SUS (Denasus). O trabalho realizado pelo Denasus apontou diversas irregularidades nas licitações deflagradas para utilização dos recursos repassados por meio de convênios, entre o Ministério da Saúde e a Fundação Vingt Rosado, instituição vinculada à família de Laíre Rosado. Vale ressaltar que os créditos orçamentários que permitiram o repasse dos recursos foram todos resultados de emendas parlamentares ao Orçamento Geral da União, propostos pela então deputada federal Sandra Rosado.
De acordo com o MPF, o modus operandi consistia no seguinte esquema: primeiro Sandra Rosado direcionava recursos de emendas parlamentares à Fundação Vingt Rosado; em seguida havia a simulação de um procedimento licitatório para encobrir a escolha direta das empresas integrantes do esquema. Posteriormente, havia o repasse dos recursos às empresas selecionadas, lastreados em notas fiscais que atestavam a suposta aquisição de medicamentos e insumos não fornecidos efetivamente à Fundação. Um dos representantes da empresa “vencedora” da licitação sacava os valores repassados pela entidade, para em seguida realizar a partilha dos recursos entre os envolvidos.
Para tornar mais complexo o esquema, dificultando uma possível investigação, os recursos não eram imediatamente repartidos entre os integrantes do esquema criminoso. O dinheiro era “branqueado” através da utilização da Associação de Proteção e Assistência à Maternidade e à Infância em Mossoró (Apamim), sendo destinado às contas bancárias dos membros da família Rosado. Antes, entretanto, passava por assessores parlamentares. A quebra do sigilo bancário dos envolvidos, autorizada pela Justiça Federal, revelou uma série de transferências e depósitos em favor dos investigados.
De um total de R$ 360 mil repassados pelo Convênio nº 743/2004, a importância de 148.774,75 teria sido doada à Apamim, o que representa 41,32% do total de recursos. Ressalte-se que o presidente da Fundação Vingt Rosado, Francisco de Andrade Silva Filho, ex-marido de Larissa Rosado, também fez parte da diretoria da Apamim, chegando a ocupar a presidência das duas entidades ao mesmo tempo.
A denúncia do MPF destaca que, apesar do recebimento desses recursos, a prestação de serviços que deveriam ser oferecidos pela Apamim (assistência à gravidez de baixo e médio risco) só piorava, até o ponto que tornou calamitosa. “A exemplo disso, consta do Auto de Infração nº 002576, emitido em 02.06.2014 pela Vigilância Sanitária do Município de Mossoró, o qual noticiou a absurda reutilização de seringas na Apamim, assim como a inexistência de filtros de incubadoras na maioria das incubadoras”, destaca a denúncia do MPF.
O procurador da República Emanuel de Melo Ferreira, que assina a denúncia, explica que fica claro que os repasses efetuados pela Fundação Vingt Rosado em favor da Apamim não se destinavam à aquisição de materiais de consumo hospitalar ou medicamentos em favor da entidade. “Servia apenas para conferir aparência de legalidade na utilização dos recursos, que posteriormente eram objeto de operações financeiras ilícitas entre os investigados”, destaca.
A Denúncia nº 0000862-84.2015.4.05.8401 foi ajuizada junto à 10ª Vara da justiça Federal em Mossoró.

Denunciados:
1) Sandra Rosado: usou de seu prestígio e poder enquanto deputada federal para direcionar recursos que sabia que seriam desviados por seu marido e genro, realizando emendas ao orçamento da União com o intuito de beneficiar a Fundação Vingt Rosado.
2) Laíre Rosado Filho: mentor intelectual do esquema criminoso, beneficiou-se diretamente com recursos desviados do convênio nº 743/2004, além de também estar ligado às pessoas de Manuel do Nascimento e Anderson Brusamarello, que também atuaram como seus assessores parlamentares na época em que era Deputado Federal. As provas produzidas na investigação demonstram ainda que parte dos recursos desviados do Convênio nº 1276/2005 teve como destino suas contas bancárias, sempre após passar por uma série de operações financeiras que tinham como objetivo lavar o dinheiro fruto de peculato.
3) Larissa Rosado: recebeu transferências de seu assessor José do Patrocínio Bezerra, logo após este ter recebido em sua conta os recursos do Convênio nº 743/2004, repartidos entre os investigados, com claro intuito de mascarar que o real destino do proveito financeiro. Ressalte-se, ainda, o depoimento de Edmilson de Oliveira Bezerra, o qual indica que o depósito de R$ 7.500,00 (sete mil e quinhentos reais) feito pela SG Distribuidora em favor de sua empresa, Fernandes e Bezerra LTDA, destinou-se ao pagamento de despesas de campanha da então candidata Larissa Rosado.
4) Francisco de Andrade Silva Filho: na condição de presidente da Fundação Vingt Rosado, assinou os Convênio nº 743/2004 e 1276/2005, assinou documentos dos procedimentos licitatórios contrafeitos e os referentes à execução do Convênio. Ainda, foi favorecido por quatro depósitos realizados diretamente na sua conta nas sessões de atendimento bancário e pelo depósito de R$ 3 mil, realizado em favor da empresa Cifrao Factoring Fomento Comercial LTDA, para pagamento de suas despesas pessoais. Deve responder, portanto, pelo crime do art. 89 da Lei nº 8.666/93 e pelo crime de peculato (art. 312, CP). Além disso, por ter falsificado os documentos para fraudar a prestação de contas dos Convênios, deve responder também pelo delito previsto nos arts. 304 c/c 299, CP.
5) Maria Melo Forte Cavalcante: na condição de procuradora da SG Distribuidora, assinou, em nome da empresa, a Ata de Abertura e Recebimento das Propostas nos Convites nº 001 e 002/20042, e foi responsável por assinar a guia de saque no valor de R$ 89.658,00 em 01.10.2004, que antecedeu as operações bancárias, igualmente feitas por ela, para contas contas de laranjas e de membros da família Rosado. Casada com de Francisco Wallacy Monteiro Cavalcante, sócio da SG Distribuidora, também denunciado pelo MPF.
6) Maria Goreti Melo Freitas Martins: na condição de responsável pela empresa SG Distribuidora, forneceu documentos da empresa para integrar procedimentos licitatórios simulados, bem como assinou propostas, emitiu notas ficais e foi responsável pela assinatura da guia de saque contra recibo no valor de R$ 85.299, valor este integralmente sacado em espécie após ser repassado pela Fundação Vingt Rosado.
7) Claudio Montenegro Coelho de Albuquerque: na condição de proprietário da empresa Diprofarma Distribuidora de Produtos Farmaceuticos LTDA, foi beneficiário direto de parte dos recursos do Convênio 1276/2005, fornecendo documentos da empresa para integrar procedimento licitatório contrafeito, devendo responder pelo crime de licitação previsto no art. 89 da LLC. Além disso, por ter falsificado os documentos para fraudar a prestação de contas dos Convênios, deve responder também pelo delito previsto nos arts. 304 c/c 299, CP.
8) Francisco Wilton Cavalcante Monteiro: foi um dos principais empresários envolvidos no esquema. Além de possuir relação de parentesco com diversos sócios das empresas que figuraram como vencedoras ou participantes dos procedimentos licitatórios simulados no Convênio nº 743/2004, é proprietário da empresa F Wilton Cavalcante que, após a licitação fictícia do Convênio nº 1276/2005, adjudicou objeto no valor de R$ 923.940.
9) Damião Cavalcante Maia: é proprietário das empresas DM Farma LTDA e DC Farma LTDA e esposo da proprietária de Maria Alves de Sousa Cavalcante (também denunciada), proprietária da M A DE SOUSA CAVALCANTE ME, tendo adjudicado, através das duas últimas, os objetos dos Convites nº 003 e 004/2004, recebendo o total de R$ 180.000,00 (cento e oitenta mil reais). Ele participou da montagem dos quatro convites decorrentes do Convênio nº 743/2004, constando, ainda, como participante da Concorrência nº 001/2005, embora tenha afirmado não recordar-se de tal fato. Por tal fato, é denunciado pelo delito do art. 89 da Lei nº 8.666/93. Além disso, por ter falsificado os documentos para fraudar a prestação de contas dos Convênios, deve responder também pelo delito previsto nos arts. 304 c/c 299, CP.
10) Manuel Alves do Nascimento Filho: foi responsável pela maior parte da execução das operações que resultaram na lavagem do dinheiro desviado do Convênio nº 743/2004. As contas da Apamim, por sua vez, foram utilizadas em complexa engenharia financeira para desviar recursos do Convênio nº 1726/2005, sendo detectado fluxo inexplicável de capitais para as contas dele, por meio do qual era promovido o branqueamento do recurso. Além disso, oficiou como presidente da CPL nos quatro Convites relacionados ao Convênio nº 743/20044, sendo agraciado com depósitos em sua conta após o repasse dos recursos a todas as empresas que se sagraram “vencedoras” em tais certames.
11) José do Patrocínio Bezerra: atuou na associação criminosa na medida em que forneceu sua conta bancária para receber recursos desviados do Convênio nº 743/2004 e promover o seu branqueamento, tendo sido favorecido por três depósitos, nos valores de R$ 800; R$ 3 mil; e R$ 6.750, totalizando R$ 10.550,00 (dez mil, quinhentos e cinquenta reais), posteriormente transferidos para a conta dos membros da família Rosado.
12) Anderson Luis Brusamarello e sua esposa Suane Costa Brusamarello: ao atuar na associação criminosa, mantiveram disponível a conta da empresa Suane C Brusamarello para receber recursos desviados do Convênio nº 743/2004 e promover o seu branqueamento, recebendo o total de R$ 36 mil, incidindo também no crime de lavagem de dinheiro.

Foto: blog Valéria Escóssia

APÓS DESABAFO AO VIVO, GLOBO PODE TRAZER ILZE SCAMPARINI DE VOLTA AO BRASIL.

O diretor geral da Globo, Carlos Henrique Schroder, começou a pensar em trazer Ilze Scamparini de volta para ao Brasil. Tudo porque a jornalista desabafou ao vivo e disse que estava cansada no “Jornal Nacional”, durante a cobertura dos atentados terroristas em Paris, na última terça-feira (17).
No momento, a repórter - que foi deslocada de Roma para a capital francesa - mostrou sua insatisfação: “Peço desculpas pelo cansaço extremo e gostaria de me apresentar em melhor forma. Mas vamos lá”.
A emissora, inclusive, deu indícios que planeja renovar o seu quadro de correspondente internacionais. Renata Ceribelli e Renato Machado são outros que devem retornar ao país, segundo o jornal “O Dia”.

Fonte: Famosidades/http://www.msn.com/

CUNHA PERDE APOIO ATÉ NA CÚPULA DE SEU PRÓPRIO PARTIDO.

Integrantes do PMDB já demonstram descontentamento com o presidente da Câmara.

O vice-presidente Michel Temer e integrantes da cúpula do PMDB começam a demonstrar certo constrangimento em sair em defesa do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). O desconforto aumentou depois das manobras colocadas em prática pelo peemedebista na última quinta-feira, quando tentou impedir o avanço do processo de cassação contra ele no Conselho de Ética.
Um exemplo da falta de disposição da cúpula do PMDB de fazer manifestações a favor de Cunha aconteceu durante o congresso da sigla realizado esta semana em Brasília. Apesar de os principais nomes do partido terem chegado juntos ao evento, para demonstrar unidade, não houve nenhum ato de desagravo ao presidente da Câmara. Pelo contrário, ele chegou a ser vaiado e teve de ouvir o bordão “fora, Cunha” até dos próprios correligionários.
Mesmo em conversas reservadas, Temer tem evitado se posicionar de maneira mais explícita a favor de Cunha, de quem sempre foi próximo. Diz apenas que, como qualquer pessoa, ele tem amplo direito a defesa. O vice, porém, se recusa a discutir nomes para uma eventual substituição de Cunha no cargo. Afirma que não fala sobre “hipóteses” e que só fará isso no dia em que saída do aliado for um fato consumado.

Fonte: Isadora Peron e Daniel Carvalho - Estadão/http://noblat.oglobo.globo.com/

sábado, 21 de novembro de 2015

GOVERNO LANÇA APLICATIVO PARA SOLUCIONAR CONFLITOS DE CONSUMIDORES.

Além de espaço para dar queixa, o cliente também poderá enviar fotos do problema.

O consumidor insatisfeito poderá agora utilizar o celular para tentar solucionar o problema diretamente com a empresa. A Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon) lançou ontem um aplicativo que transfere para os dispositivos móveis todas as funcionalidades do Consumidor.gov, portal do governo que permite ao cliente com problemas reclamar e discutir diretamente com a empresa uma conciliação para o conflito, tudo mediado pela União.A princípio, a funcionalidade está disponível apenas para Android. Para aparelhos com sistema operacional IOS, o aplicativo deve ser disponibilizado em 15 dias.
- Quando o canal da empresa falha, no SAC, na agência reguladora, (o aplicativo) é uma alternativa porque não tem que se deslocar até o Procon. Isso empodera o consumidor. Temos uma demanda reprimida muito grande e muitos consumidores se sentem inibidos de ir até o órgão - explica a titular da Senacon, Juliana Pereira.
O anúncio, feito durante o 20º Congresso Mundial da Consumers International, é parte da tentativa da União de transformar o respeito ao direito do consumidor em uma política de Estado. Ontem, o governo publicou um decreto no Diário Oficial da União transformando em lei as funções do portal Consumidor.gov. Entre elas estão prevenir condutas que violem o direito do consumidor, promover a transparência nas relações de consumo e estimular a competitividade por meio da melhoria na qualidade do atendimento. O decreto também cria um comitê gestor para o portal, formado por um representante da Senacon, um da secretaria-executiva do Ministério da Justiça, um do Sistema Nacional de Defesa do Consumidor e quatro do setor produtivo.
Lançado em junho do ano passado, o Consumidor.gov tem 286 empresas cadastradas e 181,5 mil usuários inscritos. Ao todo, 194,1 mil reclamações foram finalizadas. Segundo a Senacon, assim como no site, o aplicativo só poderá ser utilizado para reclamações de empresas registradas. A secretaria garante, no entanto, que as áreas que lideram os rankings de queixas, como telecomunicações, empresas aéreas e bancos, estão todas no sistema.
Para utilizá-lo, o consumidor tem que fazer o cadastro no portal ou no aplicativo. Além de espaço para narrar a queixa, o cliente também poderá enviar fotos do problema. A empresa tem 10 dias para responder e propor uma solução. A média, contudo, é de 7,9 dias para um acordo. Cabe ao consumidor dizer se está satisfeito ou não com o acordo e ainda avaliar o atendimento da empresa, que será ranqueado no portal.
A Senacon criará um ranking das empresas pelas boas práticas: tempo de resposta, quantidade de acordos. Mesmo sem reclamar, o consumidor cadastrado poderá visualizar o ranking para fazer as melhores escolhas no momento de consumir. Para a secretária Juliana, as empresas têm interesse de participar do projeto para evitar a judicialização extrema dos casos e a possível aplicação de multas.
- Não quero aplicar multa para fazer superávit. Quero a vida do consumidor melhor. Qualquer relato do consumidor vira processo. Esse é o interesse das empresas. É um novo paradigma, da efetivação, o estado não está abrindo mão da multa, nós vamos trabalhar estrategicamente a conduta das empresas.

Fonte: Bárbara Nascimento/http://oglobo.globo.com/

PETISTA DIZ TER RECEBIDO R$ 190 MIL POR "ENGANO".

Arrolado como testemunha de defesa do ex-tesoureiro petista João Vaccari Neto, o deputado Paulo Teixeira (PT-SP) teve enorme dificuldade para explicar ao juiz Sérgio Moro, da Lava Jato, como um repasse de R$ 190 mil feito pela empreiteira Engevix foi parar na contabilidade de sua campanha em 2014. Interrogado por meio de vídeo-conferência, o parlamentar atribuiu a operação a um “engano”.
“Eu liguei para o senhor Vaccari e disse: ‘Olha, eu não conheço essa empresa e ela fez uma doação’. E não tinha sido ela quem tinha feito a doação, mas houve uma troca que fora feita por alguma razão que desconheço, por engano. Mas quando foi feita a doação já era impossível revertê-la, para desfazer esse engano. Não conheço essa empresa, nao busquei recursos para minha campanha nessa empresa. Mas consta uma doação, que foi feita essa troca no partido”, tentou explicar o deputado para o juiz.
Sérgio Moro quis saber quem seria, então, o destinatário da doação da Engevix. Teixeira não soube informar. “…Apenas eu questionei [ao Vaccari] de não ser a empresa que teria feito a doação original pra mim. Eu não questionei para quem seria. Eu disse: ‘olha, há um engano aí. E ele me alegou que era impossível desfazer esse engano, tendo em vista o momento em que nós já estávamos.”
O juiz perguntou ao deputado qual era, afinal, o doador “original” de sua campanha. Teixeira foi traído pela memória: “A empresa doadora originária pra mim… Eu preciso revisitar a minha conta pra saber qual era a empresa doadora originária pra mim. Houve essa troca”… Blá, b;a, blá…
Se Teixeira foi arrolado como testemunha de defesa, imagine-se o que dirão as testemunhas de acusação!

Fonte: http://josiasdesouza.blogosfera.uol.com.br/

AGENTE DE SAÚDE MORRE EM MOTEL.

A agente de saúde Elizabete Galvão, morreu horas atrás, quando encontrava-se em um motel, na cidade de Mossoró, no Oeste potiguar. Tinha 41 anos. Conforme informações, a causa da morte foi parada cardíaca.

sexta-feira, 20 de novembro de 2015

DETENTAS SE REBELAM E QUEIMAM COLCHÕES EM PRESÍDIO FEMININO NO RN.


Caso aconteceu na noite desta quinta-feira (19) na Zona Norte de Natal.
Ainda não se sabe a motivação da rebelião, segundo a Coape.


As presas da ala feminina do Complexo Penal João Chaves, na Zona Norte de Natal, fizeram uma rebelião na noite desta quinta-feira (19). Na ocasião, colchões foram queimados no pátio da ala. Segundo a Coordenadoria de Administração Penitenciária (Coape), a situação foi controlada.
De acordo com Durval Franco, coordenador da Coape, 110 detentas estão custodiadas na ala. A rebelião aconteceu por volta das 22h30 e vários colchões foram queimados. "Ainda não sabemos a motivação da rebelião. Vamos apurar junto a direção da unidade ainda nesta sexta", disse. A situação foi controlada.

Fonte: http://g1.globo.com/

RAPIDINHAS DO RNPOLITICAEMDIA...

ALEXANDRIA:
O tabuleiro político deu uma esfriada no município da Terra da Barriguda. Depois da debandada dos vereadores que deixaram a base do prefeito Nei Rossato, nenhum outro "lances" de destaque. Nem mesmo especulações...
ANTÔNIO MARTINS:
Dias atrás, passei na terra da Boa esperança e avistei diversos jumentos amarrados em uma praça da cidade. Se for para depois transportar para um local adequado, nota 10 a iniciativa.
EDUARDO FAUSTINI:
E atendendo a apelos, o repórter do fantástico, Eduardo Faustini, desembarca em terras potiguares, vindo pela Paraíba (eis a dica), nem meados do mês que vem. Quer que desenhe?
JOÃO DIAS:
A morte do líder joãodiense Paulo de Tarso, deixa uma lacuna sem tamanho na região. Em se tratando de política, um vazio sem proporções na cidade de João Dias. Momento de reflexão sobre o que será de 2016, naquela cidade. Olhos bem abertos... João Dias merece a continuação do modelo simples e de resultados que Paulo implantou.
MARCELINO VIEIRA 1:
Encontrei-me com o ex-prefeito de Marcelino Vieira, Iramar Oliveira e questionei se seria ele o nome para 2016. Ele de pronto respondeu: Tâmisa. 
Será que o atual gestor José Ferrari é de acordo?
MARCELINO VIEIRA 2:
Se o candidato fosse Iramar, a disputa seria voto a voto. O empresário governou a cidade por duas oportunidades e deixou um leque de adeptos. É forte. Só não sei até onde vai a questão da transferência de votos... 
DUAS "FERAS":
A LOGOS - Assessoria & Pesquisa de Gestão está programando um seminário para o início de 2016, com dois ícones que labutam na esfera jurídica do estado. Herval Sampaio, Juiz de Direito e um dos maiores conhecedores de legislação eleitoral do país e Luciano Ramos, Procurador-Geral do Ministério Público de Contas e exímio conhecedor da área de contas públicas. Patu; Sousa/PB; Tenente Ananias e Umarizal são as cidades que já sinalizaram em receber este evento.
QUE PAÍS É ESSE...
Um SAFADO de nome Felipe Porto, que lidera mobilizações enfrente ao congresso nacional, prometer CARNIFICINA e as autoridades policiais e jurídicas não tomar nenhuma atitude enérgica, mostra bem que país estamos vivendo. Isso é ameaça grave. Ver matéria .
REVANCHISMO SEM SENTIDO. CABECINHA DE VENTO:
Com surpresa e tristeza, soube que um(a) certo(a) gestor(a) PROIBIU  a vinda do(a) secretário(a) ao evento "DESTAQUES DA MÍDIA", alegando que este blog, que pertence a Logos, idealizadora do evento, critica a sua administração. Cabecinha de vento, não...
TROFÉU CARA DE PAU...
Um assessor (segundo ele mesmo afirmou ser), de uma secretária municipal indicada ao 5º Prêmio "DESTAQUES DA MÍDIA", em conversa via whatsapp conosco, teve a ousadia de propor a mudança da indicação por outra auxiliar. Está salvo em meu celular. Cara de pau esse cidadão...