RNPOLITICAEMDIA2012.BLOGSPOT.COM

RNPOLITICAEMDIA2012.BLOGSPOT.COM
RIO GRANDE DO NORTE

terça-feira, 4 de julho de 2017

PT DEVE CONVOCAR PROTESTO CASO LULA SEJA CONDENADO POR MORO.

Em reunião do partido, ex-presidente comemorou decisão do TRF4 de inocentar Vaccari.

O PT deve convocar militantes do partido a irem às ruas caso o juiz Sergio Moro condene o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na ação que envolve o tríplex do Guarujá. É isso o que afirmou nesta segunda-feira o presidente do diretório paulista do partido, Luiz Marinho, em reunião de Lula com parlamentares e lideranças da legenda, em São Paulo.
— Se ele (Moro) for juiz, vai absolver o presidente Lula. Se vier a condená-lo, vamos fazer todo o debate com protestos e repúdio — disse Marinho.
Em caso de condenação, o partido deve exaltar as decisões da semana passada, que beneficiaram o ex-deputado federal Rodrigo Rocha Loures (PMDB-RJ) e o senador Aécio Neves (PT-MG). O objetivo é propagar que há tratamento diferente por parte da Justiça quando os réus e investigados são petistas.
— Está claro que há dois pesos e duas medidas — afirmou o presidente do diretório paulista.
Em seu discurso aos petistas nesta segunda-feira na reunião, que foi fechada, Lula celebrou a decisão do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), que inocentou o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto numa das ações em que ele foi condenado por Moro.
No encontro, os dirigentes do PT decidiram também que o partido passará a vincular o governo Geraldo Alckmin e o prefeito João Doria, ao presidente Michel Temer. Os dois tucanos são cotados para disputar a Presidência da República no ano que vem. A ideia é, com isso, tentar desgastar a imagem dos dois possíveis candidatos.
Lula sustentou, em seu discurso, que o foco principal dos ataques dos partidos deve ser Alckmin, já que Doria ainda vive a lua de mel com o eleitor por estar em início de mandato.
O ex-presidente também deu uma bronca nos parlamentares e cobrou que eles saiam às ruas para defender o partido.

Fonte: Sérgio Roxo/O Globo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMENTÁRIO SUJEITO A APROVAÇÃO DO MEDIADOR.