RNPOLITICAEMDIA2012.BLOGSPOT.COM

RNPOLITICAEMDIA2012.BLOGSPOT.COM
RIO GRANDE DO NORTE

quarta-feira, 3 de maio de 2017

OPERAÇÕES DE DRONES DEVEM SEGUIR NOVAS REGRAS DA ANAC.

Regras passam a valer a partir dessa quarta-feira (3). O objetivo é aumentar a segurança.

A partir dessa quarta-feira (3), as operações de drones devem seguir as novas regras da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). O objetivo é aumentar a segurança.
Os drones vigiam tudo que acontece lá em baixo... Na produção agrícola, no pasto, nas estradas e na cidade. A partir de agora, quem quiser pilotar um drone vai ter que cumprir as regras.
A Anac colocou os drones em classes diferentes. Os de até 250 gramas não precisam de cadastro ou registro, são mais usados para recreação. Os drones para uso comercial foram divididos em três categorias conforme o peso. Todos os equipamentos têm que ter cadastro na Anac e só pode pilotar um deles quem tiver, no mínimo, 18 anos.
Para operar um drone com mais de 25 kg é necessário licença e habilitação, só se ele voar acima de 120 metros de altura. Os drones de 150 kg normalmente são usados por forças militares. Para eles passarem em shows, festas ou parques têm que ficar longe, no mínimo, 30 metros. Para distâncias menores, cada pessoa tem que autorizar.
Mas ainda tem muita gente com dúvidas depois dessa regulamentação. Por exemplo, quem usar um drone para trabalho precisar ter um curso?. O especialista em drones, aeromodelista e fotógrafo, Guilherme Barbosa, responde: “Hoje não é exigido. É uma das coisas que a gente está há quatro anos pedindo. Ontem saiu a regulamentação, então temos que bater palmas, mas ainda tem um caminho grande para a adequação das regras à realidade”.
A Anac montou um plantão, nessa quarta-feira, em São Paulo, para tirar as dúvidas sobre a nova regulamentação. O superintendente de aeronavegabilidade da Anac, Roberto Honorato, disse que as regras são parecidas com outros lugares do mundo e que no futuro pode sim exigir um curso para pilotar drone de até 25 kg. Ele afirmou também que a fiscalização vai funcionar: “Essa atividade entra no programa de vigilância da Anac e também denúncias serão tratadas. As forças policiais também poderão tratar, tendo em vista que a conduta pode ser considerada contravenção penal ou crime”.

Fonte: Patrícia Falcoski/Jornal Hoje

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMENTÁRIO SUJEITO A APROVAÇÃO DO MEDIADOR.