RNPOLITICAEMDIA2012.BLOGSPOT.COM

RNPOLITICAEMDIA2012.BLOGSPOT.COM
RIO GRANDE DO NORTE

segunda-feira, 15 de agosto de 2016

TAL PAI, TAL FILHO: LISTA DE INVESTIGADOS PELA LAVA JATO É RECHEADA DE PARENTES.

Entre as centenas de nomes de investigados pela Operação Lava Jato, que apura há mais de dois anos um grande esquema de corrupção na Petrobras, há gente que compartilha do mesmo sobrenome.
Na extensa lista que está na mira da força-tarefa, é possível observar mais do que isso: alguns têm laços sanguíneos de pais e filhos, como é o caso do ex-presidente da Câmara e deputado afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e de sua filha Danielle Dytz da Cunha, ambos réus da Lava Jato.
A reportagem do UOL fez um levantamento de casos de pais que estão juntos de filhos em investigações por supostas atividades ilegais.
Eduardo Cunha é réu em duas ações da Lava Jato. Ele é acusado de ter recebido propina de US$ 5 milhões em relação a contratos de navios-sonda da Petrobras. Ele nega e diz que não há provas de que os repasses tenham sido feitos diretamente a ele. Cunha também é investigado por manter contas não declaradas na Suíça, nas quais ele teria recebido propina relativa à compra de um campo de petróleo pela Petrobras na costa do Benin, na África. A defesa de Cunha diz que os depósitos no exterior tiveram origem no pagamento de uma dívida e nega recebimento de propina.
Segundo as investigações, uma dessas contas está no nome da mulher de Cunha, a jornalista Cláudia Cruz, e teria a filha dele, Danielle Dytz da Cunha Doctorovich, como beneficiária. A publicitária é investigada pela força-tarefa da Lava Jato por suposta manutenção de conta não declarada no exterior. A defesa de Cruz diz que ela não praticou nenhum delito. A da filha de Cunha afirma que ela "é apenas indicada como beneficiária da conta, cuja titularidade é atribuída a sua madrasta".
VER MATÉRIA COMPLETA AQUI

Fonte: UOL

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMENTÁRIO SUJEITO A APROVAÇÃO DO MEDIADOR.