RNPOLITICAEMDIA2012.BLOGSPOT.COM

RNPOLITICAEMDIA2012.BLOGSPOT.COM
RIO GRANDE DO NORTE

terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

PRESOS O PRESIDENTE DA CNI E PRESIDENTES DAS FEDERAÇÕES DAS INDÚSTRIAS DE PERNAMBUCO, PARAÍBA E ALAGOAS.

A Operação Fantoche, deflagrada pela Polícia Federal, que investiga um esquema de corrupção envolvendo contratos com o Ministério do Turismo e entidades do Sistema S, prende o presidente da CNI, Robson Braga de Andrade, e os presidentes de Federações de Pernambuco, Alagoas e Paraíba.
Foram cumpridos outros 40 de busca e apreensão no Distrito Federal, Pernambuco, São Paulo, Paraíba, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais e Alagoas.
Segundo a PF, são investigadas a prática de crimes contra a administração pública, fraudes licitatórias, associação criminosa e lavagem de ativos.
O nome da operação se deve a um dos festivais realizados pelo Sesi, o Bonecos do Mundo, idealizado por Lina Rosa Gomes, alvo de prisão.
Confira quem são os alvos de prisão da Operação Fantoche:
Robson Braga de Andrade – presidente da CNI
Luiz Otávio Gomes Vieira da Silva – empresário e um dos donos da Aliança Comunicação. Ele já havia sido preso pela PF em 2013, na Operação Esopo
Ricardo Essinger – presidente da Federação das Indústrias de Pernambuco (Fiepe)
Francisco de Assis Benevides Gadelha – conhecido como Buega Gadelha, é presidente da Federação das Indústrias do Estado da Paraíba (Fiep-PB). A Fiep-PB afirmou que Buega cumpre agenda em Brasília (DF)
José Carlos Lyra de Andrade – presidente da Federação das Indústrias de Alagoas (FIEA)
Lina Rosa Gomes Vieira da Silva – empresária e publicitária, ligada à Aliança Comunicação
Hebron Costa Cruz de Oliveira – advogado e presidente do Instituto Origami
Jorge Tavares Pimentel Junior – empresário sócio da empresa Neves e
Júlio Ricardo Rodrigues Neves – empresário, sócio da Idea Locação de Estruturas e Iluminação
Luiz Antônio Gomes Vieira da Silva – ligado à Aliança Comunicação
Mandados
São 23 mandados de busca e apreensão em Pernambuco e sete de prisão temporária. A Casa da Indústria, na região central do Recife, está entre os locais em que as equipes da PF foram durante a manhã.
Entre os alvos da Operação Fantoche estão o Instituto Origami, Aliança Comunicação e Cultura, Idea Locação de Estruturas e Iluminação, Somar Intermediação e Negócios e Ateliê Produções Artísticas.
Além dos sete mandados de prisão temporária em Pernambuco, são cumpridos outros três em Nova Lima (MG), Maceió (AL) e Campina Grande (PB).

Fonte: Thaísa Galvão


Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMENTÁRIO SUJEITO A APROVAÇÃO DO MEDIADOR.