RNPOLITICAEMDIA2012.BLOGSPOT.COM

RNPOLITICAEMDIA2012.BLOGSPOT.COM
RIO GRANDE DO NORTE

domingo, 20 de agosto de 2017

QUE A IMPRENSA MUNDIAL DÊ MESMA VISIBILIDADE QUE O ATENTADO DE BARCELONA. VIDAS IGUAIS: MORTES EM SERRA LEOA APÓS DESLIZAMENTOS SE APROXIMA DE 500.

Segundo a Cruz Vermelha, 600 pessoas ainda estão desaparecidas.

As equipes de resgate em Serra Leoa encontraram 499 corpos desde o devastador deslizamento de terras da semana passada, perto de Freetown, disse o perito legista diretor do departamento de medicina legal da capital à agência de notícias Reuters neste domingo.
Esse foi um dos maiores desastres provocados por inundações na África. O lado de um morro entrou em colapso na última segunda-feira após chuvas torrenciais, causando deslizamentos de terra em partes da cidade de Regent. Funcionários da emergência trabalharam intensamente para oferecer socorro em um dos países mais pobres do mundo.
De acordo com as autoridades, 461 corpos foram enterrados, nesta semana, em um cemitério perto de Waterloo, nas proximidades do local onde estão os túmulos das vítimas da epidemia do Ebola, que matou cerca de 4 mil pessoas na antiga colônia britânica, entre 2014 e 2016.
Mais de 38 corpos foram encontrados neste domingo, disse o chefe dos investigadores forenses, Seneh Dumbuya, trazendo o número oficial de mortes para 499. Segundo ele, as vítimas são enviadas para enterro imediato.
A Cruz Vermelha informou, na última sexta-feira, que mais de 600 ainda estão desaparecidas.A probabilidade de encontrar sobreviventes é considerada quase extinguida.
As autoridades disseram que é preciso encontrar as vítimas para impedir que fluidos de corpos contaminados entrem no abastecimento de água e espalhem doenças.
"Estamos fazendo tudo o que podemos para garantir que a cólera não apareça", disse Samuel Turay, funcionário do Ministério da Saúde.
A ameaça de deslizamentos cresce na África Ocidental e Central, conforme as chuvas, o desmatamento e as populações urbanas aumentam, dizem os especialistas.
Na última quinta-feira, um deslizamento de terra no remoto Congo Oriental destruiu casas de uma aldeia ao lado de um lago, potencialmente matando mais de 200 pessoas, disse uma autoridade local à Reuters.

Fonte: O Globo/Agências Internacionais
Foto: Manika Kamara/AP

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMENTÁRIO SUJEITO A APROVAÇÃO DO MEDIADOR.