RNPOLITICAEMDIA2012.BLOGSPOT.COM

RNPOLITICAEMDIA2012.BLOGSPOT.COM
RIO GRANDE DO NORTE

quinta-feira, 11 de maio de 2017

JANDUÍS: VEREADOR QUE RENUNCIOU 1ª SECRETÁRIA DA CÂMARA, DIZ QUE GOVERNO ZÉ BEZERRA NÃO PODE SER COMPARADO AO ANTERIOR.

O vereador João Pinheiro de Almeida Neto, que também é odontólogo, em conversa via whatsapp, no dia de ontem com o blog, expressou sua posição sobre a renúncia na titularidade da 1ª secretária do legislativo janduiense. Outorgou três termos que segundo ele são adjetivos da administração Zé Bezerra: Transparência, lealdade e respeito. Comparou a gestão municipal atual com a anterior e disse que a distância entre os dois governos, é o mesmo que a distância entre Janduís e o Japão.

João Neto, eleito vereador com 233 votos, único vereador do solidariedade, antes ocupou o cargo de vice-prefeito de Janduís, na gestão Lígia Felix. Após renuncia do cargo de 1º secretário da câmara municipal, João Neto, disse que seu ato é uma prova de que não quer, sob nenhuma hipótese, atrapalhar o andamento dos trabalhos da Casa legislativa. "Estou muito ocupado, profissionalmente falando e, também por questões pessoais, não tenho como dedicar-me como deveria a secretária do legislativo. E isso, pesou muito na minha decisão. O andamento dos trabalhos da câmara é prioridade para qualquer vereador e percebi que não poderia colaborar como deveria. Assim, entendi que seria melhor renunciar, dando oportunidade do 2º secretário, para que desempenhe com esmero o papel ao quando o cargo é merecedor e tão somente, passo a trabalhar como parlamentar. Os artigos 27 e 28 do Regimento Interno, confere a mim, o direito da renúncia da 1ª secretaria, quando entender necessário. E é isso que fiz. Nada, em absoluto, ligado a outro motivo. Somente, repito, questões pessoais e profissionais.", disse João Neto.
No diálogo, questionamos se seria o início de uma ruptura com o governo Zé Bezerra, João Neto foi categórico em afirmar que em nenhum instante poderia deixar a bancada situacionista e que a administração atual é um modelo para ser seguido. "Um governo sério, transparente e dentro do princípios da lei e da legalidade. Inclusive, gostaria de deixar registrado, que um caso atípico ocorre nos dias atuais na câmara de Janduís. Como o papel do vereador é fiscalizar o executivo e cobrar ações, questionar gastos e averiguar as justificativas destas despesas, em nenhum destes caso está se fazendo necessário o questionamento dos edis. Isso, por que a maneira com que Zé Bezerra tem administrado nossa Janduís, nestes 4 primeiros meses, não deixa margem para reclamações. Todos os pontos são claros e límpidos. E é isso que nossa cidade necessitava. Comparo a relação executivo/legislativo, hoje, como quem faz uma prova de livro aberto. Não há nenhuma dificuldade. o vereador, inclusive, fica sem ter com que se preocupar e/ou fiscalizar. E isso é tão gratificante, que sobra tempo mais que suficiente para que o parlamentar procure seus representantes de poder mais elevado, em busca de melhorias para nosso município. É uma tarefa a menos para todos nós", afirmou o vereador.
Quando cita-se a sua passagem como vice-prefeito no governo anterior, João Neto disse: "Não há comparação. A diferença, a distância entre os dois modelos com que os gestores governam é o mesmo que ter a distância entre Janduís e Japão. "É até estranho, fazer uma comparação entre a gestão gerida por Lígia Felix e a atual, onde Zé Bezerra tem administrado com maestria. Em 4 meses, o prefeito tem feito muito mais que Lígia Felix em 4 anos. Hoje, a transparência é o sinônimo da gestão municipal. Os direitos da população são respeitados e vistos com prioridade pelo nosso gestor. É uma administração comprometida com nosso povo. Um secretariado se unindo para fazer sempre melhor. O prefeito tem como uma das preocupações, ser nítido em suas ações. Toda e qualquer informação é de pronto atendida, o que não ocorria na administração passada. E, reforço aqui, que em muitos caos, a resposta de solicitações do legislativo, não precisa ser oficiosa, documental. Há casos em que a resposta de questionamentos feitos na tribuna, são dadas de imediato, sem a necessidade de ofício e/ou similar. Isso está fazendo a diferença. Os dados nos chegam inclusive, do que entra nos cofres públicos e o que sai, em seus mínimos detalhes. Apesar da crise, Zé Bezerra tem feito muito mais que foi realizado nos 4 anos anteriores.
É prazeroso fazer parte desta administração", assegurou João Pinheiro Neto.
O hoje vereador, quando vice-prefeito, teve que entrar na justiça para receber seus vencimentos. Sobre isso João Neto disse: "Para se ter uma ideia de como foi desgastante a gestão Lígia Felix, até hoje eu luto na justiça para receber seus vencimentos, referentes a 8 meses de salários e 7 meses de diferença salarial, partindo do princípio da irredutibilidade salarial, que torna essa ação com anticonstitucional", concluiu João Neto.







Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMENTÁRIO SUJEITO A APROVAÇÃO DO MEDIADOR.